4 comentários em “A frase do dia

  1. Pois é.

    Passou no crivo. Estar no cargo legitimamente conduzido pelos votos, situação esta, extenuada pelos seguidores de Dilma em sua defesa.

    Curtir

  2. 1992: PT pede impeachment de Collor, que foi impedido após investigação de saques de suas contas antes de confiscar as poupanças de milhões de brasileiros. Sofreu processo, foi impedido e renunciou antes do trânsito em julgado.

    1994: O PT pediu o impeachment de Itamar sem base legal. Não aconteceu. O PT continuou a luta sem manobras ilícitas.

    1999: O PT pediu o impeachment de Itamar sem base legal. Não aconteceu. O PT continuou a luta sem manobras ilícitas.

    2015: O Presidente da Câmara, após inúmeras acusações de corrupção COMPROVADAS POR INVESTIGAÇÕES FEITAS NO BRASIL E NO EXTERIOR, resolve acatar um pedido de Impeachment do Presidente da República, apenas para desviar o foco de suas reais intenções de continuar no poder.

    Curtir

  3. Estamos falando de duas personagem que são verdadeiros imbróglios na vida política nacional. Nada com dantes no quartel de abrantes.

    Curtir

  4. O cunha só deu o pontapé inicial e ficou de fora. A peleja, agora, tem outros jogadores. A presidente tem que enfrentar as acusações que estão no pedido e os parlamentares que vão examiná-las inicialmente. O ex frei tá querendo dar uma de setorista da dupla re/pa e jogar pra galera. Este teólogo “é muito muleque”.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s