Série B 2015 – Classificação final

CLASSIFICAÇÃO PG J V E D GP GC SG %
Botafogo 72 38 21 9 8 60 30 30 63
Santa Cruz-PE 67 38 20 7 11 63 43 20 59
Vitória 66 38 19 9 10 58 40 18 58
América-MG 65 38 19 8 11 55 39 16 57
Náutico 63 38 18 9 11 49 42 7 55
Bragantino 60 38 19 3 16 56 56 0 53
Paysandu 60 38 17 9 12 49 40 9 53
Sampaio Correa-MA 58 38 15 13 10 51 43 8 51
Bahia 58 38 15 13 10 48 41 7 51
10° Luverdense 54 38 15 9 14 46 40 6 47
11° CRB 54 38 15 9 14 47 45 2 47
12° Criciúma 49 38 12 13 13 36 41 -5 43
13° Paraná Clube 47 38 12 11 15 39 43 -4 41
14° Atlético-GO 46 38 11 13 14 36 46 -10 40
15° Ceará 45 38 12 9 17 42 50 -8 39
16° Oeste 44 38 10 14 14 37 45 -8 39
17° Macaé 43 38 10 13 15 46 54 -8 38
18° ABC 32 38 6 14 18 41 64 -23 28
19° Boa Esporte Clube 31 38 7 10 21 34 54 -20 27
20° Mogi Mirim 23 38 4 11 23 32 69 -37 20

12 comentários em “Série B 2015 – Classificação final

  1. Acacio Elleres, querido amigão, na verdade não temos nada a comemorar. Essa manutenção na série b não foi mais que pura obrigação de um time que recebia salário em dia, fato inédito no futebol paraense, folha salarial alta, apoio estrutural, onde o time teve o Mangueirão a disposição e a Curuzu toda reformada para mandar seus jogos. Teve até um ônibus particular para transporte que mais parece um avião. Amigo se os caras tivessem um pouco mais de pensamento grande e não fossem contratados tantos bondes, era para o Paysandu estar com a taça na mão nessas horas porque após a vitória sobre o coral em Recife as chances eram de 90% e para isso bastava apenas os 3 pontos perdidos para o Macae rebaixado, 4 pontos perdidos para o Mogi rebaixado, 5 pontos perdidos para o freguesão Sampaio correia e 3 pontos perdidos para o Goaniense quase rebaixado onde continuou o tabu do Paysandu não vencer time goiano no Serra Dourada desde 1976. Com esse pontos o time subiria e seria campeão com folgas. Então sinta-se traquilo amigo pela mantutanção, mas não comemore porque não existe motivo para nós bicolores comemorarmos pelas chaces que o time perdeu. Porém se vc se refere a ranking, aí sim dá para comemorar porque o bicola deverá subir 4 posições e aumentar a vantagem sobre o vizinho do outro lado da Almirante mas isso ainda é pouco rsrsrsrsrsr

    Curtir

  2. Por um lado o Acácio tem razão, pois muitos secadores davam certo o rebaixamento do Papão. E “vibraram” com o não acesso bicolor.

    Curtir

  3. Pois é, eles começaram o ano dizendo que o papão ia viver na zona.
    Diziam que era só esperar pra ver em que rodada íamos cair.

    O Paysandu começou mal, perdeu duas seguidas, ali, até o Atorres tirou logo sua lasquinha.

    Mas depois o Papão começou a arrepiar.

    Em resumo, terminaram o ano felizes porque não subimos kkkkkkk

    Torcida fustrada essa do remorto, vive a nossa sombra, só são falados no Brasil, quando falam do Paysandu, fora isso, o Brasil desconhece esse “timaço”.

    Achei porreta termos terminados em 7°, uma homenagem aos 70 anos dos 7×0

    Curtir

  4. Só vim aqui lembrar o time mendivaga q o último título deles foi no carnaval, isso pq roubaram o Quem são eles kkkkkkkkk Toscano mandou lembranças, falou q tá doido pra dar uma toscana na mucura sem vergonha kkkkkkk

    Curtir

  5. Nélio, expressei essa opinião baseado na minha forma de viver e encarar as coisas.Tudo na vida para dar certo tem que ter metas e planejamento. Ora, todos sabemos desde o início que a meta para 2015 era a manutenção do clube na Série B e para tanto gastou-se o que se podia.

    Eis que de repente, o clube vale-se de um bom momento e de forma surpreendente chega às primeiras colocações, deixando para trás equipes bem mais aquinhoadas financeiramente dentro da competição e naturalmente com plantéis mais qualificados.

    Imagine-se comprando um carro popular para o seu dia-a-dia. Para as tarefas mais simples ele serve perfeitamente, mas ao se aventurar em uma estrada você nota que ele deixa a desejar em alguns quesitos que os outros motoristas tem em suas possantes máquinas. Simples assim.

    A competição de pontos corridos requer um elenco bem qualificado e com peças de reposição à altura, para que consiga se manter ao longo de 38 rodadas e isso o Paysandu não teve.

    Aponto como início da queda bicolor aquele jogo contra o Fluminense no Mangueirão, que além de perdermos a classificação da CB perdemos o Ricardo Capanema. De lá para frente o time não se achou mais.

    Enfim, comemoro sim o 2015, pois vi um time que sempre lutava para não cair, lutando para subir. Um time servindo de exemplo para muitos, inclusive para o rival que pelo seu presidente em exercício à época, está pelo menos uns dez anos à frente.

    Pode até parecer pouco, mas estou muito feliz com o que acontece hoje no PSC.

    Forteabraço.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s