Escolha do técnico do Remo ainda indefinida

Nem bem Cacaio foi descartado pela Diretoria do Remo começou a temporada de especulações sobre o seu substituto. Vários nomes têm sido citados, por enquanto sem qualquer confirmação por parte do clube e dos próprios profissionais. Oito técnicos compõem a lista mais recente de candidatos a ocupar o cargo vago no Leão.

O nome mais lembrado é o de Josué Teixeira, campeão brasileiro da Série C em 2014 pelo Macaé e que dirigiu o time na reta final da Série B. Amigo de alguns dirigentes, não enfrenta resistências interna. Segundo uma fonte azulina, Josué traria um “pacote” de atletas do clube do Rio para reforçar o Remo, incluindo o atacante Pipico. Em conversa com Cláudio Colúmbia, do blog, o técnico negou ter sido sondado pelos remistas, mas disse que vê com simpatia a lembrança de seu nome.

Marcelo Chamusca, ex-Fortaleza, é o nome do dia, mas que tem contra si a pouca visibilidade no futebol paraense. Além disso, vem de trabalhos sem bons resultados nos últimos clubes que dirigiu.

Mazola Jr. (foto), que dirige o CRB na Série B, também faz parte do rol de nomes especulados no Evandro Almeida. A dúvida é se o clube assimilaria um técnico que sustentou um confronto direto com o ex-presidente Zeca Pirão, falando em suposto “sistema” para beneficiar o Remo no campeonato estadual de 2014.

unnamed (85)

Sidney Moraes foi especulado pela proximidade com o gerente de Futebol Fred Gomes, mas enfrenta resistências na Diretoria por conta de sua passagem negativa pelo Paissandu.

Flávio Araújo (foto abaixo) voltou à ordem do dia, mas, além de restrições ao seu trabalho pelo fracasso de 2013, há o fato de que ele interessa ao Fortaleza e ao próprio River, onde conquistou o acesso à Série C 2016.

REXPA 1o da Decisao Parazao 2013-Mario Quadros (24)

Marcelo Veiga, que se desligou do Botafogo-SP após a conquista do título da Série D, também é lembrado. Contra ele pesam as mesmas resistências de dirigentes contra Flávio Araújo: a má experiência anterior no clube.

Léo Condé, que comanda o Sampaio Corrêa na Série B, é outro nome comentado, mas é considerado um profissional caro pela valorização que obteve nos últimos dois anos e dificilmente estaria nos planos azulinos para 2016.

Dentre os nomes regionais, Ricardo Lecheva tem sido o mais citado, mas a recusa ao convite feito pelo Remo neste ano ainda é muito lembrada no clube como impeditivo para sua contratação. (Fotos: MÁRIO QUADROS)