Liga Sul-Minas-Rio decide romper com a CBF

POR JUCA KFOURI

Em situação de extrema fragilidade política, a CBF recuou diante da posição da Ferj e avisou a Primeira Liga que será preciso fazer uma assembleia geral para aprovar o torneio dela. Rubinho, o presidente da Ferj, mandou uma carta exigindo que a CBF se posicionasse contra a Liga.

Ao saberem da nova posição da CBF, os presidentes dos clubes fundadores da Liga, aí incluídos as duplas Fla-Flu, Gre-Nal e Atle-Tiba, Cruzeiro e Galo, além dos clubes de Santa Catarina, já se manifestaram para repudiar a intenção da CBF, que não fez assembleia alguma, por exemplo, para aceitar a Liga do Nordeste.

“Nosso torneio sairá queira a CBF ou não, provavelmente em 19 datas e, se for o caso, apenas com os árbitros da Federação Catarinense, caso as demais se curvem e nos neguem árbitros”, disse um dos presidentes dos clubes fundadores ao blog.

ROMPIMENTO

Em reunião nesta tarde, a CBF recuou da sua chancela a Liga Sul-Minas e defendeu que o torneio só poderia sair com aprovação de assembleia de federações. Os clubes participantes não aceitaram e romperam com a confederação: farão o torneio sozinhos. A mudança de posição da CBF ocorreu depois de uma pressão da Fferj (Federação de Futebol do Rio de Janeiro) sobre o presidente da confederação Marco Polo Del Nero. “Tiraram o apoio. Esse Rubens Lopes deve ter alguma coisa lá dentro. Não temos mais nada com essa casa do 7 a 1″, disse o executivo da liga, Alexandre Kalil. “Consultei todos os clubes e eles disseram para não aceitar essa história de assembleia.”

Del Nero não apareceu na reunião. Mandou o diretor financeiro Rogério Caboclo que comunicou a necessidade de uma aprovação de todos os clubes e de federações para o torneio. Com o recuo, a intenção é modificar o formato da liga. Inicialmente, teria cinco datas para preservar os Estaduais. Agora, a tabela pode mudar e se expandir tomando datas dos regionais, segundo Kalil. (Com informações de Rodrigo Matos, do UOL)

3 comentários em “Liga Sul-Minas-Rio decide romper com a CBF

  1. A CBF precisa agir mais em nome do futebol, dos clubes e dos atletas, não em causa própria. O campeonato brasileiro de pontos corridos não é justo, a venda das transmissões não é justa, o horário dos jogos não é justo. O torcedor é secundário. O torcedor é gado. A transmissão sim é primária, é o principal cliente. O futebol não está sendo privatizado, mas terceirizado, alugado. No discurso dos dirigentes de futebol todo mundo ganha dinheiro, menos os clubes. Ora, o que há de errado?… A CBF. A CBF é o que está errado, não desenvolve o futebol brasileiro, age de acordo com os interesses dos clubes mais endinheirados, e dos endinheirados que querem ganhar mais dinheiro explorando o futebol. Atletas e torcedores são figurantes no mundo dos negócios que é o futebol. O país destina recursos para o esporte, mas não tem um ministério público dedicado ao esporte. É necessário.

    Curtir

  2. Vejo aí uma grande chance da mucura ser campeã da série A, pois, teoricamente, as maiores forças do futebol do país poderão até não disputar essa competição… para isso, basta o acesso….. pelo que os bocudos dizem, já está garantido….

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s