10 comentários em “Capa do Bola, edição de quinta-feira, 09

  1. O futebol do norte, no geral, é muito decifitário – seja no contexto técnico ou financeiro. No entanto, o diferencial das duas locomotivas é que um está na Série B e o outro sem série. Independente de situação, nenhum dos dois tem a mínima condição de sucesso frente a qualquer série do futebol brasileiro. Presságio popular válido para ambos: Panela que muitos mexem, não toma tempero.

    Curtir

  2. Quem não consegue ganhar um campeonato onde seus fanáticos torcedores alguns que escrevem ai acima diziam que o paçamdú era o time a ser batido e que tudo dependia dele e bláblá, bláblá. bláblá, os resultados demonstram que a política de alguns abnegados tirarem dos bolsos e manterem o clube, construindo hotel, reformando estádio, contratando reforços é uma teia de aranha que será forte se os resultados vierem se não…..ao que parece o campeonato barbada onde só tem time fraco já era, e já se vão 2 anos sem título do paraense, a diferença entre o Remo e o paçandu está justamente no dinheiro e muito dinheiro que saem dos bolsos dos “abnegados”, mas como muitos dizem por aqui também quando o blogueiro fala em politica partidária, que o Brasil vive uma crise e que a culpa é da Dilma (rsrsrs), digo que lá pelas bandas da cururu vende-se muitos sorvetes, faz-se muitos projetos e vende-se muitos remédios e lá com certeza é outro Brasil.

    Curtir

  3. Engraçado os bicolores dizem que o Remo não serve de parãmetro é ano passado 5 x 1 voces também não serve 2012 subiro não merda o Àguia quer ajudou o Macaé fez 2 x 0 mais se afobou senão não tinha subido em 2014 mais uma vez o Àguia ajudou o time do Àguia merecia uma estatua na curuzu kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Curtir

  4. A verdade é que hoje não tem mais Tiradentes, Pinherense, Elo Maritimo etc…, que se encontravam no campo de jogo, e mesmo assim, as vezes davam trabalho.

    Hoje esses times do interior, tem apoio das prefeituras , do empresariado local e os seus recursos próprios, montam seus sucatões, não tem pressão de imprensa ou de torcida, entram como azarões e tem dado certo.

    É preciso que se respeitem eles. Era obrigação do papão ganhar eles ontem? Não só ontem, era obrigação do papão ganhar este campeonato com os pés nas costas, mas não vivemos só de teoria, vivemos de pratica, sabemos que o papão ainda é um time em formação, sabemos que não temos uma boa zaga, enfim sabemos que o ano tá só começando e não terminando, como tá pra alguns, então torcedor bicolor, nós temos todo o direito de se indignar, mas devemos reconhecer que esses times tem o seu valor.

    Em relação ao rival, sabemos que o pobre passa por um momento difícil, e este ano tá pior que nos outros anos, sendo assim concordo que não se pode achar que ganha-los sirva de acomodação, os caras pegaram 5 gols do Tapajós no mangueirão, tão numa pindaíba danada.
    Este ano realmente o remo não serve de parâmetro, mas nós devemos reconhecer que independente disso, o Paysandu já faz o pior campeonato da sua história, creio eu.

    Mas há tempo de mudar o curso dessa história, vamos ganhar o SF, e se Deus quiser classificar, e depois papar o titulo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s