Mazola diz não e Papão já procura treinador

unnamed (15)Depois de muita expectativa, o técnico Mazola Junior recusou na tarde desta quarta-feira a contraproposta feita pelo Paissandu para renovação de contrato. Responsável direto pela recuperação do time no Campeonato Brasileiro da Série C, Mazola saiu bastante valorizado com a conquista do acesso à Série B e exigiu bases salariais consideradas acima das condições financeiras do Papão para a temporada 2015.

Conhecedor do elenco e adaptado ao clube, ele era o nome preferido da diretoria para comandar a equipe na Série B, mas sua negativa faz com que os dirigentes saiam em busca de um outro treinador. Flávio Araújo, Ricardinho, Guto Ferreira e Chamusca são os nomes mais mencionados na Curuzu.

Enquanto isso, a diretoria segue contratando jogadores. Já estão confirmados um goleiro (provavelmente Saulo, do Guaratinguetá), um lateral direito (Tiago Cametá, ex-Fortaleza), um volante (Elanardo, ex-Icasa) e um meia-armador. O presidente eleito Alberto Maia não confirma os nomes, dizendo que irá aguardar que os jogadores assinem contrato. (Foto: MÁRIO QUADROS/Bola)

44 comentários em “Mazola diz não e Papão já procura treinador

  1. Mazola descobriu que no Pará ha uma mina de ouro, que e as torcida de Remo e Paysandu e ai o cara que se aproveitar da situação. Ele mesmo falou que temos uma mina de ouro na nossas torcidas. Se eu fosse o presidente do Papão eu nao abriria mão de contratar segundo as condições do clube e manda o Mazola ver se ele vai ganhar o dinheiro em outro clube como ele quer ganhar no paysandu, Duvido. Aliás se e eu o presidente esse camarada nunca mais voltava ao paysandu pois ja e a segunda vez que ele esnoba o papão. Paysandu e maior do quer qualquer treinador ou jogador.

  2. Duvido que Mazola consiga um salario melhor do que receberia aqui no Paysandu.
    Agora é acertar com outro treinador urgentemente para que avalie as contratações que o Paysandu já realizou, e aprove os próximos nomes a serem contratados. Evitando que ao chegar o novo trinador solicite uma barca de jogadores apadrinhados.

  3. Lamento a saida do Mazola, mas a diretoria bicolor tomou a decisão correta, o papão perde com a saída dele mas ele também perde em não aceitar a oferta bicolor, espero que a diretoria contrate com urgência o novo técnico.

  4. O excessivo adocicamento anal, traduzido pela reivindicação de um salário exorbitante, já indicava que essa noiva evitaria o altar pois pretendia fugir com outro. Vida que segue. Cabe à diretoria traçar diretrizes e montar o perfil do trabalho que projeta pro futebol bicolor, digo eu: um time sem estrelas , mas recheado de profissionalismo, aplicação e raça.

  5. Com todo respeito ao Mazola, mas ele tá se achando o rei da cocada preta.vai se arrepender de não aceitar a oferta bicolor.

  6. putz, Questões salariais impediram o retorno do Mazola depois do Papão ter arrecadado em um jogo a receita equivalente de 3 RExPAs ?????? isso é estória de pescador e não tem sentido nenhum. A verdade dos fatos como postei ontem é que Mazola, além de treinador e torcedor e sócio bicolor. E como tal quer o bem do clube. O cara sabe que com essa estrutura atual, e a dificuldade que se transformou essa serie B, clube que não estiver preparado, tecnicamente, financeiramente e FISICAMENTE, corre o risco iminente de ser mesmo apanhador de açaí como os sofredores azulinos tiram sarro: SUBIR APANHAR E DESCER. Para o bom desempenho hoje em qualquer competição nacional, Não tem outra alternativa que não seja estruturar ainda que provisoriamente o clube. E para isso Mazola propôs a grande idéia de transformar em caráter de urgência, a Curuzu em Centro de Treinamento do Papão e todos os jogos sendo jogados no Mangueirão. Uma idéia genial que poderia já dar em situação de emergência uma boa estrutura bicolor ainda que provisória. Mas a nova diretoria do Maia já tinha se posicionado contra porque querem mandar jogos lá, construir novas arquibancadas, e deixar o time que vai disputar uma série B como único representante do Norte, fazendo seu importantíssimo condicionamento físico e técnico em campo de pelada do time do casa. Aí meus amigos bicolores e rezar e rezar, porque assim como no jogo dentro de campo a gente ver melhor quando está fora, parece que nas questões administrativas parede que enxergamos melhor também do lado de fora e não entendemos tanta papagaiada de dirigentes.

  7. Espero que a profissionalização que o Presidente Alberto Maia prega TODOS os dias nos jornais, realmente ocorra, e que não contratem verdadeiros enganadores para cá. Sem falar na criação de categorias de Base de verdade que não existem aqui na região norte.

    reforços para o remo : Renie, capanema, eduardo ramos, Zé antonio… rsrssr todos com salários dobrados.

    alias, um primo do Ricardo capanema me disse que ele recebia 17 mil na série B 2013, acho que manteve esse valor em 2014.

    E no inicio de 2014 recebeu proposta de 25 mil para atravessar a almirante barroso.

  8. QUER DIZER:

    Os caras não tem idéia. Aí vem o bom treinador e dar uma grande idéia para o clube ter o mínimo de estrutura, mas os caras dirigentes não aceitam, acham que é muita exigência. Como diz aquele Anaisse: Mas assim………

  9. Sinceramente, por alguns exemplos que temos visto ao longo dos tempos no futebol de Belém, eu acho que muitas vezes uma coisa que parecer ser muito boa, acaba sendo muito prejudicial, a menos que eu esteja enganado. Para ser claro, somente nesses jogos com Tupy, Mogi e Macaé em menos de um mês o Paysandu ganhou uma grana líquida que não conseguiu ganhar nem em toda a segundona em 2013, nem no parazão e muito menos na Copa Verde. O olhem que tivemos 10 REXPA, e o time chegou em todas as decisões. Eu acho que isso acostuma mal dirigentes, os quais preferem deixar mesmo o time nesses tipos de divisões que subir o time para uma série B ou A, onde imaginam que vão ter de gastar muito e não sabem se vão ganhar tanto quanto ganharam nessas divisões inferiores. O exemplo maior disso, foi o LOP ter deixado escapulir na imprensa ou pensou alto quando falou que não iria levar o Papão para série B, porque o clune não tinha estrutura para aquilo. Aí eu entendi porque o Papão não saía da terceirona. Depois de falar isso e pressionado, LOP , rapidamente ainda que com sorte, subiu o Papão. No azulino é a mesma coisa, depois que os caras faturam alto na serie C 2005 e tiveram record de público, parece que viciou dirigentes, e os caras nunca mais quiseram sair dessa divisão e é daí para baixo. pode ver.

  10. Vida q segue, Mazola é sem dúvida um excelente profissional. Agora a diretoria tem q manter os pés no chão, pois como ele ha outros grandes profissionais, so tem q ter calma e traçar o melhor perfil pro clube continuar no caminho das vitórias

  11. Mazola seria uma boa para o Remo e até o Capanema. Como não há planejamento mesmo e ele já conhece o elenco, a adaptação seria mais fácil.

  12. E os jogadores que seriam contratados que tinha a indicação dele?

    Essa cartolagem é uma droga.

    O que muitos chamam de economia e pés no chão, eu chamo de miséria.

    * Jota, esqueça dele ir pro Remo, por tudo que ele disse sobre esse time, e sem contar, que seria uma ÓMILHAÇÃO pro Maia & Cia, um time mijado e sem divisão pagar o que o Paysandu não quer pagar.

  13. Desconfio que Mazola ficará mesmo pelo interior de São Paulo. Não é tão bobo pra esperar a definição de quem presidirá o Remo, daqui a dez dias, pra tomar seu rumo.

  14. As propostas de Mazola eram excelentes, caras, mas perfeitas: ct na Curuzu, nutricionista e empresa de fiscalização pra base, jogos no Mangueirão etc. Quiseram economizar. A série C se aproxima.

  15. Jota, depois deste ano que passou em que experimentou um período vicejante, o Mazolla certamente agora pretende alcançar o seu primeiro título, daí que além do reajuste salarial, faz estas exigências de estrutura. Mas, no patamar em que ainda se encontra sua carreira, o Mazolla dificilmente conseguirá noutro clube a remuneração que pretende e muito menos todos estes itens de estrutura que elenca. De todo modo, que ele tenha sucesso seja lá para onde for.

  16. Lamento pela decisão, mas vida que segue.
    Não sei quanto a opinião dos amigos, mas eu gostei muito do trabalho do Marcelo Vilar aqui no Botafogo-PB, conseguiu o acesso da série D em 2013 sendo campeão da competição, e também tem um acesso do Grêmio Barueri em 2006.
    É um treinador de fala mansa, muito tranquilo e muito família.
    Gostaria de vê-lo no Papão, mas, acho muito difícil ele deixar o Belo pois o seu contrato foi renovado para mais uma temporada!

  17. Sobre o Mazola, acho que ele tinha uma boa visão em usar a Curuzú como CT, enquanto este ainda é um sonho, e realizar os jogos no Mangueirão. Mas a direção parece não ter concordado muito com esta ideia.

  18. Jota, posso te garantir que a cartolagem bicolor recusou o Mazola, porque é aficionada pela Curuzú.

    Máximo, esse que é o problema, arriscar mudar o que poderia dar certo. Série B deve se cometer pouco erros, tanto para subir, como para não voltar pra baixo de novo. Penso que o Paysandu comete um primeiro erro, mas que se for contratado um excelente técnico, que venha compromissado com a causa e não só ganhar um bm salário, esse primeiro erro pode ser considerado como bônus.

    Oliveira, me responda com SINCERIDADE, QUEM PERDEU MAIS este ano?

    Paysandu que só conseguiu ser vice e subir pra serie B
    Remo mijado que foi CAMPEÃO PARAENSE OHHHHHHHH, levou uma traçada do jacaré e ficou sem série?

    SEJA HONESTO!

  19. O Alberto Mala já começou a aprontar. Como diz o Ivo Amaral, Mazola não tem esse cacife todo, no Bragantino, ganhando uma mixaria, não aguentou 5 rodadas. Mas pelo visto ele deixou as portas abertas no Pará, quando baixar a bola dele, vem com o rabinho entre as pernas.

  20. Como ele mesmo disse, ( Mazola) no Bola na torre, Belém e uma mina de ouro pra ganhar dinheiro. Papão e maior do quer qualquer treinador e jogador. Vai com Deus.

  21. Amigos,

    Vida que segue. Mazola pediu alto. Tem o direito. Bem como o Paissandu tem o direito de não aceitar a proposta do treinador. Agora é pensar em um treinador que entenda o futebol paraense e que tenha consciência do tipo de futebol praticado na série B. Além disso, a diretoria deve refletir sobre as críticas que Mazola fez ao clube (divisões de base), todas severas, porém todas verdadeiras.

  22. Segundo a entrevista de Mazola ao Diário, a vinda dele não veio devido aos salários, ao fato do ex-treinador ter exigido reforços de peso para série B e melhorias na categoria de base (entenda-se CT e treinar na Curuzu).

    Sobre o posicionamento da diretoria, digo que espero que as coisas funcionem, mas até o momento não estamos vendo os reforços do Papão, além disso, as especulações giram entorno de jogadores da série C, D e clubes que foram rebaixados para C.

    Como disse, espero que a diretoria acerte nas contratações, mas já vimos essa história de jogadores baratos e de série inferiores (Belo e companhia são bons exemplos).

    Sobre categoria de base, a diretoria deveria refletir mais sobre a fala de Mazola que foram pertinentes.

    Sobre jogar na Curuzu ou Mangueirão, digo que apoio o ex-treinador quando os jogos foram da série B. Curuzu, na série B, deve ser CT para os profissionais.

  23. Para ver Claudio, é tanto silêncio nas contratações que não dá em nada. Nenhum clube do Brasil trabalha em silêncio absoluto, ou você vai e contrata ou você não contrata. Ponto final. Charles não era nenhum craque, mas na final, por exemplo, fez muita falta.

  24. Exato Claudio, você faz pré-contrato com jogador que terminará contrato com algum clube (tipo Jonathan), mas jogadores livres você vai e contrata. Ponto final. Não existe meio termo em contratação. Como advogado, Maia sabe disso.

  25. Galera acho que somos o mais sério candidato a série C em 2016.
    Parece que a pasmaceira não era apenas oriunda de Vandique. É uma pena comemorar um acesso e no outro ano lamentar a queda.
    Mazola não falou nada errado. O cara estava com vontade de vencer dai as exigências. Mas o Paysandú….

  26. Sei não, mas acho que a não renovação do Mazola é puro papo furado. Prefiro acreditar que a diretoria está jogando pra plateia. Acho os ânimos pra lá de calmo.

  27. Enquanto Paissandu não quer gastar com treinador e anuncia pré-contrato de vários jogadores de origem duvidosa, objetivando economia, América Mineiro manteve Givanildo Oliveira, que depois de uns cinco anos, voltou a fazer um bom trabalho em uma equipe expressiva.

    Amigos, o problema não é gastar muito ou pouco. É contratar vários jogadores de origem duvidosa, ao invés de optar por cinco ou seis nomes certos.

  28. Em 2014 Mazola ganhava 50 mil
    pediu 100 mil para 2015
    diretoria ofereceu 60 mil
    Mazola fez contra proposta acredito meio termo 80 mil
    Diretória não abriu mão dos 60 mil. Fim

  29. É preocupante o cenário para 2015… Tomara que não venhamos a ver o mesmo filme de 2013, quando o PSC viveu praticamente só na Zona de Rebaixamento, da Série-B e… foi rebaixado…

  30. Por favor alguém aí faça-me o favor de dizer que essa nova diretoria do Paysandu já começou com um monte de loucura e doidice porque acharam caro pagar 80 mil para o Mazola retornar mas já contrataram o rogerinho velho, mercenário e 9×0 do grupo de 2006 por 40 mil de salário. assim não tem combate…

  31. Maia disse que Ofereceram para o Mazola 20% de aumento. sendo o valor final de 60 mil (treinador + comissão técnica) ou seja, ganhava 50 mil + 20 % = 60 mil

Deixe uma resposta