Comentarista é afastado por xingar colega no ar

Ofender um colega de trabalho rendeu demissão ao jornalista Kenny Braga. Ao participar nesta segunda-feira, 10, do ‘Sala de Redação’, programa da Rádio Gaúcha transmitido às 13h, o comentarista se envolveu em discussão ao vivo e xingou, no ar, o também cronista Paulo Sant’Anna. “A tua mãe, filho da p…”, disse o profissional, que, com a agressividade, foi dispensado da emissora e do jornal Diário Gaúcho, ambos veículos mantidos pelo Grupo RBS.

Ao divulgar a decisão de abrir mão da presença do jornalista em seu quadro funcional, a direção da RBS pediu desculpas “ao público, aos anunciantes e aos seus profissionais”. Torcedor declarado do Internacional, Braga começou a sua participação criticando a conduta adotada pelo programa, que em sua avaliação estaria querendo a “desconstruir a imagem” do “craque” D’Alessandro, meia da equipe colorada. Ao começar a falar alto, ouviu de Sant’Anna que deveria “gritar com a sua mãe”. Com a frase, o comentarista ofendeu o colega de trabalho.

Depois do momento de tensão com palavras de baixo calão que durou aproximadamente 60 segundos, o programa da Rádio Gaúcha seguiu normalmente por mais de 40 minutos. Além da demissão de Braga, o Grupo RBS comunicou que o comentarista Paulo Sant’Anna está afastado da atração “por prazo inderteminado”. Motivo? Ter se portado, segundo a avaliação da empresa, “de forma inadequada na ocasião” em que foi xingado de “filho da p…”. (Do Comunique-se)

3 comentários em “Comentarista é afastado por xingar colega no ar

  1. GrexNal teu nome é sinônimo de porradal. Não foi diferente no domingo, quando, após várias escaramuças, houve a maior ao sair o quarto gol gremista do argentino Ruiz que, pra piorar as coisas, foi comemorar perto do banco Colorado provocando exaltação geral e furibundismo especial no D’Alessandro, que saiu à caça do patrício e foi contido pelo nada dócil Felipão com um safanão.
    Porém, nunca se ia pensar que sairia do gramado para os estúdios de uma rádio, causando bate-boca e demissão de profissionais da imprensa, até que nem tão profissionais assim. Pelo aflorar das paixões, estamos perto do momento em que torcedores dos dois times terão que formar, não brigadas, termo inapropriado pro evento, mas equipes apaziguadoras a fim de operar o ‘deixa disso’ entre jogadores e pessoal da imprensa, antes que impere um clima de MMA no seio das duas categorias. Credo!

    Curtir

  2. Por aqui não se chegou a tanto, mas já houve várias discussões acaloradas entre profissionais de rádio. Pela idade avançada de alguns é melhor tomar um Calman antes dos programas.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s