Dunga é o mais cotado para assumir a Seleção

-Começou como balão de ensaio, mas aos poucos ganha ares de fundamento. A imprensa do Sudeste começou a especular na quinta-feira e nesta sexta o boato passou a adquirir tons mais sérios: Dunga, que dirigiu a Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2010, teria a preferência de Gilmar Rinaldi (novo coordenador das seleções brasileiras) para voltar ao cargo. Indisposto com muita gente durante o mundial da África do Sul, Dunga tem bom retrospecto à frente da Seleção e seu estilo disciplinador é bem visto junto ao alto comando da CBF. Em 2010, ele foi convidado sem ter qualquer experiência profissional como técnico, mas era o nome que Ricardo Teixeira entendia como perfeito para resgatar a confiança no escrete e comandar um processo de reformulação. Desgastado com o fracasso em 2010, ele teve poucas experiências profissionais. Dirigiu por menos de três meses o Internacional (RS) e depois passou a trabalhar como comentarista, tendo participado da cobertura da Copa por um canal de TV a cabo.

O adeus de João Ubaldo

10549974_803353116371036_4155188001668968101_o

O escritor João Ubaldo Ribeiro, de 73 anos, 7º ocupante da cadeira 34 da Academia Brasileira de Letras e colunista de jornal, morreu em casa na madrugada desta sexta-feira, no Leblon, no Rio. De acordo com a secretária de João Ubaldo, Valéria dos Santos, o escritor foi vítima de embolia pulmonar. Ele começou a sentir-se mal às 3h. Trinta minutos depois, foi dado como morto pela equipe médica.

— Ele sentiu falta de ar durante a noite. Dona Berenice (a psicanalista Berenice de Carvalho Batella Ribeiro, mulher do autor) e Chica (uma de suas filhas) pediram ajuda médica, mas não houve tempo para socorrê-lo. Foi uma morte súbita. Elas estão muito chocadas.

Em maio passado, o escritor esteve internado durante cinco dias no Hospital Samaritano por causa de dificuldades respiratórias. Os médicos aconselharam que ele parasse de fumar imediatamente. Desde então, João Ubaldo vinha diminuindo a quantidade de cigarros. “Não chegava nem a um maço por dia”, segundo Valéria, que trabalhava há dez anos com o escritor.

Ela lembrou, ainda, que o autor vinha escrevendo um novo romance há dois anos. Ele se levantava diariamente às 4h e escrevia até as 10h, “quando os telefones começavam a tocar e o interrompiam”, conta Valéria. Autor de clássicos como “Sargento Getúlio” (1971) e “Viva o povo brasileiro” (1984), João Ubaldo recebeu o Prêmio Camões, maior honraria da literatura em língua portuguesa, em 2008. Ele foi eleito para a ABL em 1993 para a cadeira número 34, no lugar do jornalista e escritor Carlos Castello Branco (1920-1993). (De O Globo) 

Estudante do Acre passa em 5 faculdades dos EUA

Por Bruna Souza Cruz – Do UOL, em São Paulo

Prestes a completar sua segunda semana nos Estados Unidos, o jovem acriano André Lucas Buriti de Melo, 19, ainda não acredita que conquistou umavaga e bolsa integral para estudar na Universidade Yale, uma das mais prestigiadas instituições norte-americanas.  O estudante também foi aprovado em mais quatro universidades dos EUA: BabsonBrownDuke eGeorgetown.

“Parece um sonho mesmo. Se me perguntassem há quatro anos eu não ia nem saber te explicar o que era Yale ou qualquer outra universidade norte-americana”, diz André, que começou a tomar conhecimento do assunto quando entrou no ensino médio em 2009, aos 14 anos. Em 2012, ele foi aprovado em direito na UFAC (Universidade Federal do Acre), mas não desistiu de estudar fora do país.

andre-lucas-buriti-de-melo-aprovado-nas-universidades-yale-babson-brown-duke-e-georgetown-1405544101906_300x420Inscrição e aprovação

Ainda no ensino médio, ele conheceu o trabalho de uma fundação que auxilia jovens brasileiros a estudar no exterior, a Fundação Estudar. Com as orientações recebidas, o jovem decidiu arriscar, mesmo já cursando ensino superior em Rio Branco. Das oito instituições que tentou, passou em cinco. Escolheu Yale, em New Haven (Connecticut), por considerar a mais adequada aos cursos que pretende: economia e relações internacionais.

“Os processos de seleção são meio parecidos. É preciso ter um bom desempenho escolar, enviar cartas de recomendações, escrever artigos falando sobre você, o que te interessa e como a educação que você vai receber pode te ajudar como pessoa. Coisas desse tipo. É preciso fazer duas provas, uma de proficiência no inglês e uma de conhecimentos gerais, o SAT [uma espécie de Enem norte-americano]”, explica o estudante, que aprendeu inglês sozinho.

Johnny Winter: o adeus de uma lenda do blues

O blues perdeu nesta quarta-feira um de seus maiores guitarristas. Aos 70 anos, morreu Johnny Winter. A informação foi divulgada somente nesta quinta-feira (17) no perfil oficial do músico no Facebook. A causa da morte não foi divulgada. De acordo com o texto, o artista texano foi encontrado morto em um quarto de hotel onde estava hospedado em Zurique, na Suíça. Winter estava realizando uma turnê pela Europa.

“Sua mulher, família e parceiros de banda estão todos tristes com a perda de um ente querido e de um dos melhores guitarristas do mundo. Um comunicado oficial com mais detalhes deve ser emitido no momento apropriado”, diz o texto.