Os encantos da capital portuguesa

124134

Imagens da visita à cidade de Lisboa, a convite da TAP (Transportes Aéreos Portugueses), que inaugurou voo na rota Belém-Lisboa nesta terça-feira, 3. Em agenda cuidadosamente elaborada, os jornalistas foram levados a conhecer no primeiro dia da estada na capital portuguesa o tradicional bairro de Alfama, a fortaleza de São Jorge, o Largo do Comércio e o Museu Histórico. A visita prossegue até domingo, quando retornaremos ao Brasil.

127

 

131

Tribuna do torcedor

Por Hideraldo Luiz Belém da Costa Lima (hideraldo_belem@hotmail.com)

Prezado Jornalista, na condição de torcedor e sócio remido do Paysandu, gostaria imensamente que V. Sa., se possível, publicasse a seguinte nota em sua coluna no Diário do Pará, pois assisti o RE x PA ao vivo ouvindo  a Rádio Clube aqui em Manaus.

Nesse jogo aconteceu o que eu já esperava há muito tempo. Parte da imprensa paraense ovacionou até demais o Paysandu, alguns endeusaram alguns jogadores e elevaram demasiadamente o trabalho do técnico Mazola Junior. Essa derrota demorou muito a acontecer pois em vários clássicos contra o Remo o PSC conseguiu vencer somente duas empatando seis. Esse time joga retrancado desde o início das competições, aconteceu na Copa Verde, acontece na Copa do Brasil, acontece na Terceira Divisão e no Paraense. Estão enganando a torcida do Paysandu, o Mazola é um tremendo gargantudo e o Paysandu é composto por vários jogadores de qualidade duvidosa. Se o Mazola gosta tanto de volantes que compre vários veículos e conviva diariamente com os volantes dos mesmos. O Mazola quis esnobar o Remo e se deu mal, menosprezou uma equipe que merecia um respeito maior. O Inferno não é aqui, mas aqui na terra pagamos os nosso pecados. O Roberto Fernandes deu um show de estratégia em cima do Mazola e está na hora do Presidente do Paysandu tomar atitude e fazer investimentos que realmente venham a premiar o meu querido Paysandu com pelo menos a subida para a Segunda Divisão.
Gerson, desculpe pela quantidade de palavras, mas minha revolta com essa equipe e com esse treinador retranqueiro é muito grande. Eu não aceito tudo o que está acontecendo com o bicolor e acho também que a torcida do Paysandu tem que fazer a sua parte e cobrar , sem violência, uma atitude dessa diretoria.