A sentença eterna

10153788_10201609680795684_4322315384054441653_n“É o que eu digo agora. Faça seu próprio sonho. Se você quiser salvar o peru. É bem possível fazer alguma coisa, mas não dotá-lo de parquímetros. Não espere que Jimmy Carter ou Ronald Reagan ou Jonh Lennon ou Yoko Ono ou Bob Dylan ou Jesus Cristo venha e faça por você. Você tem de fazê-lo sozinho. É o que os grandes mestres têm dito desde que os tempos começaram. Eles podem apontar o caminho, deixar indicações e instruções em variados livros que são chamados sagrados e venerados por suas capas, e não por aquilo que dizem, mas as instruções estão aí para que todos as vejam. Sempre estiveram e sempre estarão. Não há nada de novo sob o sol. Todos os caminhos levam a Roma. E as pessoas não podem fazê-lo por você. Eu não posso te despertar. Você pode se despertar. Eu não posso te curar. Você pode se curar.”

De John Lennon

S. Francisco x Paissandu (comentários on-line)

Campeonato Paraense – semifinal do returno

São Francisco x Paissandu – estádio Barbalhão, Santarém, às 20h30. 

Arbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva. Auxiliares: Hélcio Araújo Neves e Arlene Barreto Souza

São Francisco – Labilá; Aldair, Perema, Bruno Everton e Felipe Gabriel; P. Henrique, Marcelo Pitbull, Bruno Maranhão e Elielton; Ricardinho e Nenê Apeú. Técnico: Lúcio Santarém.

Paissandu – Paulo Rafael; Djalma, João Paulo (Pablo), Charles e Bruninho (Aírton); Vânderson, Augusto Recife, Billy e Pikachu; Marcos Paraná e Lima. Técnico: Mazola Jr.

Rádio Clube _ IBOPE_ Segunda a Sexta _ Tabloide

Na Rádio Clube, Géo Araújo narra, João Cunha comenta. Reportagem – Valdo Sousa, Dinho Menezes. Banco de Informações: Fábio Scerni. 

Leão tem maior torcida nortista, diz pesquisa GPP

REMOXPFC semifinal Parazao2013-Mario Quadros (7)

Por Vinícius Peixe

O Blog Teoria dos Jogos regressa de um breve recesso com a publicação que muitos esperavam: a configuração de torcidas da região Norte, primeira a ser completamente mapeada após a série de pesquisas exclusivas em parceria com o Instituto GPP.
Antes, algumas considerações. O instituto passou pelos estados do Pará (confira aqui), Amapá (aqui), Acre (aqui), Tocantins (aqui) e Rondônia (aqui). Mapeou também o Amazonas, mas neste o Blog publicou pesquisa de outro instituto. Como os números foram bastante semelhantes, não há qualquer prejuízo à configuração final. Por fim, o único Estado não contemplado foi Roraima, que responde por apenas 3% da população total – também não comprometendo o mapeamento regional anunciado.
Vamos, portanto, aos tão aguardados números. Veremos que os mesmos são bastante diferentes do que outras pesquisas divulgaram recentemente:

Detalhamento da pesquisa

Localidade: Região Norte do Brasil

Instituto: GPP

Amostra: 4.244 entrevistas entre agosto e setembro de 2013;

Margem de erro: 1,5 p.p

b3b51c70-ffb0-439f-bfdf-8acda18300bd_Fig 01

Por ora, nada mudou com relação ao que sempre foi verificado. O Flamengo detém a maior torcida com larga margem (31,9%) e viés de alta. Isto significa que, no futuro, haverá ainda mais rubro-negros em sua região de maior predominância. A segunda maior torcida é a do Vasco (9,5%), seguido de perto pelo Corinthians (8,6%). Beneficiados pela grande população paraense (48% do total da região Norte), Remo (7,2%) e Paysandu (6,9%) fazem bonito. Em seguida estão São Paulo (5,1%), Palmeiras (3,8%), Botafogo (2,1%), Santos (1,7%) e Fluminense (1%).

Em números absolutos, são:

5,4 milhões de flamenguistas

1,6 milhões de vascaínos

1,4 milhões de corintianos

1,2 milhões de remistas

1,1 milhões de bicolores

800 mil são paulinos

600 mil palmeirenses

300 mil botafoguenses

200 mil santistas

100 mil tricolores

Neste ponto, uma comparação. Em pesquisa publicada pela Pluri/Stochos no ano passado, atribuiu-se ao Flamengo liderança na região com apenas 22,5%, sendo o Corinthians o vice-líder (12%) e o Vasco apenas terceiro (8,2%). A diferença de 9,4 pontos percentuais representa incríveis 1,5 milhão de flamenguistas a menos. Em direção oposta, identificou-se 500 mil corintianos a mais (3,4 p.p). No total, diferença bruta de 2 milhões de torcedores entre flamenguistas e corintianos. Na opinião do Blog Teoria dos Jogos, embora a amostra desta pesquisa parecesse robusta (21.049 entrevistados), o baixo número de municípios (146) comprometeu a fidedignidade dos números. Pesquisas mensuram a realidade da amostra, o que pode ser diferente da realidade local. Assim, a baixa margem de erro da pesquisa Pluri/Stochos (0,68 p.p) se mostrou fiel aos municípios pesquisados, não necessariamente à região como um todo.

A configuração entre capital e interior:

b51d024b-29b2-4a62-97f4-a3cdd6decde1_Fig 02

Flamengo, Corinthians, São Paulo e Palmeiras são maiores no interior do que nas capitais. Isto se dá por conta de Belém, que concentra a maioria da força de Remo e Paysandu. A única das grandes torcidas a seguir a tendência dos paraenses é a do Vasco, concentrada nas metrópoles.

Por sexo e faixa etária:

51821078-3fc2-4154-a19e-bb593e6d392e_Fig 03

O Flamengo é ainda maior quando se consideram apenas homens: 34,3% das preferências. Entre eles, também não existe empate técnico envolvendo vascaínos (10,6%) e corintianos (8,1%). Apenas o Corinthians possui mais mulheres (9,2%) do que homens em seus quadros. Por idade, rubro-negros garantem a “perpetuação da espécie” subindo a 37,3% dos jovens entre 16 e 24 anos. Mas há reversão na segunda colocação: O Vasco só é maior que o Corinthians entre aqueles com mais de 35 anos. A Fiel sai de 3,5% dos mais velhos para 13,8% dos jovens, crescimento proporcionalmente menor apenas que o de são paulinos (de 1,2% para 9,6%). O Paysandu já teve a maior torcida do Norte – 19,2% daqueles acima de 60 anos – mas desaba a 3,9%, enquanto o Remo vai ainda pior (2,7%). Também vão mal entre jovens o Botafogo (1,1%) e o Fluminense (0,2%). Palmeirenses e santistas dobram de tamanho.

Por grau de instrução e nível de renda:

899a0a72-4c91-4ab2-b7e2-f95b10f656f2_Fig 04

229ac6c7-32d8-4ae9-a680-3ed8a8c7ed9d_Fig 05

Vasco, Palmeiras, Botafogo, Santos e Fluminense são os clubes que apresentam torcedores com nível universitário em proporção superior à média geral. Em direção oposta, o Flamengo possui o melhor poder aquisitivo entre as torcidas do Norte: 34,4% dos adeptos auferem mais de 5 salários mínimos. Remo e Paysandu são maiores entre os mais pobres.

Um grande abraço e saudações!

E-mail da coluna: teoriadosjogos@globo.com

Papão anuncia reforço para a defesa

34591O Paissandu anunciou na manhã desta terça-feira a contratação de mais um reforço para a disputa da Série C. O zagueiro Reniê, de 25 anos, é o novo contratado do clube. Revelado nas divisões de base do Vitória (BA), Reniê tem no currículo três títulos baianos, uma Copa do Nordeste (2010); defendeu o Comercial (SP) e teve passagem pelo Atlético Goianiense na Série A de 2012.

O zagueiro deve chegar na madrugada desta quarta-feira e, segundo o gerente de futebol Sérgio Papellin, vem pronto para jogar. Como Charles é titular absoluto, Reniê vai entrar na briga pela titularidade com os zagueiros João Paulo, Leandro Silva, Pablo e Lacerda.

Por outro Supremo Tribunal Federal

Por André Forastieri

De todos os criminosos que já se elegeram nesse país, nenhum é maior que Fernando Collor de Mello. Roubou a eleição de Lula. Roubou a poupança dos brasileiros. Roubou nossa fé na democracia. Primeiro presidente eleito em um quarto de século, usou o cargo da maneira mais porca possível. Foi escorraçado em menos de mil dias.

Agora o Supremo Tribunal Federal inocentou Collor por falta de provas. Bem, se ele não cometeu corrupção nenhuma, talvez a gente devesse devolver a presidência para ele. Dá pra chamar Zélia pra ser ministra e afanar nossa grana de novo, que tal? PC Farias não vai dar, porque o tesoureiro de Collor está sete palmos abaixo, boca bem fechada.

Com isso, o senador por Alagoas pode se apresentar ao eleitor como um inocente, injustamente perseguido, mas oficialmente limpo. Fez discurso indignado no Senado. Daqui a pouco se candidata de novo a presidente. Vai ter cretino pra votar nele. Pois não tem cretino para eleger ele em Alagoas?

10305047_10152115240066638_235438598410670140_nNa tribuna, Collor revisitou os anos dourados de gritalhão psicopata: “Estou inocentados de todas a delações, repito: inocentados de todas as delações! A ninguém mais dado o direito de dizer o contrário ou fazer meras ilações… o tempo é o senhor da razão! A verdade tudo vence!”.

É fato que o larápio já respondeu a 14 processos no STF e foi absolvido em todos. Isso não é prova de sua inocência, é prova de crime da justiça brasileira, e do Supremo Tribunal Federal. A balança do STF usa dois pesos e duas medidas. Com tucanato, empreiteiros e banqueiros, é uma mãe. Com os petistas, madrasta. O Mensalão foi julgado em tempo recorde. As trambicagens que Collor aprontou entre 91 e 92 só foram julgadas em 2014, 22 anos depois.

Lula anda atirando contra o STF. Diz que a decisão foi 80% política e 20% jurídica. Concordo discordando. Sim, a decisão foi política. Trata-se de processos contra políticos, certo? Mas nem por isso o STF deveria ter sido tão leniente com os mensaleiros como é com o resto dos poderosos que julga. Muito pelo contrário. Tem que ser rigoroso com todos, por igual, e duríssimo com quem assalta o tesouro nacional. A justiça não é cega. Ela usa uma venda. É para tratar a todos com o mesmo rigor, sem olhar a quem.

No Brasil abundam leis. Que adianta tanta lei? Do primeiro ao último brasileiro, sabemos todos que aqui só se enquadra ladrão de galinha. O STF decretar a inocência de Collor é só mais um cuspe na nossa cara.

Passou da hora de mudar isso. Vamos descobrir como outros países melhores que o nosso fazem, vamos pesquisar, vamos inventar, mas vamos mudar. Ninguém aguenta mais tanta esculhambação e impunidade. Para fazer Justiça com maiúscula, precisamos de outra polícia, outro judiciário – e outro Supremo Tribunal Federal.

Independente tem baixas para a semifinal

unnamed (1)

O Independente terá três desfalques para o jogo desta quinta-feira contra o Remo, estádio Baenão. Os laterais Fábio Gaúcho (contundido) e Joquinha e o volante Chicão são as baixas do time. Joquinha e Chicão estão suspensos. O técnico Lecheva deve definir hoje os substitutos dos jogadores,  Lecheva deverá improvisar na posição o zagueiro Ezequias.

Na primeira partida da semifinal do returno, o Independente derrotou o Remo por 3 a 0 no último domingo, no estádio Navegantão, em Tucuruí. Em função desse resultado, o Galo Elétrico conquistou o direito de poder perder por até dois gols de diferença. O Remo precisa vencer por três gols de diferença. (Foto: MÁRIO QUADROS/Bola)

Direção do Águia critica ato de racismo

unnamed (36)

Em meio à repercussão mundial pelo gesto de racismo contra o brasileiro Daniel Alves na Espanha, o caso de xingamento racista denunciado no jogo entre Paissandu e Águia no último sábado, em Castanhal, sofreu críticas de jogadores e dirigentes do time marabaense. Depois de um tumulto que envolveu vários jogadores nos vestiários do estádio Maximino Porpino, o auxiliar-técnico João Brigatti, do Paissandu, teria chamado o meia Eduardinho de “macaco”, revoltando companheiros e o diretor de futebol do Águia, João Galvão. O dirigente, que não irá registrar Boletim de Ocorrência na Polícia, mas disse que espera um pedido de desculpas do funcionário alviceleste. Galvão teve uma conversa com o presidente do Paissandu, Vandick Lima, serenando o problema. O dirigente, porém, garantiu que está esperando um pedido de desculpas de Brigatti.

O auxiliar João Brigatti negou ter cometido o ato racista contra o meia Eduardinho. Já o jogador contou que teve o cabelo puxado pelo auxiliar. Mesmo com testemunhas do ocorrido, Eduardinho descartou formalizar qualquer denúncia. O zagueiro Bernardo disse que escutou o xingamento ao companheiro de equipe, também condenou o racismo, mas preferiu elogiar a gentileza de Vandick, que foi ao vestiário do Águia para conversar com o jogador agredido. (Foto: MÁRIO QUADROS/Bola)