A frase do dia

unnamed (72)“Me adaptei de uma forma tão rápida que às vezes sinto que estou morando aqui há anos. Se eu tivesse ido para o futebol catarinense eu teria que me readaptar de novo, e isso poderia ser muito complicado. A minha família adorou a cidade e isso fez com que a minha decisão de ficar no Paysandu fosse ainda mais forte. Estou muito feliz aqui em Belém e em jogar no Paysandu. Dificilmente você chega em um clube e o torcedor te acolhe com tanto carinho como é aqui no Paysandu. Isso tem me ajudado bastante dentro de campo para dar o meu melhor nos jogos”.

De Lima, artilheiro do Paissandu.

28 comentários em “A frase do dia

  1. Não querendo puxar a sardinha para o nosso prato, mas Belém é uma cidade acolhedora com um povo muito bom, mesmo com todos os problemas que conhecemos.
    Decisão acertada, na minha opinião, do Lima. Mesmo se disputasse uma série A, o mesmo não teria garantias de ser titular na Chape. Já no Papão… Agora é dedicação e mais empenho para alcançar o título de artilheiro do ano no Brasil.

    Curtir

  2. Caso a diretoria do PSC nao tivesse dado o aumento salarial proposto por ele, duvido que Lima tivesse todo esse “carinho” pelo clube e adaptacao por Belem. Tal e qual o Heverton.
    #meenganaqueeugosto

    Curtir

  3. Penso da mesma maneira Miguel.

    O mais difícil é convencer o cara a vir jogar em Belém.

    Depois de três meses na cidade, eles (jogadores) percebem o quanto é bom viver em uma cidade que recebe os forasteiros de braços abertos e com muito amor.

    Curtir

  4. Curiosamente checando alguns borderôs da Copa do Brasil eu me deparei com o do jogo entre Resende x Vasco da Gama-RJ, jogo realizado na Arena Amazônia e constatei o absurdo no valor das despesa, pense que de uma arrecadação de R$2.122.210,00 ocorreu uma despesa de R$ 1.103.799,31, restando líquidos R$ 1.018.410,69.
    Será que poderíamos classificar as despesas com outro nome?
    Se isso não for roubo…meu Deus, em que país vivemos? A FERJ levou R$200.194,00 e com ingresso R$212.221,00, fora as taxas da FAF que somadas chegam a mais de R$206.000,00.
    Olha gente, como é bom fazer futebol neste país!

    Curtir

  5. Jorge Rocha, gostar da cidade é uma coisa, abrir mão de um aumento salarial é outra. Quantos paraenses não moram fora de Belém para ganhar um pouco mais e morrem de saudade da terrinha? Pense nisso amigo!

    Curtir

  6. Quem quiser conferir o divulgado acima é só acessar o site da CBF e constatar o fato!
    Nossas despesas à nível de FPF são fichinhas comparadas a este absurdo. E olha que as da nossa federação são monstruosas!

    Curtir

  7. Celira, nada melhor do que estar com os seus. Eu estou aqui em João Pessoa desde 99, morro de saudades de Belém, mas quando estive ai, em 2010, quase voltei para a Paraíba no mesmo dia, o trânsito me deixou “louco”, o corre-corre desenfreado da cidade…
    Mas tem certas horas que me pego pensando igual àquele urubu do ver-o-peso que se mudou para a fartura do interior, livre da concorrência de outras rapinas. A tranquilidade é muito boa mas nossa bagunça… não tem preço! kkkk
    Quanto ao Lima o que ocorreu foi uma melhora financeira no atual contrato dele. Falta confirmar se o valor chegou ao mesmo que ele receberia na Chape.

    Curtir

  8. Celira, essa de braços abertos, faz-me lembrar das “meninas” lá da Condo, Lapinha, Palácio dos Bares, etc, não só de braços abertos como outras “coisitas” mais! rs.

    Curtir

  9. E patético, mas o que realmente faz o jogador ficar nunca e citado pelo mesmo, o dinheiro, VC Lima ficou por causa do dinheiro. Não venham me dizer que não, ainda vem com essa conversinha velha. Diga assim Lima: fiquei porque a cidade e boa, a torcida me recebeu bem e agora tenho um ótimo salario!

    Curtir

  10. O cara parece mesmo que é da região. Faz exatamente as mumunhas que os outros jogadores fazem. Inventa proposta de outro clube para ganhar mais, depois começa a falar bem da terra para fazer média com os torcedores. Daqui a pouco ele vai imitar aquele atleta da década de 90 e chamar a camisa de “manto sagrado” (repetindo o que dizia na época de Flamengo). Aí duplicam o salário dele, como fizeram com o atleta citado. Paysandu está supervalorizando o jogador. Assim como o Eduardo Ramos do ano passado não foi o mesmo no brasileiro, Lima também não será. A série C pode não ser um primor de técnica, mas os zagueiros por lá são mais bem preparados que os do parazão, copa verde e (até agora) copa do brasil. É fácil ser artilheiro contra adversários amadores.

    Curtir

  11. Olha o despeito !Nesse comentário o autor mostra não conhecer o curriculum do jogador ! Ele nem fala em suposição,afirmando que o rapaz não vai jogar nada.Pediria para ele os números da Sena. É o que dá você meter o bedelho na cozinha dos outros ! Tem que comentar é a desgraça do encardido que está sem pai nem mãe,no futebol brasileiro ou então imitar o Rocildo que foi só o remorto começar a apanhar, escafedeu-se do espaço ! Te contar. É muita inveja do maior do norte !

    Curtir

  12. Manoel este cidadão do comentário 10 está com dor de cotovelo pois o projeto 33 começou falido, não vingou e nunca vingará. Agora falar do Lima, tem que lavar a boca!
    O cara chegou com toda a humildade do mundo, fez e faz o trabalho dele corretamente.
    Por onde passou foi respeitado, tanto que a torcida do Joinville o tem como ídolo até hoje e o atleta foi lembrado pela Chapecoense por suas virtudes.
    Cara, tem tanto torcedor enlutado, puto da vida, porque neste ano o Paysandú contratou com critério e o resultado está nos gramados.
    O desinformado cidadão vem falar de clubes amadores na Copa Verde, amador só se for o Remo que comete os mesmos erros todos os anos de contratar uma carrada de penca e depois fica mendigando vaga aqui e acolá, só que graças ao Seneme, e ao Paysandú terão a vaga no limbo!
    O time amador, que o expert fala ai no comentário 10, o Princesa de Solimões sapecou 3 x 1 no Brasiliense.
    Eu nem me admiro destes infelizes ao comentarem sobre o Paysandú pois a raiva dos caras ultrapassa a razão. Só que na história gravada dia a dia, o Soberano da Amazônia vai cada vez mais se distanciando destes times amadores que mesmo com vaga na quarta divisão não significa que subirão!
    Já o Paysandú que não fez evento, nem desceu de helicóptero, vem trabalhando seriamente e com dedicação.Respeita os adversários e até aqui vem dando bons e agradáveis resultados ao nosso estado.
    O cidadão do comentário 10 tem que lembrar que quem carrega o nosso futebol é o Paysandú e sendo o Paysandú campeão na segunda-feira, e será!, vai abrir mais uma vaga na série D para o estado paraense, coisas que o reminho nunca conseguiu fazer!
    Se não fosse o Paysandú, a Mucura Malvada, o nosso estado seria varrido do mapa das competições nacionais!

    Curtir

  13. Não cola essa estória de transformar a copa verde no supra-sumo das competições nacionais. É torneio tão ou mais fraco que o parazão e foi realizado exatamente para as equipes à margem do futebol brasileiro. Com a eleição do del Nero, elitista, a coisa vai ficar ainda pior. O futebol do norte não existe em nível nacional e a copa verde é um prêmio de consolação que a dupla marin/nero ofereceu aos índios, que votaram agradecidamente nele. O nível do nosso futebol hoje é de quarta divisão para baixo, basta assistir as partidas sofríveis. Vocês só falam essas besteiras que falam aqui porque o blog tem alcance apenas regional. Vão dizer essas sandices num espaço que reúna torcedores dos grandes centros pra ver a vergonha que vão passar.

    Curtir

  14. Sr. Rogério Santos, se nasceste, mora e torce para os times e futebol do sul e sudeste maravilha o problema é exclusivamente teu.

    Agora, se és paraense e torcedor (pelo menos se dizer) de Remo e Paissandu e sofre de baixa estima (sei lá por qual razão), ao ponto de chamar os que moram ou nasceram na Amazônia de índios, sugiro (preste bem atenção, sugiro, visto que, tens o total direito de escrever sandices como se fosse verdade absoluta no local que bem quiseres) que fiques calado, já que, “calado és um poeta”.

    Como amazônida que sou, com muito orgulho, digo a você que não pedi para fazer parte deste país que chamamos de Brasil, pelo contrário, gostaria muito de que esta região que ajuda o sul e sudeste maravilha com energia e minério (futuramente petróleo), fazendo a balança comercial brasileira ser positiva, fosse um PAÍS INDEPENDENTE.

    Em síntese, Sr. Rogério, QUE SE DANE OS CLUBES DO SUL E SUDESTE…

    Curtir

  15. Esse Rogério é remista recalcado. Ele só fala isso por que o time dele foi eliminado pelo Papão.Se fosse o inverso estaria valorizando a competição colocando o remorto lá em cima. O que o fracasso não faz ? ” Pai perdoai-o ! Ele não sabe o que diz e nem o que faz “

    Curtir

  16. Celira, o tal de Rogerio diz que nós perdemos o nosso tempo, comntando o nosso futebol, que pra ele é de 4° pra baixo.

    Então o que ele faz aqui?

    E outra, o futebol do eixo sul e sudeste, só tá bem em Minas e Rio Grande do Sul, pois o resto tá uma farofa só, e olha que eles tem tudo na mão, bem diferente de nós que só temos a copa verde como ele disse, mas que pra mim pouco importa.

    * Vai ver que esse tal de rogerio se cansou de ser chamado de índio em blogs do sul e sudeste, e agora resolveu dá uma de bacana por aqui.

    Rogerio, opinião do teu tipo, eu ligo a descarga e… shooooooooooooohhh

    Curtir

  17. Isso é um remista, rapá! Tá na cara rss rss
    Engraçado que eles sempre desmereceram a conquista da Copa dos campeões, que foi um torneio de verão, disputado em casa, etc etc e agora a Copa Verde é fraca kkkk
    Estão muito mordidos, tiveram a chance de estar lá no Mané Garrincha com o time de galácticos do Pirão mas vão ver é o Maior do norte ganhando mais essa

    Curtir

  18. Amigo Manoel, Edson e Maurício.

    O que irrita-me em comentários como do Sr Rogério é a síndrome de inferioridade aceita tão pacificamente.

    Óbvio que vivemos um momento complicado em vários setores no estado (futebol é um micro exemplo) mas tomar nossa situação para desfazer-se do fato de sermos nortistas é complicado.

    Diante de tamanha sandice eu não consigo manter o jogo limpo.

    Curtir

  19. É Celira,no caso dele, perde-se as estribeiras,como dizem. Se está desgostoso com o time dele,que aqui pra nós, é só vexame, que curta com os dele. É o caso do cara que está lascado e não quer ir sozinho,pega alguém para o esparro.Quer se enterrar que se enterre só, sem envolver os outros.Se desfazer,humilhar o que é nosso, são sintomas de total descontrole da situação !

    Curtir

  20. Como tem gente que gosta de se enganar!

    Primeiro, que se o salário oferecido não é alto não existiria esse negócio de torcida, povo acolhedor…
    Segundo, se o jogador em questão fosse todo esse refrigerante estaria, não na Chapecoense, um time emergente, teria alçado vôos muito mais altos…
    Futebol é um negócio, onde vale a lei da oferta e da procura
    Terceiro, o Rogério já foi embora.

    Curtir

  21. Valentim, queres falar que é a mesma coisa que o “craque” Leandrão, recusar propostas da série A, para disputar série ? pelo leião ?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s