Professora tira e queima roupa em protesto

27 de março de 2014 at 2:25 17 comentários

thid0666

Por Carol Marques

Ela está chateada. Jéssica Lopes, a Peladona de Congonhas, decidiu recorrer ao símbolo máximo do feminismo para se manifestar. Sozinha. Cabelos escovados, vestidinho preto indefectível colado ao corpo, saltos e um conjunto de lingerie matador, a loira decidiu queimar um sutiã – tal qual as mulheres que protestavam por melhores condições na década de 1970.

thid0542Com uma garrafinha de álcool e uma caixa de fósforo, Jéssica fez seu protesto solitário porque, como professora, não consegue mais emprego na área. Sendo assim, decidiu mostrar sua indignação em frente a Secretaria Estadual de Educação de São Paulo. Não sem antes, claro, tirar o vestido e ficar apenas de lingerie para, digamos, chamar mais atenção para sua condição de “mestre desempregada”. “Já acreditei na educação desse país. O que querem? Que eu coloque um óculos fundo de garrafa, roupas largas e tenha cara de nerd? Só porque sou gostosa não posso dar aula?”, questiona ela, indignada.

Jéssica foi professora durante cinco anos. Formada em matemática conta que sofreu preconceito desde a época da faculdade. “Diziam que eu saía com os professores para ter notas como as que eu tinha. Só tirava de 8 para cima. E sempre fui estudiosa. Impressionante. Nesse país não pode ser bonita e inteligente”, dispara ela, que lecionou para adolescentes e adultos em Porto Alegre, onde morava: “Dava aula em três períodos. Ganhava cerca de R$ 2,5 mil por mês. Hoje, com dois eventos tiro isso”.

A Peladona de Congonhas quis voltar às escolas no fim do ano passado. Estava decepcionada com o mundo da fama e queria ficar mais perto do filho Gabriel, de 13 anos, que mora no Sul. “Espalhei currículos e ao me apresentar já sentia o preconceito. Não pensei que era tão famosa. Mas todo mundo sabia quem eu era. E não uso nome artístico. É só jogar no Google e nas redes sociais que me acham. Sofri por fazer trabalhos sensuais”, avalia ela, que pediu exoneração do cargo de professora por não ser respeitada: “Meus alunos perguntavam se eu tiraria a roupa como fazia em um programa de TV, os professores diziam que eu deveria posar nua. Achei melhor optar entre os livros e a vida de modelo”.

Com o protesto, Jéssica diz que espera chamar a atenção para o preconceito e para a educação no país, que, a seu ver , vai de mal a pior. “Eu tentei ensinar aqueles adolescentes, dar um panorama do que é a vida. Tentei ser amiga, e eles me tiravam. Então, decidi ser a carrasca. Não mostrava os dentes e isso me fazia mal, porque não sou assim. Dei um basta. O Brasil perdeu uma excelente professora”, garante.

Caso o piloto de um programa de entrevistas vingue, Jéssica pode rasgar seu diploma, pois dificilmente iria convencer algum diretor a contratá-la: “No programa ‘Jéssica Lopes entrevista’, recebo convidados e vou tirando a roupa enquanto faço perguntas. O convidado não sabe que fico quase nua”, conta. Agora todos sabem, Jéssica.

thid0695

O blog, como sempre, apoia integralmente a desinibida mestra. O Brasil precisa de mais educação. É o que digo sempre…

Entry filed under: Uncategorized.

Remo anuncia Fernandes como novo técnico Ninguém segura o Papão

17 Comentários Add your own

  • 1. Rosivan Silva  |  27 de março de 2014 às 6:53

    Muita competência. Imagina as aulas….

    Curtir

  • 2. lucilofilho  |  27 de março de 2014 às 7:05

    Eu apoio, que venham outros protestos!

    Curtir

  • 3. Alberto Bastos  |  27 de março de 2014 às 8:02

    Que isso Gerson Nogueira!!Este Blog está demais!! Como autor do blog indicou que apoia a ideia, seus seguidores também reforçam o coro!!

    Curtir

  • 4. Cláudio Santos - Técnico do Columbia - Val de Cans  |  27 de março de 2014 às 8:22

    Essa merece sucesso nesse seu protesto… Eu dou o maior apoio… Te dizer

    Curtir

  • 5. Carlos Barreto/PAPÃO CHOPP !!!!!!!!!!  |  27 de março de 2014 às 8:33

    Com um material didáticu destes, ai,ai,ai,ai. ufa……….

    Curtir

  • 6. Antonio Valentim  |  27 de março de 2014 às 8:46

    Assim, papai, é fácil fazer protesto. Queria ver se fosse uma senhora de idade e sem atrativos físicos.

    Curtir

  • 7. celira  |  27 de março de 2014 às 9:09

    Protesto aprovado… que faça mais vezes e por causas sempre nobres… rs.

    Agora o Brasil é um poço de hipocrisia, todos gostamos de ver mulheres bonitas e desinibidas em revistas e jornais… Ao fazerem isso, as mesmas ganham uma grana, todavia, sofrem com o preconceito e exclusão em seus trabalhos, vide a belíssima bandeirinha Ana Paula Oliveira. ..

    Curtir

  • 8. Jorge Nascimento  |  27 de março de 2014 às 9:51

    É por aí…

    Curtir

  • 9. Hilário Abe  |  27 de março de 2014 às 10:40

    Assim é bom demais assistir uma aula…seja de qualquer matéria….hehehe…

    Curtir

  • 10. Luís Antônio Mariano  |  27 de março de 2014 às 11:17

    Eita! Acaba não, mundão!

    Curtir

  • 11. Alberto Lima - Recife  |  27 de março de 2014 às 11:26

    Quando olho pra foto desse professora, e lembro da minha professora de matemática na Escola Técnica, me dá vontade até de chorar!!1 kakakak!

    Curtir

  • 12. Anônimo  |  27 de março de 2014 às 12:39

    Engraçado e estranho, os dois comentaristas (E e M) q só falam do Remo não vem comentar aqui, pq será?

    Curtir

  • 13. Cássio de Andrade  |  27 de março de 2014 às 15:12

    O Blog estava devendo uma dessas causas.

    Curtir

  • 14. Juca Bala  |  27 de março de 2014 às 15:21

    Causa nobre! Essa na minha escola teria Dedicação Exclusiva! Kkk

    Curtir

  • 15. SILAS NEGRÃO-CONTRA BELOMONTE! CHEGA!! DE SUGAR O PARÁ!!!  |  27 de março de 2014 às 17:35

    Bate bem essa fessôra, de prôa e de popa, poooooode protestar!!!! sinta-se, cada vez, mais à vontade!!!!

    Curtir

  • 16. Edmundo Neves, direto do bairro do Marco  |  27 de março de 2014 às 18:47

    Esse Akberto…kkkkk..ei Cassio….o blogueiro de vez em quando dá uma forra…rsrsrs….

    Curtir

  • 17. Jaime (Atlanta, EUA)  |  27 de março de 2014 às 19:15

    E por essas que nossa educação esta desse jeito, vamos valorizar nossas professoras. Educação é tudo isso e muito mais.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


CONTAGEM DE ACESSOS

  • 7,279,669 visitantes

Tópicos recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 12.713 outros seguidores

VITRINE DE COMENTÁRIOS

Jorge Paz Amorim em Mais que mil palavras
Antonio Oliveira em Mais que mil palavras
Jorge Paz Amorim em Mais que mil palavras
Nelson Albuquerque em Rock na madrugada – John…
Antonio Valentim em O adeus do Rei da Comédia

ARQUIVOS DO BLOG

FOLHINHA

NO TWITTER

GENTE DA CASA

POSTS QUE EU CURTO


%d blogueiros gostam disto: