Nota oficial do Botafogo pela morte de Nilton

O Botafogo manifestou através de seu site oficial uma nota de lamento pela morte do ídolo Nilton Santos, confirmada na tarde desta quarta-feira. Aos 88 anos, o ex-jogador, que lutava contra uma infecção pulmonar e o mal de Alzheimer, estava internado desde sábado à noite na Fundação Bela Lopes, em Botafogo, Zona Sul do Rio de Janeiro, com complicações respiratórias. Na página inicial do site alvinegro, a frase do jornalista Armando Nogueira, imortalizada para descrever o estilo do lateral: “Tu, em campo, parecia tantos, e, no entanto, que encanto! Eras um só…”. Em homenagem pelo falecimento, a bandeira alvinegra será hasteada a meio mastro na sede de General Severiano, onde também será colocada uma bandeira com o rosto do ídolo. Nilton Santos deve ser velado no salão nobre da sede, na Zona Sul do Rio.

Íntegra da nota do Botafogo:

O Botafogo de Futebol e Regatas lamenta o falecimento do eterno ídolo Nilton Santos, o maior lateral-esquerdo de todos os tempos. Aos 88 anos, Nilton Santos, sofria com o Mal de Alzheimer. Em breve, informações sobre velório e enterro.

Tão adorado quanto Garrincha. Tão respeitado quanto Pelé. Com sua habilidade e categoria, Nilton Santos ultrapassou o conceito de maior lateral-esquerdo da história do futebol mundial. Ao ser chamado de “A Enciclopédia do Futebol”, teve de forma definitiva o merecido reconhecimento de sua incrível capacidade de encantar o torcedor. Em toda sua carreira jogou apenas no Botafogo e, além do Glorioso, a única camisa que usou foi a da Seleção Brasileira. No Botafogo, disputou 723 partidas, e marcando 11 gols. Na Seleção, fez 84 jogos, marcando 3 gols.

Segurança na marcação era uma de suas virtudes. Com sua dinâmica de jogo, tornou-se o precursor dos laterais que buscavam o ataque, tendo marcado um gol na Copa de 1958, contra a Áustria, fato raro na época em que lateral era apenas marcador de ponta. Se taticamente tinha sua importância para o esquema do Botafogo e da Seleção, foi fora de campo que marcou um de seus mais belos gols: quando, após enfrentar Mané Garrincha num treino, Nilton praticamente forçou o Botafogo a contratar o então desconhecido ponta-direita.

Outra jogada de gênio sempre lembrada aconteceu contra a Espanha, na Copa de 1962, no Chile. Nilton derrubou o atacante espanhol muito perto da linha lateral da grande área, cometendo pênalti. Quando o juiz se aproximava, ele deu um passo à frente, saindo mansamente da grande área, sem estardalhaço. Para sorte do Brasil, enganado, o árbitro não percebeu e acabou marcando falta fora da área.

No alvinegro, Nilton Santos foi campeão carioca quatro vezes (1948, 1957, 1961 e 1962) e conquistou dois Torneios Rio-São Paulo (1962 e 1964). Foi bicampeão mundial pela Seleção Brasileira, em 1958 e 1962, e esteve também nas Copas de 50 e 54. Nunca perdeu uma decisão e, assim como Garrincha, foi eleito, em pesquisa feita pela Fifa em 1998, para a seleção de todos os tempos. Após encerrar a carreira, Nilton chegou a fazer parte da cúpula do futebol do Botafogo, mas sua carreira como dirigente deixou de existir quando mandou, com um direto, o então árbitro Armando Marques escada abaixo no Maracanã.

Nilton dos Santos nasceu no dia 16 de maio de 1925, na Ilha do Governador.

“Quanta majestade no trato de uma bola! O moço jamais fez um truque com a bola. Só fazia arte. Nilton não era um jogador de futebol, era uma exclamação. Tu em campo parecia tantos /E, no entanto – que encanto – eras um só: Nilton Santos” (Armando Nogueira)

Futebol perde a Enciclopédia

547386_595225367155046_1104469018_n

O blogueiro está de luto pela perda de um grande ídolo. Nilton Santos, Enciclopédia do Futebol e maior lateral esquerdo de todos os tempos, morreu na tarde desta quarta-feira, no Rio. Ele era o próprio Botafogo, clube que amou desde a infância e honrou ao longo da vida. Acima, de pé (ao lado de Manga), no timaço do Glorioso de 1962/1963. 

TV Brasil transmite a final da Série C

A TV Brasil vai transmitir neste domingo, dia 1º, a decisão do Campeonato Brasileiro da Série C, entre Santa Cruz e Sampaio Corrêa. O jogo será realizado no estádio do Arruda, no Recife, a partir das 16h30 (HBV). Na primeira partida, em São Luís, o placar foi de 0 a 0. A TV Brasil exibiu mais de 40 partidas da competição, devendo manter essa programação para 2014.

Atacante da Tuna convocada para Seleção sub-20

A comissão técnica da Seleção Brasileira Feminina Sub-20 convocou nesta segunda-feira 24 jogadoras para a última fase de treinamento para o Sul-Americano do Uruguai. Cássia, atacante da Tuna, é a novidade. O treinamento acontecerá de 8 a 20 de dezembro no CT João Havelange, em Pinheiral. A competição será disputada de 13 a 30 de janeiro de 2014. O Brasil está no Grupo A com Uruguai, Chile, Venezuela e Colômbia.

Rubro-negros já comemoram tri da Copa BR

Fila-Flamengo-Foto-Pedro-Barboza_LANIMA20131125_0057_50

Dois dias antes do jogo decisivo diante do Atlético-PR, uma das lojas oficiais do Flamengo, Espaço Rubro-Negro, no Centro do Rio de Janeiro, exibia uma faixa de tricampeão da Copa do Brasil, no escudo decorativo do estabelecimento. A finalíssima acontece nesta quarta-feira, às 21h50, no Maracanã. Para levantar o caneco, basta o Rubro-Negro conseguir um empate sem gols. No primeiro duelo, no Estádio Durival Britto, em Curitiba, o confronto terminou empatado em 1 a 1. O time de Jayme de Almeida saiu atrás no placar, mas Amaral acertou um belo chute, ainda no primeiro tempo, e igualou o placar na capital paranaense. (Do Lancenet!)