Saindo da idade da pedra

Por Gerson Nogueira

A torcida do Paissandu ganha, na próxima segunda-feira (15), uma oportunidade a mais de provar sua lealdade ao clube. Será lançado nesta data o programa “Sócio Bicolor”, visando firmar a fidelização entre os torcedores e o Papão. O evento será promovido no espaço destinado ao programa dentro do estádio da Curuzu.

O programa está em boas mãos. O organizador é Julio César Emmel, responsável pela criação de programa similar no Internacional de Porto Alegre. Referência em todo o Brasil em programas de sócio-torcedor, Emmel foi contratado pela atual diretoria e está em Belém há dois meses cuidando da efetivação do programa.

bol_sex_120713_11.psA expectativa no clube é de que o programa consiga pelo menos 20 mil adesões até o final do ano. Para ser Sócio Bicolor, o torcedor terá três planos de fidelização: Papão da Curuzu, Campeão dos Campeões e Payxão Vip. O mais acessível, mirando no torcedor de baixa renda, é o Papão da Curuzu com mensalidade de R$ 20,00, com direito a desconto de 50% no preço do ingresso comprado com antecedência.

Já o Plano Campeão dos Campeões tem mensalidade de R$ 50,00, dando direito a acesso às arquibancadas sempre que o Paissandu for mandante.

Por fim, o Plano Payxão Vip terá contribuição mensal de R$ 120,00, tendo como foco o acesso do torcedor às cadeiras em partidas cujo mandante for o Papão. Neste plano, o sócio terá direito também a um espaço de atendimento exclusivo, além de um bar onde somente os integrantes do plano Payxão Vip poderão entrar.

Segundo a diretoria, o Sócio Bicolor vai dispor de uma rede de vantagens com descontos em estabelecimentos comerciais, além de dar direito ao associado para participar de sorteios, promoções e de um espaço restrito no site oficial do clube. O processo de cadastramento começará a partir de terça-feira, nos espaços de atendimento na sede social da avenida Nazaré e no estádio da Curuzu.

É o primeiro passo para profissionalizar de verdade a relação clube-torcedor no Pará. Todas as iniciativas anteriores, como campanhas de sócio-torcedor nos moldes tradicionais, fracassaram redondamente. O motivo básico do fiasco sempre foi a própria desorganização dos clubes, pouco afeitos a atender a torcida com o conforto e o respeito que ela merece.

A opção por seguir as pegadas do Colorado gaúcho, trazendo inclusive o executivo responsável pelo programa, atesta a seriedade da diretoria do Papão. O êxito da empreitada vai depender, basicamente, do clube.

O interesse do torcedor está diretamente ligado ao comportamento do time nas competições. Caso faça uma boa campanha na Série B, a aceitação do Sócio Bicolor tende a superar todas as expectativas. Mas, em sentido inverso, caso o time fracasse, os riscos de insucesso serão óbvios.

Protesto da torcida Remo na FPF ADV Cristino Mendes-MQuadros (14)

Nas ruas, levantando bandeiras

Noutra direção, uma torcida igualmente grande se mobiliza para defender direitos e reforçar os laços de afeto com o clube. Azulinos das mais diferentes idades e vinculações internas compareceram à sede da Federação Paraense de Futebol para, pacificamente, protestar contra o que consideram uma campanha orquestrada pela entidade para prejudicar o Remo.

Independentemente das origens desse tipo de manifestação, é saudável observar que o torcedor deixa o imobilismo atual e passa a se envolver diretamente com a vida de seu clube. A rigor, nada é mais intenso e verdadeiro do que a paixão clubística. Seja no Brasil ou na Austrália. Os laços afetivos, porém, nem sempre impulsionam a organização das torcidas no Brasil.

Prevalece uma relação frouxa, pouco participativa, entre clubes e as massas. Raros são os clubes cujos torcedores mantêm vigilância sobre os administradores e atentos a eventuais ameaças. No Remo, a campanha pelas eleições diretas começa a deixar frutos positivos. O mais evidente de todos é a consciência de que o clube não existe sem seu torcedor, e este deve assumir responsabilidades.

Os protestos contra a FPF podem até se basear em motivos injustos, mas representam um momento raro de envolvimento do torcedor com a vida do Remo. Se isso vai ser canalizado na direção certa é outra história, mas o fato é que algo está mudando. O torcedor sabe que pode dar demonstrações de força e consciência. Basta ter disposição e coragem. (Fotos: MÁRIO QUADROS/Bola) 

Protesto da torcida Remo na FPF-Mario Quadros (10)

———————————————————–

A vez do Galo e de Cuca

Cuca passou pelo futebol paraense (no Remo) no final dos anos 1980. Os que acompanharam sua estada aqui respeitam o profissionalismo e o comprometimento dele. Dirigiu e formou grandes times, como aquele São Paulo que anos depois se transformaria numa máquina de ganhar títulos nas mãos de Muricy Ramalho.

Foi responsável por um dos momentos mais gloriosos do Botafogo, tirando leite de pedra com jogadores não mais que medianos. Não conquistou nenhum título, porém, e comandou uma cena de protesto choroso que os rivais aproveitaram para tripudiar.

Tempos depois, levou o Fluminense ao título brasileiro, aparentemente exorcizando a fama de azarado. Falta-lhe, porém, um triunfo internacional, capaz de premiar uma carreira acima de qualquer suspeita. Levar o Atlético-MG à decisão da Taça Libertadores foi um grande passo para essa consagração.

Seu time faz a melhor campanha do torneio, jogando quase sempre com quatro atacantes – Jô, Bernard, Tardelli e Ronaldinho Gaúcho. Esse inegável carinho pelo futebol ofensivo, à brasileira, já é suficiente para torcer por ele.

(Coluna publicada na edição do Bola/DIÁRIO desta sexta-feira, 12) 

50 comentários em “Saindo da idade da pedra

  1. Na minha opinião acho que esta torcida continua enganada em colocar a culpa dos seguidos fracassos do time azulino em terceiros. Os verdadeiros responsáveis pelo momento enlutado do clube do Remo é a própria diretoria que veio acumulando erros seguidos resultando no que vemos hoje no time de Periça.
    O pior cego é aquele que não quer ver, é assim que vejo as atitudes destes torcedores!
    Jogar a culpa sobre o Paysandú, FPF, ORM e BIG BEN é muito fácil. Deveriam olhar para as mazelas feitas pelos seus dirigentes dos últimos cinco anos e do momento atual que estes sim é que foram e ainda são capazes de afundar ainda mais a barca leonina!

    Curtir

  2. Bem diferente e caminhando com proa de 180º segue a Nau Bicolor. Em busca de resgatar e de reafirmar o amor e a fidelidade de sua apaixonada torcida lança este projeto já realizado no Brasil por outras grandes agremiações.
    Ao torcedor do Papão o momento de confirmar sua relação e comprometimento com o presente e o futuro do clube.
    Tendo êxito, o Paysandú tem em suas mãos a oportunidade de colocar de vez o seu nome entre os maiores do futebol brasileiro!

    Curtir

  3. “Você torcem contra o nosso clube”. O Brasil é uma nação democrática logo o direito de torcer por este ou aquele time é livre. Muito infeliz o autor da faixa. Ou ele queria que toda a imprensa torcesse e fosse a favor somente do Remo?
    Por exemplo se pegarmos os que trabalham na radio clube do Pará está tem no seu quadro um número maior de simpatizantes ao clube azulino e nem por isso eu fico acusando-a de perseguir o Paysandú, é muita imaturidade desta massa facilmente manobrável por parte dos verdadeiros responsáveis pelo fracasso azulino!

    Curtir

  4. A trajetória azulina até o fundo do poço em 2013 começou no campeonato paraense pois o time era o Grande Favorito para a imprensa num modo geral. Tinha um bom técnico, um elenco imbatível, mas que todos nós víamos que suas vitórias não eram convincentes, mas mesmo assim para o fenômeno azul era o Real Madrid paraense. Veio a primeira porrada com a perca do primeiro turno para o maior rival. Era o momento de mudar o que estava errado, mas não os dirigentes apoiaram mais ainda toda a gama de erros existentes. Segue o segundo turno, a maior ameaça às pretensões remistas estava fora do páreo, o Santa Cruz de Cuiarana era eliminado do segundo turno, e assim o time de Periça tem o favoritismo confirmado após duas vitórias seguidas sobre o Paysandú. Pronto! nada mais impede o Remo de conquistar o segundo turno e a tão sonhada vaga para a série D. Ledo engano, com um futebol próprio de time pequeno foi incapaz de atacar e mostrar quem era o grande na decisão do returno contra o caçula PFC, não deu outra, time que se acovarda não vence!
    Pesadelo azulino, mais um ano sem divisão. A partir de então inicia-se no Baenão uma busca desesperada fora dos gramados. Primeiro tentou tirar de quem de direito tinha a vaga do PFC alegando que por “critérios técnicos” o Remo era para ficar com a vaga da quarta divisão mesmo sem ter sido o vice-campeão paraense! Veio a primeira derrota pois estava óbvio que ninguém de sã consciência jamais iria destituir o PFC do direito a vaga conquistada bravamente dentro das quatro linhas inclusive com uma vitória expressiva de 3 x 1 na final!
    Não conformados, os diretores apontam seus “canhões” para os estados vizinhos de Roraima e Rondônia, alegando, imaginem só, que estes são POBRES e DESESTRUTURADOS, que seus clubes não podem bancar as despesas oriundas de um certame nacional.
    Primeiro atacaram Roraima e logo de cara foram derrotados pois o Náutico não abriria mão do seu direito de representar o seu estado no brasileiro. Em seguida, chegam ao ponto de ir até o estado de Rondônia persuadir o campeão e o vice daquele estado a desistir da série D, fogos em Belém, parecia que haviam ganho um campeonato, mas esqueceram que a vaga é do Estado de Rondônia e este não tem somente dois times de futebol e assim o Gênus, o terceiro colocado, fez valer o seu direito de representar Rondônia no brasileirão! O Remo é do estado do Pará e não de Rondônia, Roraima, Amazonas, Acre, Tocantins ou
    Amapá!
    Visto que todas as suas manobras fracassaram o correto seria juntar o que sobrou de bom da temporada e preparar o time para 2014!
    Errado, surge um terceiro torcedor disposto em usar o
    Estatuto do Torcedor, equivalente ao Estatuto do Consumidor para na justiça comum prejudicar uma agremiação de outro estado que não nada a haver com a incompetência azulina, querendo incluir na marra com uma coisa que soa como chantagem do tipo se o meu time não entrar eu ficarei “melando” a quarta divisão, pura imaturidade!, irresponsabilidade e que terão os seus custos.
    No desespero a torcida, cega, na minha opinião, vai buscar culpados e cita que a Federação, a CBF, grupos da imprensa e empresariado estão todos unidos pelo mal do Remo. Ora qual o interesse da Big Ben em ver o Remo fora dos gramados? Qual a vantagem que a LIBERAL e ORM teriam sem as coberturas dos jogos e do dia a dia do Leão? E a outra maior torcida do estado consequentemente audiência para eles! Qual o interesse da CBF e da FPF em ter o Remo fora das competições?, para a CBF o Remo jogando é renda certa em seus cofres, idem para o FPF!
    Agora se a diretoria azulina aprova um regulamento e depois que rasgá-lo porque o seu time foi incapaz de ser pelo menos vice-campeão, então? A culpa é da FPF? Outra coisa ela não tem porque se envolver e desgastar-se com outras federações só porque o Remo, ou quem quer que seja, quer a vaga de outro estado! É ridículo, é diminuir demais o nome tanto da FPF com do pleiteante!
    Para mim se existe uma esfera esportiva capaz de julgar tudo o que se refere aos interesses dos clubes jamais deveríamos envolver a justiça comum que já está repleta de processos com causas egoístas e infundadas com é esta que este cidadão está fazendo.
    Sei que existem torcedores azulinos que estão de olhos bem abertos e conscientes de que o caminho é outro e que sabidamente já perceberam que todos estes fatos é pura e simplesmente desviar o foco da atual derrocada azulina!

    Curtir

  5. O cuca nao foi campeão pelo fluminense, ele foi responsável pela arrancada do time quando todos davam o rebaixamento para a serie B como inevitável

    Curtir

  6. Ai Miguel, falou e disse, eles querem o quê?
    este filme tem um nome “A volta dos que não foram”.

    Curtir

  7. Por isso e outras não compro nada na BIG BEN e aconselho a torcida remista fazer o mesmo.

    Curtir

  8. Federação Judas:

    Torcida do Remo protesta na FPF, que não teve expediente nesta quinta.

    Curtir

  9. Sofrenômeno azul, se vocês não sabem a Extra Farma também é comandada por um bicolor.

    Agora o foco são as redes de farmácia??? Tá bom, elas que são responsáveis pela mazela do cachorro de peruca, é por isso que o “clube” de vocês tá na pindaíba, pois vocês desviam o foco muito fácil e são fáceis de serem adestrados. Por exemplo o Paulo xatiado é o verdadeiro ventríloquo de vocês.

    O Líder patrocina vocês e nem por isso eu deixo de comprar lá. deixem de babaquice!!!!!!!!!!

    Curtir

  10. O que me deixa triste é a radio clube e o diario do pará apoiarem e ficarem induzindo os remistas a protestarem contra a federação, tentando desviar o foco da lambanças feitas pela diretoria deste clube que está no fundo do poço. A Federação sempre apoiou Remo e Paysandu, todos os regulamentos sempre foram feitos para favorecerem ambos, acontece que nos ultimos anos o Clube do Remo perdeu seu prestigio dentro de campo, por incopetencia de quem comanda o clube e agora querem que a federação coloque na marra o Remo da Série D, sendo que o mesmo não teve competencia para conquistar a vaga dentro de campo e ainda fica questionando um regulamento que ele mesmo aprovou.
    Sou leitor do Diário do Pará e ouvinte da Rádio clube, mas fico decepcionado com matérias tendenciosas e ainda tem torcedor Remista que vai no papo e fica protestando contra a federação, sei que a federação paraense de futebol coleciona muitas lambanças, mas a culpa de o Remo está nessa situação é do próprio Remo.
    E por que o diário do pará não induz a torcida do Remo a protestar contra a própria diretoria?
    É simples, porque o atual presidente Zeca Pirão é do PMDB, partido que todos nós sabemos é comandado pelo dono do diário do pará. Por isso a intenção é desviar o foco. Mas torcedores lúcidos não caem nesse papo, a grande maioria da torcida remista sabe que a culpa da situação do Remo é dos dirigentes do próprio Remo.

    Portanto chega de mentiras, chega de iludir o torcedor.

    Curtir

  11. Fico feliz em ver o rumo que o meu clube toma. São várias frentes de trabalho e não uma só centralizando poderes como antes. Estou sem meu sócio-torcedor que expirou em dezembro e só agora poderei renova-lo. Terça estarei lá.

    Se sem organização e só com a paixão de alguns conseguimos erguer uma arquibancada, o que esperar desse momento em que juntos caminhamos numa só direção.

    Orgulho de ser Paysandu.

    Curtir

  12. Enterrem logo esse defunto que já está em decomposição.
    hehehehehe……
    Brincadeirinha, ele precisa continuar existindo para nossa diversão.
    huahuahuahuass…

    Curtir

  13. Paysandu:

    Vou torcer e muito para que esse programa dê certo aqui pelo Norte, como bem afirmou o Gerson, algo moderno no futebol.

    A preocupação é que ele alcance esse grupo de 20 mil sócios e afaste os demais com os preços que os ingressos irão custar.

    No Rio por exemplo, se vê os estadios vazios em clássicos e até jogos da Libertadores, pq os ingressos para os torcedores que não sócios aumentam de forma exorbitante.

    O que no normal seria 20, 30 ou até mesmo 50 reais, fica no minímo em 70. Justamente pra forçar a migração de todos para este projeto.

    O problema é que o brasileiro não come bola de futebol.

    *No meu caso, o que eu gostaria que o Paysandu fizesse era uma sede campestre, aí sim me tornaria sócio sem pestanejar.

    Mas vamos torcer pra dar certo, pois os grandes clubes do mundo trabalham assim hoje.

    Curtir

  14. Para Miguel Angelo

    Sou remista e concordo com muitos pontos escritos pelo Miguel Angelo, acho que o grande responsavel pela situação atual do remo se chama Raimundo Ribeiro, foi na última administrações dele que o remo caiu para série D e depois D. Acho que as diretorias que passaram tambem tem sua cota de culpa, incusive a atual. Quanto a FPF acho que ela não tem culpa, mais tambem não é completamente inocente, não faz nada para ajudar seu filiado que junto com o paisandu é quem sustenta o futebol parense. Se o coronel tem tanto prestigio, por que ele nunca brigou para que o Pará tivesse duas vagas na série D? . Será que as federações paulista e carioca deixariam um grande de seu estado ficar sete meses sem calendário?.

    Já imaginou se o paisandu também estivesse na mesma situação tendo que todo ano disputar uma vaga na serie D com remo, o que não é impossivel já que houve um ano em que o time da curuzu foi o penultimo colocado na série C e por sorte naquela epoca não havia série D. Fico imaginando remo e paisandu todo ano disputando uma vaga para ver quem tem calendário, seria o fim do poço do nosso futebol. Felizmente o paisandu esta em boa situação e nesse caso o minimo que a FPF poderia fazer é tentar defender seu outro filiado que lhe sustenta. Concordo com a questão do merito e com fato da diretoria do remo aprovar regulamentos que depois lhe prejudique como disse o Miguel, mais acho o protesto da torcida valido, pois não se ver nehuma movimentação da direção da FPF em tentar ajudar o remo, o que se fala é que o advogado da FPF esta inclusive dando apoio ao da CBF.

    Por que o futebol paraense só tem uma vaga na série D se os clubes do Pará são os melhores do norte no ranking nacional. Torço contra o paisandu nas competições oficiais como qualquer torcedor do remo, mas não sou fanatico a ponto de não reconhecer que as conquistas que o paisandu teve nos ultimos anos aumentaram o prestigio do futebol paraense. Como a FPF não usa esses argumentos para ter mais de uma vaga na série D? .

    Curtir

  15. Na verdade o remo tem é que trabalhar e deixar de querer a vaga de outro estado, os caras estão no seu direito, o remo tem é que conquistar a vaga aqui em Belém tem que se planejar melhor pagar os seus salarios em dia, todo ano é isso acaba o Parazão e o remo já fica de olho em uma vaga da serie D…

    Curtir

  16. Conheço o Antônio Cristino desde meados dos anos 1990, e sei de seu amor pelo Clube do Remo, o que só o engrandece no estrito cumprimento de seus deveres na medida em que deixa de lado sua paixão clubística e segue aquilo que sua formação jurídica ordena.
    Quanto ao Cuca, se a memória não me trai, então, o escriba titular do blog cometeu ato falho ao ‘esquecer’ que o atual treinador do galo foi campeão carica pelo Flamengo. Sorry.

    Curtir

  17. A decadência do Remo é fato indiscutível, mas isso não significa que a FPF seja absolutamente inocente no processo. É uma instituição extremamente danosa aos interesses dos grandes da capital, mas seguramente com mais prejuízos ao Remo.

    Curtir

  18. Não culpe a RBA, o DIÁRIO e a Rádio Clube, Gustavo. Nem misture alhos com bugalhos, apelando para supostas questões partidárias. Não subestime a capacidade crítica das pessoas. Simplesmente, a torcida do Remo parece ter despertado para um fato que é evidente há muito tempo: o absoluto menosprezo da FPF pelos grandes da capital. No caso do Remo, por razões óbvias, isto está mais explícito, o que aguça a indignação de seus torcedores. É preciso ter mais compreensão a respeito disso.

    Curtir

  19. Nem pode acusar tal atitude por parte da R. Clube ou do DIÁRIO, Miguel. Pela simples razão de que não é a verdade.

    Curtir

  20. Parabéns ao Vandick e toda a sua diretória, agora imagina se o Ubirajara Lima tivesse ganhado em 2010, hoje estariamos na elite. É isso aê NOVOS RUMOS.

    Curtir

  21. Eu quero duas cotas do sócio torcedor.
    Uma pra mim e outra para meu guerreiro, meu filho que me dá grandes alegrias na vida. Apesar de ter 60% de perda auditiva está na UFPA, cursando Medicina e torcendo para o PAPÃO.
    Quanto ao adversário, estão metendo os pés pelas mãos, mas essa decisão cabe a eles.

    Curtir

  22. Sr Miguel parabens pelos comentarios.
    Sr Claudio Santos descupe, ler o que li,vindo do um pessoa esclarecida, e acima de tudo serena em vossa opinião ( apesar de as vezes não concordar ) sobre a paralização do time do Genius no post anterior, me levou a pensar ..
    deve esta tomando umas das famosas latinhasss…..

    Curtir

  23. nem o zeca pirão e nem o Paulo caxiado sabia desta noticia, o wellington campos eu cobre estes assuntos acabou de noticiar na clube…

    Curtir

  24. Detalhe: palavras do presidente do remo, zeca pirão: o presidente nunes tem ajudado muito o clube do remo, inclusive marcando uma reunião com marco del polo para a segunda feira, para tratar da inclusão do remo na serie d, e ele não está prejudicando o remo como estão pensando….

    Curtir

  25. Miguel e Marcelo, seus textos foram certeiros…agora, cá pra nós, provincia é isso mesmo…eu compro na farmacia amarela pq seus donos torcem pra um time..e eu nao entro na farmacia branca e azul ps os proprietarios sao socios de clube ”xis”…quanto amadorismo…rsrsr…um marqueteiro, disse uma vez: o arroz ”Nogueira” nao patrocina somente uma equipe de Belem pois fica com receio da metade da populaçao nao comprar seu produto…he he he ..nesse tempo, a torcida era 50% a 50%..agora está 52% a 48% é que o arroz nao patrocina ninguem mesmo…rsrs

    Curtir

  26. o mais interessante é que o espaço fala do REMO e tem um monte de babaca falando do próprio REMO é incrivel o incomodo com nosso clube , primeiro que aqui é 80% o time de listrado , ai vem um cheio de teorias e visões pessoais e escreve 1.000 linhas e não deixa ninguém expor suas opiniões que deveriam ser debatidas por remistas , por fim um bando de maesandu vem logo abaixo concordando e dando suas opiniões aonde não nós interessa. á opinião de vocês não nós interessa e digam para o ADV de vcs procurar o que fazer e deixar de se encomodar com os nossos ou ele ainda vai arrumar uma divida para o clube de vcs bem alta . POR DANOS MORAIS.

    Curtir

  27. complementando os mesmos torcedores que deveriam se preocupar com o seu clube e insistentemente falam sobre o CLUBE DO REMO o paia deles , ficam dando noticias falsas e desencontradas , ainda com a sindrome de jornalista dizendo ter noticiais bombarticas , dá até pra rir mesmo. rsrsrsrs que o REMO ta excluido de competições nacionais , kkk fala serio. ou o cara é burro ou é comédia mesmo , o clube que da lucro para essa federação travestida de bicolor , sai do parazão e o mesmo acaba no mesmo ano , CBF acaba de convida o ZECA PIRÃO para reunir segunda feira e esse leso ai em cima escreve isso. LARGUEM O REMO …. LARGUEM O REMO E CUIDEM DA FUTURA LANTERNA DE VCS.

    Curtir

  28. Amigo Gerson em nenhum momento citei que a Rádio Clube ou a RBA são favoráveis a algum dos clubes, o que citei foi o fato de que mesmo tendo em sua grande maioria, pelo menos com os que eu tenho contato via facebook, é o que eu observo, de radialistas torcedores do Remo, a empresa se mantém imparcial quanto aos clubes. Em outro momento e em outro veículo citei ao nobre amigo que se no estado em que moro atualmente existisse um Caxiado ou um Dinho Menezes certamente a Paraíba iria muito mais longe com os seus três clubes pois a luta travada pelo Treze este estava só e sem o apoio de ninguém!

    Curtir

  29. Interessante, nem o Pirão sabe o assunto da reunião e o Sr. Edson Santos já revelou: vai ser a inclusão do Remo na série D.

    Outra coisa o presidente da CBF “pediu” ao presidente do Remo uma reunião. Já imagino o teor: Sr Pirão, solicito a gentileza de V.Excia. verificar em sua agenda se há uma vaga para uma reunião”

    Essa não tem geito. Desculpe sr. Edson, mas depois dessa, só rindo, e muito…..

    Curtir

  30. A crise do maior sempre perturbará os menores. Sem novidade. Galera, agora é momento de prudência e esperar o resultado da suposta reunião. Não confio muito nas informações sobre o caso. Minha perspectiva é que o Remo saia mais forte de toda essa situação.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s