Advogado rebate acusações do STJD

Valber Motta, advogado responsável pela ação movida pelo torcedor Wendell de Souza Figueiredo, tomou conhecimento do julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) marcado às pressas para esta sexta-feira (11) e se disse surpreso com a atitude da CBF. “O que causa espanto é a velocidade da marcação do julgamento. Tanto da procuradoria quanto do STJD. Porém, o apoio da comunidade azulina está nos dando motivação para seguir no caso”. A diretoria do Remo rebate a acusação de que o clube estaria participando diretamente do caso. Valber foi taxativo sobre o assunto: “Estamos entrando com uma medida cautelar para suspender o julgamento no STJD ou ao menos para que o Juiz encaminhe informações de que o Remo não tem participação alguma no processo e que ele está em tramitação. O Remo não pode sofrer nenhuma punição, pois a medida é apenas uma expectativa de direito baseado no Estatuto do Torcedor”, diz o advogado.