Vinte anos de Cartão Verde

CARTÃO VERDE RIVELINO _ESTRÉIA_FOTO JAIR MAGRI (154)

Um dos mais antigos programas esportivos do país completa 20 anos nesta semana. É o Cartão Verde, da TV Cultura de São Paulo, cujo primeiro apresentador foi o jornalista José Trajano. A atração, comandada hoje por Vladir Lemos e os comentaristas Roberto Rivellino, Vitor Birner e Celso Unzelte, é exibido às terças-feiras, às 22h, ao vivo pela emissora. Nesta semana, Trajano será o convidado especial e vai resgatar a história do Cartão Verde, no qual esteve à frente por sete anos, entre 1993 e 2000. Nessa época, seus companheiros de bancada eram os jornalistas Armando Nogueira e Luiz Alberto Volpe. Os técnicos Carlos Alberto Parreira e Telê Santana foram os convidados do primeiro programa, no dia 7 de março de 1993. Atualmente, Trajano é comentarista e atua no canal ESPN Brasil, participando dos programas Linha de Passe Pontapé Inicial, e na Rádio Estadão ESPN.

12 comentários em “Vinte anos de Cartão Verde

  1. Assistia muito esse progrmam quando era apresentado por aquel branquinho de óculos. Parece que já foi apresentado no domingo ou segunda.

    Programa bom, desde quando trazem um bom entrevistado é o Roda Viva.

    *Hoje ainda não tivemos o mico da semana.

    Não sei qual seria as opções, mas desde já quero dizer que o grande mico pra mim foi aquele zagueiro do Arsenal da Argentina que de forma monstrenga entrou de dois pés, como se fosse uma seta na perna de Ronaldinho.

    O juíz marcou o penal, o problema que não deu nem cartão amarelo pro brucutú.

    Por isso foi suspenso e não apitará jogos durante algum tempo.

    E ainda tem gente que fala mal dos arbitros paraenses.

  2. realmente esse programa era muito bom , sem duvida uns dos melhores do esporte Brasileiro.

    falando de patrocinio;

    em quanto isso , nós torcedores do REMO não achamos camisas do nosso clube em todas as lojas de Belém á meses, isso porque somos sem divisão.

    ai vem esse fanatismo louco de dizer , NET,PUMA, etc.. estrutura. kkkkkkkk bora rir mesmo remistas , assim não tem condições , egua é impossivel participar do blog bicolor., p…os numeros não mentem jamais , isso é fato é realidade tai a prova. vou repetir : ” não existe camisa do Remo da UMBRO nova na cidade , aqui chegou vende , mas temos muitas do paysandu ainda” resposta de 3 vendedores de lojas em belém , YAMADA, LIDER e VISÃO. é dificil os fanaticos aceitarem isso mas infelizmente é a realidade , mesmo sem divisão á nossa camisa sempre vai vender mais do que á de voces, pois ela é mais bonita , não adianta ficar aborrecidos ok., eu sei que a panela é grande aqui e vão , gritar , falar etc.. mais é a realidade.

    quem é net ? quem é puma? não é despeito não , mas ficar babando ovo em empresas que estão no mercado., mais sem tanto galão assim, qual a diferença entre elas e á TIM , VIVO,CLARO,OI,UMBRO,PANASONIC E OUTRAS grandes marcas ? resp. nem uma o valor disponibilizado será o mesmo , prefiro ficar por aqui mesmo com o LIDER pagando até mais que muitas ai. kkkkkkkkk ” o pará Pai d’égua. fala serio!!!

  3. força Leão;

    Nas grandes batalhas da vida, o primeiro passo para a vitória é o desejo de vencer., A luta pela verdade deve ter precedência sobre todas as outras.

  4. ÉGUAAAAAAAAAA DA INVEJA, Adriano !!!kkkkkkkkkkkk

    São grandes parcerias,sim senhor,e não venha dizer o contrário,pois,caso se confirmem,mostram,enfim,um passo rumo ao profissionalismo ,pelo menos por parte da direção do Paysandu,a priori.

  5. PUMA – Terceira empresa mundial no segmento de material esportivo.

    NET- Líder em assinantes de tv por assinatura no Brasil.

    Isso nada importa,afinal o que vale é dentro de campo,no domingo,e que vença o melhor. Espero que seja o Papão,claro.

  6. Amigo Anônimo,em momento algum desvalorizei as empresas regionais,apenas citei e exemplifiquei o porte das Possíveis parceiras do Paysandu,nada além disso.

    Como disse,o que vale mesmo é o resultado dentro de campo,a festa das torcidas civilizadamente e uma rivalidade sadia.

  7. Prezado Edson, o apresentador era o Flávio Prado, acompanhado de Juca Kfouri e José Trajano. Era bem legal, apesar de mostrar pouco os RE-PA’s.

  8. Foi um dos melhores programas esportivos da época, nao havia tanta grana rolando no meio e o trio seguia um caminho sóbrio e serio nos comentários.
    Um exemplo que poderia ser seguido por redes de tv bancadas com dinheiro do contribuinte,ver gente de bermudoes e balançando ao som de pagodes em tv publica causa afastamento.

  9. Socrates foi um dos comentaristas que passaram pelo programa…Lopes Junior, na verdade nao só o CV como outros programas nacionais…rsrsrrs…com a renda de amanhã, o Ferreirinha deve entrar ao vivo no Arena ou Redacao …faz parte…

  10. Assistia direto, muito bom mesmo. Mas preferia a mesa redonda da Cultura, era só fera, e discutia muito o futebol carioca, que nos tempos românticos era muito mais atraente.

Deixe uma resposta