E lá vem o pé d’água…

249

Do avarandado da Marquês, a contemplação do pé d’água  majestoso que se aproxima, embora os ventos ameacem empurrá-lo rumo às ilhas. Uma cena tipicamente belemense.

15 comentários em “E lá vem o pé d’água…

  1. So na nossa querida e amada Belem, podemos vivenciar essa beleza da natureza, agora depois da tijela de açaí somente aquela cesta, para repormos as energias da tarde, nao tem insônia que resista a uma chuva no telhado de barro. Saudade dessa minha terra querida, parabéns Belém só quem vive ai conhece.

    Curtir

  2. Que beleza de foto, estive em Belém recentemente e pude desfrutar das maravilhas que nossa bela cidade oferece.

    Curtir

  3. Viva, a cidade morena, que se refresca nos imponentes temporais e se bronzeia no sol causticante, o temporal vem vindo, depois, tem mais sol, ou não, e nós, privilegiados, orgulhosos aplaudimos.

    Bela paisagem captada para nosso mais novo fotógrafo, MQ cuidado hein!!? rs!

    RRamos

    Curtir

  4. Hahaha, amigo Daniel. Depois de um açaí suculento, espreguiçava na rede quando olhei pela janela e vi a cena. Só fiz clicar. E voltei ao repouso hehehe…

    Curtir

  5. O comentário do Sérgio foi meio estranho, mais faz sentido sim! Só que não vale acrescentar o dito cujo!
    As chuvas chegaram com força em nosso estado, mais o calor parece ter comprado alguns equitares aqui por estas bandas, pois o inverno ta ai, mais o calor também está cada vez mais intenso devido a umidade de nossa região.

    Curtir

  6. Gente tou assustado, nao tive intenção de ofender ninguém, foi apenas uma frase inofensiva sem cunho religioso, nao imaginava que falar no capiroto, satanás, chifrudo, belzebu , coisa ruim , ofende-se tanto, nao devo nada a ele e vivo em paz dormindo com a consciência tranqüila, a rejeição e a repulsa esta dentro de cada um , conheço religiosos que para auferir renda falam no dito cujo mais de dez vezes num culto e ate indicam cura inexistentes, esses sim devem ter contas a acertar com o tralhoto.

    Curtir

  7. Calma amigo Sérgio, tudo não passou de uma questão interpretativa de cada um, eu por exemplo, disse que era meio estranho, mais que fazia sentido sua frase, devido o excesso de quentura que há em nossa cidade, mesmo por de baixo do pau d’água. Não estresse com as replicas das pessoas, eu por exemplo já me estressei inúmeras vezes com vários comentaristas aqui, mais vi que não adianta nada se estressar por nada.

    Curtir

  8. Eitá! que saudade da simpatica morena Nossa Senhora de Belém do Grão Pará que saudade e depois era sair e tomar um belo tacacá na duque com a vileta, chega da vontade de largar tudo aqui e voltar para esta terrinha maravilhosa. Que bela imagem Gerson parabens.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s