8 comentários em “Capa do Bola, edição de sexta-feira, 31

  1. Essa Terror Bicolor assim como qualquer torcida organizada do mundo não vale o que o gato enterra.

    O Giva chegou ontem e esses caras que concerteza estão cheios de compromissos em suas vidas particulares, ainda arrumam um tempinho pra encher a paciência.

    São os mesmos que pintam muro, doam sangue e depois picham o muro e tiram o sangue dos outros.

    Te dizer!

  2. Mais e verdade Gilvan, tenho um tio frequentado assíduo desta casa de shows, que por sinal, é muito bem servido do público feminino, é o cara e frequentador nato deste recinto! Eu já pedi ao meu tio, para que o mesmo fotografe ele (Alex Willian) e me de as imagens, pois na mesma hora eu mando para qualquer jornal de Belém, que que seja feita a denuncia do mesmo. Pra mim, isso e muita falta de respeito com o torcedor e falta de compromisso com o clube.

  3. É André a diretoria já era para ter tomado uma providência, atleta tem que ter compromisso profissional, afinal ele ganha para isto e é muito bem remunerado

  4. Amigos, André, Gilvan, Diogo e Édson e demais. O torcedor tem que entender que, diferentemente dele, o jogador só tem tempo para se divertir, após os jogos, onde são liberados e só se apresentam 2 dias depois. Não é que ele esteja comemorando uma desclassificação, uma derrota…. É que, após os jogos, eles ganham folga e se não aproveitarem para se divertir, após as partidas de futebol, eles só vão se divertir, no final do campeonato.

    – Calma, isso é normal gente.

  5. Claudio em relação a isso concordo com vc. Acho que o jogador tem que ter sua vida particular respeitada. Agora há fanaticos que não entendem assim, por isso eles devem tomar cuidado.

    Agora essa de torcedor querer tirar uma de bacana e atraplhar treino, eu não concordo, principalmente se os salários dos jogadores estiverem atrsados.

    Em relação a um torcedor encontrar um jogador numa festa dessas, a pergunta é a seguinte, e ele o que estava fazendo lá?

Deixe uma resposta