3 comentários em “Capa do Bola, edição de terça-feira, 21

  1. Esta capa foi uma bela sacada. A propósito da tese do boicote, vale referir que nada obstante não a tenha sustentado, o Valmir Rodrigues se mostrou estupefato com o comportamento dos jogadores azulinos. Tanto que mesmo admitindo as limitações do time, disse acreditar firmemente que nunca mais os atletas vão jogar tão mal assim. A princípio eu também não acredito em motim, mas, sabe como é que é, como o temperamento do treinador é um tanto exasperado, não custa ficar atento. Aliás, domingo, após o jogo, não assumiu sua enorme parcela de culpa e atribuiu publicamente, num tom algo desagregador, toda a responsabilidade pelo fiasco aos jogadores.
    Bom, mas o certo é que domingo estarei lá no mangueirão… DESEMBASSA LEÃO!!!

  2. O Remo não deve ser preocupar com o jogo contra o Vilhena. Tem que respeitar o adversário jogando com seriedade. Preocupação mesmo deverá ter no mata-mata contra o Sampaio, este sim superior aos azuis.

  3. Não creio que o Remo não se classifique para a próxima fase, mas não consegui entender como deixaram escapar a oportunidade de voltar do Amazonas já classificados uma vez que o Penarol era carta fora do baralho, sem motivação e já desclassificado. Sem garra e sem objetividade não se vai a lugar algum!No mata mata isto será fundamental. Acorda Leão!

Deixe uma resposta