A frase do dia

“Quando chegamos de Pequim, fomos vistos como um time perdedor. Hoje, o sentimento é de “legal, medalha de prata, mas queríamos o ouro”. Nós acostumamos mal o brasileiro. A mentalidade do brasileiro já é “você ganha ou é ultimo”. Isso eu aprendi muito nas minhas viagens. Temos de colocar a mão na cabeça e ver por que isso acontece. É triste ver certas críticas sabendo do nosso esforço e do nosso currículo. Aqui, (prata) não vale nada. Aceitamos as críticas pela Liga Mundial, mas nosso objetivo era chegar à final nas Olimpíadas. Queríamos ganhar, mas estávamos de novo em uma final. É triste ver esse “não- crédito” na história. Não fosse assim, daríamos mais valor às coisas que nós temos”.

De Giba, atleta da seleção brasileira de vôlei masculino, sobre a medalha de prata em Londres.

7 comentários em “A frase do dia

  1. Pensamento de derrotados,conseguir o segundo lugar e estar numa final por três vezes consecutivas mostra sim que o nosso vôlei é de respeito é de qualidade. Fiquei triste sim com a derrota e com a forma que ela ocorreu. Mas é preciso, antes de tudo, dar méritos à Russia que com aquele gigante desmontou o Brasil.
    Parabéns pela prata vocês são o orgulho de uma “pátria de chuteiras” que não honra a camisa que tem e sempre amarela na hora de decidir o ouro! A derrota para o México, te dizer!
    Mas no vôlei perdemos para um adversário muito qualificado. Creio que pequenas particularidades como no momento em que os russos estavam atordoados no final do terceiro sete não tivéssemos baixado a guarda a história seria outra, mas valeu Giba e companhia vocês sempre serão os homens de ouro do Brasil!

  2. O problema é que a prata tem sabor de derrota. Nos esportes coletivos ninguém luta por ela. Luta-se pelo bronze e pelo ouro.

    Mas a seleção de vôlei nos acostumou mal mesmo. Se fosse a de basquete, estávamos aqui todos felizes pela conquista da prata.

    Agora, a CBV poderia dar a vez para uma nova filosofia de trabalho. Quem sabe o Luizomar de Moura, 46 anos, campeão diversas vezes nessas superligas brasileiras.

    É o atual campeão pelo time feminino do Osasco/SP.

  3. O problema é perder da forma como ocorreu. Vencendo dois sets e com três chances de fechar o set de ouro. Ah, conta outra…

  4. Ei Sr. Gerson

    Onde está a minha postagem feita ontem (16/08)?

    Censura?

    Não há motivos para isso pois não usei palavras obscenas, chulas e/ou coisa do tipo, nem ofendi ninguém!

  5. Cara fico insupotavel momentos depois de uma derrota do Paysandu e do Brasil. Do Botafogo e Santos nem tanto.

    Quando o Brasil perdeu Cassio, fiquei revoltado e ao mesmo tempo conformado, mesmo não sendo um fã do volei.
    Exatamente por isso que vc falou, estavamos com a faca eo queijo na mão, mas como dava pra ganhar dos russos com aquele gigante? Dessa vez não tinhamos um Daví por nós.

    Em resumo digo isso pra poder dar razão pro Giba.

Deixe uma resposta