Em dia de Hulk, Seleção bate Dinamarca

No primeiro jogo da Seleção tendo José Maria Marin como presidente da CBF, a equipe deixou boa impressão na vitória sobre a Dinamarca, por 3 a 1, neste sábado, em Hamburgo, na Alemanha. O atacante Hulk marcou dois gols (o outro foi contra) e se destacou na partida, ao lado do jovem Oscar, que substituiu Ganso. Foi também o começo da série de quatro amistosos da Seleção. A equipe se prepara agora para encarar os EUA, na quarta-feira, em Washington. No dia 3 de junho, enfrenta o México, em Dallas, e, por fim, pega a Argentina, no dia 9, em Nova Jersey.

PH Ganso volta a jogar no final de junho

Paulo Henrique Ganso postou, no começo da tarde, uma foto no Twitter informando que já descansa em casa após a cirurgia para retirar resíduos de outros intervenções que já havia sofrido no local. O cirurgião José Ricardo Pécora realizou a artroscopia, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, acompanhado pelos médico do Santos. A previsão de retorno do meia paraense aos gramados foi mantida: um mês. Não enfrenta o Corinthians nas semifinais da Libertadores, mas estará em condições de disputar a Olimpíada de Londres.

Em ritmo de treino, Leão dispara 10 a 0

Não podia ter sido mais tranquila a apresentação do Remo, na manhã deste sábado, no Baenão. Em amistoso solicitado pelo técnico Flávio Lopes, o time goleou o modesto (e amador) São Paulo de Ananindeua por 10 a 0. Logo aos 3 minutos, o estreante Ratinho balançou as redes, em chute de fora da área. Três minutos depois, o mesmo Ratinho ampliou, desviando de cabeça um cruzamento de Reis. O jogo continuou fácil para os remistas que, a partir dos 20 minutos, construíram a goleada. Fábio Oliveira, de cabeça, fez o terceiro. Aos 22  minutos, Cassiano sofreu pênalti que o próprio Fábio bateu para marcar o quarto gol azulino. Aos 29 minutos, Reis ampliou para 5 a 0 em cobrança de falta. No minuto seguinte, outro estreante, Marcelo Maciel, marcou o sexto em cobrança de pênalti. O sétimo gol foi também de  Maciel, aos 38 minutos. Com o adversário completamente entregue, o Remo arrefeceu o ritmo e o primeiro tempo terminou em 7 a 0.

No intervalo, Flávio Lopes fez várias alterações no time, visando dar movimentação a todos os jogadores. As principais novidades foram Edu Chiquita, fazendo sua estreia, além dos laterais Dida e Paulinho. Sem o mesmo entrosamento mostrado no primeiro tempo, o Remo ampliou aos 14 minutos, no terceiro pênalti do amistoso. Jaime foi derrubado na área e converteu a penalidade. Foi dele também o nono gol, aos 41. O volante Jhonnatan fechou a goleada, marcando o décimo gol aos 42. O São Paulo teve a chance de fazer o gol de honra aos 44 minutos, em cobrança de pênalti. O atacante Bruno bateu forte no meio do gol, mas o goleiro Lino conseguiu defender. (Com informações da Rádio Clube; fotos: MÁRIO QUADROS/Bola)

Goleiro é 10º reforço da lista de Davino

Desembarcou em Belém, na manhã deste sábado, a 15ª contratação do Paissandu para a Série C do Campeonato Brasileiro. Vindo do Guaratinguetá (SP), o goleiro Dalton, 25 anos, foi indicado pelo técnico Roberval Davino, que queria um arqueiro mais experiente. O novo goleiro vai disputar posição com Paulo Rafael e Paulo Wanzeler. Vai realizar exames médicos e físicos na segunda-feira e, na terça, começará a treinar com o grupo.

Contratados do Paissandu para a Série C: goleiros Dalton e Paulo Wanzeler; zagueiros Adson, Sidraílson, Marcus Vinícius e Fábio Sanches; laterais Guina e Régis;  volantes Ricardo Capanema e Fabinho; meias Lineker, Alex William e Harisson; e os atacantes Rafael Oliveira e Kiros. Por indicação direta de Davino, Dalton é o 10º contratado. 

Dalton Allan Munareto é natural de Chapecó (SC), tem 1,98m e já defendeu os seguintes clubes: Figueirense (SC), Mirassol (SP), Rio Claro (SP), Cruzeiro (RS), Metropolitano (SC), Hercílio Luz (SC) e Guaratinguetá (SP). (Com informações da Ascom/PSC)

Imagem do dia

Faixa da torcida do Athletic Bilbaoo em homenagem ao seu treinador, Marcelo “El Loco” Bielsa, no estádio Vicente Calderón, durante o jogo desta sexta-feira decidindo a Copa do Rei contra o Barcelona. Bielsa não conseguiu dobrar o time de Pep Guardiola, que se despedia da função e conquistou o título com a vitória de 3 a 0. (Foto: Josep Lago/France Presse)

A encruzilhada de PH Ganso

Por Ricardo Perrone

A nova cirurgia que Ganso terá que enfrentar fez os europeus interessados em contratá-lo tirarem o pé do acelerador. PSG e Porto eram os clubes mais dispostos a contratar o meia. Porém, o fato de um jovem jogador já ter que passar pela quarta cirurgia num dos joelhos assusta os gringos. Agora terão que esperar o retorno dele aos gramados. E o meia precisará convencê-los de que sua condição física não é um problema. 

O plano de aproveitar os próximos amistosos para se firmar como o camisa 10 da Seleção Brasileira também fez água. É um prejuízo maior para o atleta do que perder ao menos um dos confrontos das semifinais da Libertadores contra o Corinthians. Afinal, seu currículo já ostenta um título continental. Falta, porém, o carimbo da Seleção Brasileira em sua folha de serviços.

O estrago só não é maior também para o Santos porque o clube conquistou a vaga para as semifinais da Libertadores. Conselheiros alvinegros resmungavam antes da partida contra o Vélez Sarsfield e queriam explicações para o episódio.

Não entendem o motivo para o clube liberar Ibson para o Flamengo sabendo que Ganso vinha sentindo dores. Nos últimos três jogos ele precisou injetar analgésicos. A presença dele em campo contra os argentinos também era questionada, já que não é comum um atleta entrar em campo sabendo que em seguida passará por uma cirurgia. A avaliação é de que um jogador em melhores condições físicas deveria ser escalado.

Porém, a classificação, com a ajuda de um gol de Ganso na disputa de pênaltis, evaporou os questionamentos. O caso só deve voltar a ser lembrado se o Santos não passar pelo Corinthians. Procurado pelo blog antes do jogo com o Vélez, o presidente Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro afirmou que estava em reunião e não poderia falar.