S. Francisco vence clássico santareno

Com um gol já nos acréscimos, o S. Francisco venceu o clássico Rai-Fran, na noite desta quinta-feira, no estádio Barbalhão. Ricardinho foi o autor do único gol da partida. Depois de um primeiro tempo sem grandes emoções, o S. Francisco voltou mais ofensivo no segundo tempo. O S. Raimundo explorava os contra-ataques, mas também não conseguia marcar. Quando o jogo se encaminhava para o final aconteceu o gol de Ricardinho, para alegria da torcida azulina presente ao estádio. No próximo domingo, 4, o S. Francisco vai a Belém enfrentar o Paissandu, na Curuzu, enquanto o S. Raimundo recebe o Remo, no Barbalhão.

Remo pode ter mudanças para domingo

Em clima animado, o Remo retomou os treinos na tarde desta quinta-feira no Baenão, mas o técnico Flávio Lopes não definiu ainda o time que vai enfrentar o São Raimundo, domingo, em Santarém. É provável, porém, que a escalação inclua alguns dos últimos reforços contratados. O mais cotado para entrar na equipe é o meia Edu Chiquita (foto abaixo), apesar de ainda estar 3 kg abaixo do peso ideal. Na defesa, Tiago Cametá (acima, com Joãozinho) teve boa atuação e deve ser mantido na lateral-direita. (Fotos: MÁRIO QUADROS/Bola) 

A dura vida de treinador no Brasil

De Marcelo Damato, no ‘Lance’: “Vanderlei Luxemburgo aceitou a proposta feita pelo Flamengo do parcelamento dos R$ 4 milhões referentes à multa rescisória. As partes devem assinar o acordo nesta semana”.

Até lá, o ‘mestre dos mestres’ vai ter que se virar com o minguado salário de R$ 500 mil que recebe no Grêmio.

Te contar…

Isto é que é pegar uma onda boa

A risonha surfista paranaense Bruna Schmitz, de 21 anos, ficou espantada quando foi convidada no ano passado para posar de biquíni na prestigiada revista norte-americana Sports Illustrated, que a descreveu como uma das esportistas mais belas do mundo – com toda razão, diga-se. Mas a atleta cheia de reentrâncias quer evitar esse rótulo, afinal, sua equipe já chegou a reclamar de ‘preconceito’ dos juízes em relação às surfistas mais bonitas. Mesmo assim, Bruna aceitou tirar a roupa para um ensaio sensual, desta vez para a revista VIP. Uma pequena mostra das qualidades da moça fora da prancha.

O blog, sempre atento às causas mais robustas e nobres, resolve se solidarizar com a “discriminada” desportista.

E o campeão ressurge no Parazão

A Tuna não resistiu ao bom futebol apresentado pelo campeão paraense e caiu por 3 a 1, na tarde desta quarta-feira, no Souza. O Independente Tucuruí mostrou postura ousada desde os primeiros minutos e chegou ao primeiro gol logo aos 8 minutos, através do zagueiro Preto Barcarena, escorando de cabeça um cruzamento da direita. A Tuna não conseguia se arrumar em campo e o Independente tomava conta da meia-cancha através de Gian, que aproveitava os espaços deixados pelos cruzmaltinos para armar perigosos contra-ataques. Aos 28 minutos, em jogada parecida ao do primeiro gol, Preto Barcarena marcou o segundo para o Independente.

Depois do intervalo, a Tuna voltou mais ofensiva, com Rodrigo e Torró substituindo a Euler e Edilson. Gian continuava muito bem e logo de cara cruzou para um cabeceio de Tiago Floriano que passou raspando a trave. A Tuna desperdiçava algumas boas chances, com Beá e Max. Após passar cerca de 10 minutos em campo, o lateral Edinaldo recebe dois cartões amarelos e é expulso.

Cansado, Gian foi substituído por Marçal, que logo na primeira jogada assinalou o terceiro gol do Independente. Em pênalti sofrido por Lineker, Sinésio descontou para a Lusa. Logo em seguida, aos 34 minutos, o Independente teve o segundo jogador expulso – zagueiro Alexandre. Mesmo com dois jogadores a mais, a Tuna não conseguiu se organizar para reagir. Aos 47 minutos, Lineker também foi excluído da partida.