10 comentários em “Som na madrugada – V. Cantuária, Cheio de Amor

  1. Será que o Fabio Oliveira vai queimar a lingua de uns e outros?Caso ele faça muitos gols no campeonato,ja vejo a dupla RexPA brigando pelo mesmo no fim do paraense. É sempre assim.

    1. É, Marcelo, nos bastidores do Bola na Torre no domingo passado ele deu a entender que está mirando uma nova oportunidade no Evandro Almeida. Já fez mais gols do que o Rodrigo Aires, que disputou quatro partidas.

    1. Também não gostei do jeito como ele se expressou, amigo Edson. Aliás, há um certo exagero no posicionamento de dirigentes, técnicos e até jogadores dos clubes interioranos. Reclamam de tudo – arbitragem, bola, sol escaldante etc. Parece que o título conquistado pelo Independente causou um revertério na cabeça do pessoal, que anda se achando melhor que todo mundo. O curioso é que até o ano passado os gramados da maioria dos estádios interioranos não permitia futebol normal e tudo ficou por isso mesmo. O glorioso Osvaldo Monte Alegre devia se sentir honrado de enfrentar a Águia Guerreira do Souza. Perder para um clube centenário e com tantas tradições não diminui ninguém – só mesmo os já insignificantes.

Deixe uma resposta