Matemágico baiano já jogou a toalha

O publicitário Duda Mendonça, um dos cérebros da campanha pela divisão do Pará, jogou a toalha. Aos mais próximos, elenca uma série de razões para a derrota no plebiscito de domingo. As pesquisas, evidentemente, confirmam a derrota iminente dos separatistas. Quem informa é Lauro Jardim.

22 comentários em “Matemágico baiano já jogou a toalha

  1. De acordo com as últimas pesquisas DATAFOLHA, o NÃO vence a batalha do plebiscito do Pará. Quero afirmar, antecipadamente, que já temos uma nova data para o próximo plebiscito: 5 de Outubro de 2014. As próximas eleições para Governo do Estado, Deputado Estadual, Deputado Federal e Senadores, mostrará nitidamente a vontade do povo do Sul do Pará.

    É importante ressaltar que todos os ¨FORASTEIROS¨ do Sul do Estado, também têm em suas mãos um objeto muito cobiçado pelos políticos do PARÁ que é o Título de Eleitor.

    Atravessar a linha imaginária que dividirá os Estados do Pará e Carajás para pedir votos em terras de ¨FORASTEIROS¨ não será tarefa fácil. As trincheiras já foram montadas e a ferida está aberta, dificilmente serão desfeitas.

    Mas, isto não pode ser considerado mal: antigamente, e ainda hoje, em alguns países as diferenças são resolvidas com guerras e não com votos.

    Nasci no Pará. Filho de paraenses. Neto de paraenses.

    E não me importo de ser chamado preconceituosamente de FORASTEIRO.

    Quem viver verá.

    Curtir

  2. Gregório a solução é os politicos do sul do estado se candidatarem a governador,o dificil é o Geovani Quieroz por exemplo ser eleito só com os votos do sudeste paraense.A Solução não é guerra nem resentimentos e sim responsabilidade tambem de alguns prefeitos que metem a mão nas verbas federais e depois ficam metendo a culpa no governo estadual.

    Curtir

  3. ”Chora, chora boi da lua vem pedir uma esmola para aquela boneca de anil. Mamãe eu vi boi da lua dançar no planeta do Brasil”
    55 neles.

    Curtir

  4. E que aqui no Para ninguem e Baiano, que desculpem os nossos irmaos baianos, mas estou falando do esperto Duda Mendonca que achava que poderia aumentar suas terras em nosso estado, como diria na minha querida Abaetetuba “Me chame de burro, mas nao de besta”. Duda vai criar galo de briga la no seu quintal baiano. 55 Nele!

    Curtir

  5. Gregório somos todos forasteiros no Brasil.Os verdadeiros moradores do país , foram eliminados sem dó nem piedade por nossos antepassados.Hoje a Fuani cuida deles e alguns para serem reconhecidos como civis capacitados precisam passar por integração e provarem que dominam a cultura e o idioma dos “brancos”.
    Infelizmente o que se pensa é q DIVIDINDO o estado haverá em um estalar de dedos uma saída mágica para os muitos problemas de estrutura , saneamento, desempregos, infra-estruturas, enfim o chamado ” desenvolviemtno’ da região.
    Não é por aí.A população não somente lá como em todas as partes do Pará , tem que votar com cosnciencia.
    Vejam em Santare´m há deputados que se elegem em todas as eleições , apenas fornecendo passagens de barcos uma vez a cada 4 anos.O povo adora ser ludibriado.
    Os deputados não trabalham pelo povo , não criam leis ou emendas para implementações politicas porque na cabecinha deles , já “pagaram” pelo voto.
    Eu não quero ser esnobe ou arrogante, não sou .Mas fui algumas vezes na ALE/ PA e há muito custo pedi para ser recebido pelo deputado no qual eu votei e enfim entrei na sala dele.Perguntou o que eu queria , eu disse que queria saber quais os projetos dele .Só isso.Queria ver cópias se fosse possivel.Ele se saiu com evasivas e pediu para eu voltar e eu disse que ele era meu deputado que eu queria saber o que ele faz lá.Ofereceu-me cadeiras para a igreja , respondi que a igreja não era minha e não faltavam cadeiras.Ofereceu-me camisetas , naquela época . com sua foto.Levei algumas para distribuir com a promessa de q ele iria até a igreja visitar seus eleitores.E assim ele fez.E citou meu nome como exemplo de um eleitor consciente.Levou cópias d esboço de leis e ajudou as igrejas com leis referentes aos cultos, horários e e tc.Mas o que acontece é as pessoas querem trocar o voto.Depois ficar esperando por divisão estadual para tudo melhorar é mais complicado.Uma coisa voce tem razão amigo Gregório, O VOTO É UM TRUNFO poderoso, infelizmente o povo não sabe seu real poder.

    Curtir

  6. Como os eleitores do Sul escolherão bem seus representantes se os políticos de lá enriqueceram as custas de trabalho escravo, grilagem de terras e assassinatos?

    Curtir

  7. É aí que mora o perigo.Muitas pessoas que são contra a divisão podem não comparecer achando que a parada já está ganha.Já fiz a minha parte,acabei de votar,cada um tem que fazer a sua parte comparecendo ás urnas para votar 55.

    Curtir

  8. Se o “não” vencer o povo Paraense vai assinar um cheque em branco. Vai cometer uma injustiça contra os renegados do Carajás e de Tapajós. O crescimento só virá com a divisão.
    Existem umas realidades das quais não podemos fugir e estados como: Tapajós, Carajás, Maranhão do Sul, Gurguéia, São Francisco, Tiãngulo, Iguaçu, Araguaia, Mato Grosso do Norte, Solimões, Rio Negro, Santa Cruz e São Paulo do Leste fazem parte dessa realidade.
    Carlos Ferreira
    Juiz de Fora-MG
    http://www.carlosferreirajf.blogspot.com

    Curtir

  9. As pessoas precisam entender uma coisa:

    O Paraense eh pacato, mas não eh pateta!

    A gente dizer ” sinta-se a vontade” não quer dizer que eh permitido passara mao na nossa bunda!

    Quando a gente diz “a casa eh sua!” , queremos dizer, “Fique a vontade!” E não “leve pra você!”

    Salve o Estado do Grao-Para! A partir de hoje, maior que antes!

    Curtir

  10. Quando vejo o mapa do que seria o futuro Estado do Pará se o SIM vencesse o pebliscito, não sei se dou risada ou se choro. Risada pela inacreditável ousadia dos separatistas. E chôro pela possibilidade de 5 milhões de habitantes ficarem praticamente sem território. Seria cômico se não fosse trágico, ou seria trágico se não fosse cômico?

    Curtir

  11. No diario on line tem um texto muito legal sobre o tema, intitulado: “Plebiscito revela dois tipos de separatismo”.

    é bem interessante, vale a pena dar uma lida.

    outra coisa, independente do resultado o estado sai dividido desse plebiscito. conversei com algumas pessoas de santarém e eles estão muito chateados por estarem sendo tratados com forasteiros em sua própria terra.
    até compreendo a chateação deles mas dividir não é a melhor solução para o caso.

    Curtir

  12. Disse tudo, meu camarada. Não há como olhar para a proposta divisionista e não ter um acesso de riso irado. É muita cara-de-pau. Deixariam o Parazinho com o Ver-o-Peso e as cercanias de Belém. Um verdadeiro saque, em nome de “preocupações sociais” de alguns caciques sabidos.. O povo pode ser acomodado, mas não é leso.

    Curtir

  13. Ferreira, você deve ser ingênuo ou muito ladino. Crescimento econômico não depende de esquartejamento, depende de gestão pública séria e comprometida com as pessoas. Não precisamos de mais Estados, mas de administradores responsáveis.

    Curtir

  14. Mariano , não são apenas fazendeiros e empresários que se candidatam.Há pessoas de bem.Pessoas que realmente desejam trabalhar pelo povo, ajudar, liderar.Pessoas que sentem prazer em resolver coisas para outras pessoas.Eu tenho esse perfil.Fui candidato em Rondônia , a vereador.SEM UM CENTAVO.NÃO DEI , não ofereci NADA a ninguém.Nem poderia , nem faz parte de minha personalidade.Meu desejo era tentar ajudar as pessoas.Criar leis, enfim fazer minha parcela.Eu sou assim.MUITA GENTE É ASSIM tbm.mas o eleitor procura PEDINDO coisas. Desde dinheiro,passagens.Minha base eleitoral que era a igreja preferiu apoiar um candidato de outra igreja a me apoiar.Falei claramente que não daria nada a ninguém em troca de votos.Que trabalharia para criar projetos para instalação de creches, postos de sáude no bairro, enfim pela comunidade.Não cheguei nem perto de ser eleito, na época tive cerca de 70 votos.O vereador menos votado se elegeu com cerca de 200,210 votos.Depois foi deputado. dep.Federal e assumiu depois como secretário no governo.Chefe da casa civil, foi vice-prefeito, voltou a ser deputado.Mas na nossa comunidade, na nossa igreja, no nosso bairro só aparEcia quando era eleição.Dava cestas básicas, passagens, dinheiro.Enfim o povo é conivente tbm.Eu nunca mais me candidatei.Não penso mais.Mas existem pessoas que querem sim ajudar.Hoje eu me sinto bem , distribuindo roupas, agasalhos, alimentos e em todo natal distribuo brinquedos à criaaçs carentes , previamente selecionadas.
    Não faço isso no natal por JESUS não.Jesus não nasceu nessa data.Isso é uma divinização da paganização que agora está paganizada de novo.Faço por que está em mim, no meu espirito , minha essencia espiritual fazer algo de bom por meus semelhantes.Tenha certeza que há pessoas em Marabá e Santare´m, Capanema, Baião, Breves, Itupiranga, Redenção,Paragominas que pensam iguail a mim.Há muitos no mundo.É só identificar e dar uma chance a eles.

    Curtir

  15. Saindo da Escola Boa Esperanca (Marambaia).

    55 e 55, sem medo de ser feliz!

    Daqui a uma hora, aeroporto.

    Eh sempre bom rever amigos em tempo de eleicoes.

    Curtir

  16. Sou paraense de Magalhães Barata, trabalho em Parauapebas e, moro em Marabá. Votei no NÃO por conhecer a fundo quem quer esta divisão, são pessoas q não tem identificação nenhuma com as regiões do Salgado e Bragantina q são realmente paraenses. São pessoas q vem de outros estados como Maranhão e Minas Gerais, q fincaram raíses aqui, mas q quando tem uma folga ou férias, rumam para suas terras, não tendo o menor interesse em conhecer a cultura do nosso estado. Para os Maranhenses principalmente, o Paraense é preguiçoso, o cara vem matar a fome dele aqui, além de tirar um posto de trabalho d um Paraense, ainda se acha no direito d falar do nosso povo e ter a cara d pau d querer retalhar o nosso estado. Àpartir de hoje, devemos ficar alertas e, cada vez mais unidos, porque eles vão voltar com nova investida.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s