Papão vence com gol no minuto final

Justiça nem sempre combina bem com futebol, mas no jogo deste domingo no Mangueirão a vitória premiou o time que mais buscou o gol. O Paissandu podia ter resolvido as coisas no primeiro tempo, quando dominou amplamente as ações e criou várias oportunidades, mas falhou nas finalizações. Na etapa final, mesmo com problemas sérios na criação de jogadas depois da saída de Tiago Potiguar, os gols finalmente saíram, mas o triunfo teve contornos dramáticos. Rafael Oliveira abriu o placar aos 7 minutos, num belo voleio depois de cruzamento do atacante Josiel. Logo em seguida, Vander (que substituiu Mendes) empatou para o Águia num chute de fora da área. A partir daí, o jogo ficou confuso, embora o Paissandu continuasse mais agudo nas jogadas ofensivas. Héliton substituiu Rafael Oliveira e Sandro entrou no lugar de Luciano Henrique, mas a equipe insistia nos cruzamentos sobre a área, facilitando o trabalho da zaga marabaense. 

O Águia limitava-se a explorar os contra-ataques, mas levava muito perigo através de Peri. Aos 36 minutos, Fábio bateu falta da entrada da área, mandando a bola no travessão de Marcelo Cruz. Aos 40, o Águia quase desempatou em jogada rápida de Rairo, que Peri não soube explorar. Dois minutos depois, Vander perdeu outra oportunidade. O Águia ainda se deu ao luxo de abrir mão de dois contragolpes, preferindo tocar a bola e deixar o tempo passar. Aos 48, veio o lance definitivo: escanteio cobrado da direita foi desviado por Sandro para dentro da área. A zaga tentou cortar, mas Rodrigo Pontes insistiu no lance e em cima da linha bateu para as redes, decretando o triunfo alviceleste no Mangueirão.