Torcida chia contra contratação de Adriano

Torcedores corintianos já começaram a protestar contra a contratação de Adriano. Facção do clube estendeu faixas hoje junto ao Parque São Jorge com os dizeres: “O Corinthians não é clínica de recuperação. Lugar de urubu é no lixão da Gávea”. O atacante fechou contrato com o clube e será apresentado como novo reforço na próxima terça-feira.

ANJ protesta contra atentado a blogueiro

O vice-presidente da Associação Nacional de Jornais (ANJ), Francisco Mesquita Neto, divulgou nota nesta sexta-feira manifestando indignação diante do atentado à bala perpetrado contra o blogueiro Ricardo Gomes, na manhã da última quarta-feira (23/3), em Copacabana, Rio de Janeiro. De acordo com policiais do 19º Batalhão de Polícia Militar, o blogueiro foi atingido por três tiros (na cabeça, no pescoço e no ombro direito), depois de abordado por homens que ocupavam um carro de cor prata.
“Gomes tem criticado duramente as autoridades estaduais e municipais, mas em suas postagens mais recentes tratou do tráfico de drogas, afirmando que um ‘empresário’ que abasteceria a Favela da Rocinha de cocaína estaria de volta às ruas. Revelava também que voltaram à cidade integrantes da quadrilha do traficante Nem (Antônio Francisco Bonfim), envolvidos em tiroteio em hotel.  A ANJ insiste junto às autoridades policiais para que intensifiquem as investigações sobre os autores do atentado e suas motivações e providencie a devida proteção ao blogueiro, que se encontra hospitalizado, diante das evidências de que o ataque visava assassiná-lo”, diz a nota.

Tribuna do torcedor

Por Wescley Bezerra (wescleybezerra@gmail.com)

Se tiver alguém aqui que merece parabéns, é o torcedor.  
O torcedor do Paissandu é maltratado na hora de entrar e sair no estádio. O torcedor tem que aturar um presidente, centralizador e que não sabe ouvir criticas. E vive em um ambiente paralelo, onde só ele pensa que o Paissandu está bem e quem não concorda foi comprado por sua oposição. O torcedor está de parabéns, pois mesmo tendo 5 anos de fracassos administrativos esta sempre no estádio apoiando e comprando matérias do clube.
O torcedor está de parabéns por ter que aturar esse técnico burro, que faz questão de mostrar que é burro. Fazendo substituições loucas no decorrer do jogo, e entrando com o time mal escalado. O torcedor está de parabéns porque apesar de todos esses pontos negativos sempre está no estádio, mostrando quem é a verdadeira torcida fiel do Norte do Brasil.

Só espero que muitos não se iludam com este título irrisório que conquistamos hoje. Campeonato paraense é obrigação. E nunca leve este campeonato falido como o Paraense como parâmetro de qualquer outra competição nacional. Boa sorte, torcida bicolor, pois se continuar com as burradas de nosso amado técnico. Vamos precisar. (4 volantes não dá pra entender!)

Papão festeja título do 1º turno

Para um público superior a 13.450 espectadores, nesta quinta-feira à noite, no estádio da Curuzu, o Paissandu derrotou o Cametá por 3 a 2 e conquistou o primeiro turno do campeonato estadual. O embate foi equilibrado e nervoso, com ligeira superioridade do Cametá na primeira etapa e grande equilíbrio no tempo final. Ao final da partida, o gramado foi invadido pelos torcedores, que colocaram em risco a cerimônia de premiação do time campeão. Jailson, aos 19 minutos, abriu o placar para o Cametá. Mendes, num golaço, empatou aos 20. Aos 32, Rafael Oliveira desviou cobrança de falta e desempatou. Logo em seguida, o lateral Elton Lira foi expulso. Aos 39, o lateral Américo chutou forte de fora da área, a bola resvalou em Ari e enganou o goleiro Alexandre Fávaro.

No segundo tempo, com três atacantes (Leandro Cearense, Jailson e Balão) no time e um jogador a mais, o Cametá voltou pronto para sufocar e buscar a vitória. Apesar dessa formação ofensiva, os cametaenses não conseguiam furar o bloqueio defensivo montado por Sérgio Cosme e ainda se expunham a perigosos contra-ataques puxados por Rafael Oliveira. A fim de reforçar a marcação, Cosme trocou Mendes por Sandro Goiano. Além disso, o atacante havia recebido cartão amarelo por chutar um adversário e corria o risco de ser expulso. 

O Cametá tentava fazer a ligação entre defesa e ataque, mas não conseguia criar boas chances, principalmente depois da saída do lateral Mocajuba, substituído por Balão. Aos 39 minutos, Rafael Oliveira desarmou o lateral Américo com falta e o árbitro Dewson Freitas deu apenas arremesso lateral para o Paissandu, que aproveitou para sair rápido rumo à área do Cametá. Alexandre Carioca apareceu livre e foi derrubado. Rafael cobrou o penal e marcou seu 16º gol no torneio, isolando-se na artilharia.

Como campeão, o Paissandu vai receber R$ 98 mil, premiação estabelecida no contrato entre o governo do Estado (Funtelpa) e os clubes. O Remo, 2º colocado, terá direito a R$ 73 mil; o Cametá ficará com R$ 50 mil pela terceira posição e o Independente Tucuruí, quarto colocado, ganhará R$ 24 mil. (Com informações da Rádio Clube e do Bola) 

Ficha técnica da final:

Paysandu: Alexandre Fávaro; Sidny, Ari, Hebert e Elton Lira; Billy, Alexandre Carioca, Alisson (Vanderson) e Alex Oliveira (Brayan); Mendes (Sandro Goiano) e Rafael Oliveira. Técnico: Sérgio Cosme.

Cametá: André Luis; Américo, Gil, Rubran e Mocajuba (Balão); Wilson, Paulo de Tárcio, Robinho e Leandrinho (Romeu); Leandro Cearense, Jaílson e Gil (Cassiano). Técnico: Fran Costa.

Cartões vermelhos: Elton Lira e Rubran (CAM). Renda: R$ 253.420 mil. Público pagante: 12.103. Público total: 13.450 espectadores. Arbitragem: Dewson Fernando Freitas da Silva. Auxiliares: Lúcio Ipojucan Ribeiro da Silva Matos e Eronildes Sebastião Silva.