O Remo e as heranças do presidente-estadista

O ex-assessor jurídico Antônio Neto acionou o Remo na Justiça do Trabalho. Reclama o pagamento de R$ 18.458,01 a título de indenização trabalhista. Trabalhou no departamento jurídico do Remo na gestão de Amaro Klautau. Ainda nesta quarta-feira, o clube se livrou de uma ação do zagueiro Pedro Paulo, atualmente no Joinville (SC) junto com o técnico Giba. O beque cobra R$ 150 mil, mas seu advogado não apareceu na primeira audiência.

Valtinho se apresenta ao Castanhal nesta 4ª

O técnico Valter Lima, contratado anteontem para comandar o Castanhal no Campeonato Paraense, deve se apresentar ao novo clube nesta quarta-feira à tarde. Um problema na marcação do voo, entre Santarém e Belém, retardou a apresentação de Valtinho. Para o compromisso do próximo domingo, contra o Águia, em Marabá, o Japiim terá os desfalques de Branco e Felipe Bragança, suspensos. O zagueiro Magrão, contundido, também não jogará.

Bola na área é com Pato

O atacante brasileiro Alexandre Pato volta a ser alvo da atenção da ruidosa imprensa italiana – não por seus gols dentro do campo. Segundo o jornal Corriere della Serra, Pato pode estar de namoro com Bárbara Berlusconi, filha de Silvio Berlusconi, primeiro-ministro da Itália e presidente do Milan. Bárbara, de 26 anos, é a filha mais velha do mandatário do clube defendido por Pato. Após terminar recentemente um relacionamento com o empresário Giorgio Valaguzza, a jovem teria voltado suas atenções ao atleta brasileiro. Participando ativamente dos trabalhos no Milan, a filha de Berlusconi vem assumindo parte das funções do pai. No último final de semana, Bárbara viajou para acompanhar a vitória dos milaneses por 2 a 1 diante do Chievo, definida com um golaço de Pato, que entrou em campo no segundo tempo. O jogador mantém silêncio obsequioso sobre o assunto.

O homem do blog de 1 milhão de acessos

Por Antonio Valentim

Apraz-me nesta ocasião manifestar minha homenagem particular ao jornalista paraense Gerson Nogueira, cujo popularíssimo blogue nesta terça-feira, 22fev.2011, com menos de 2 anos de idade, atinge a invejável marca de 1.000.000 de acessos. A homenagem naturalmente é compartilhada pelos milhares de leitores, que desde o primeiro post ‘De Baião para o mundo…’, numa terça-feira, 21 de abril de 2009, vêm diariamente acompanhando mais este grande trabalho do Gersão. Este humilde escriba de ocasião, um paraense radicado no Paraná, é um dos milhares que , todo santo dia, visitam o blog do Gerson, ávido por notícias da terrinha, aproveitando sempre para lançar lá suas opiniões e  singelos pitacos, que – sem sofrerem censura – são livremente postados, ainda que nem sempre venham a coincidir com o pensamento do jornalista e da maioria de seus leitores – cada cabeça uma sentença, como diz a sabedoria popular. Tornou-se , para mim, um hábito salutar manter-me bem informado das coisas do esporte da nossa terra, das nuances da política e da economia, e ainda, – de quebra –  aproveitar para trocar ideias com os amigos que conheci nos últimos meses por graça desse  maravilhoso instrumento de interação, o blog do Gerson.
A liberdade de expressão, essa joia preciosa garimpada na mina da democracia  (embora nem todos estejam devidamente familiarizados com o seu uso) e que vem sendo lapitada há mais de duas décadas neste Brasil amado, é própria do profissional de comunicação correto e dos homens de bem – e em ambas as categorias está inserido o amigo -,  essa gente  corajosa, que não fica em cima do muro temendo expor suas opiniões sinceras,  estas nem sempre bem compreendidas. Firmes e coerentes, suas opiniões e postagens, porém,  zelam pelo respeito  ao pensamento do outro, cujo direito de voz jamais é cerceado.

Gerson Nogueira é daqueles que trilham o princípio defendido por  um outro grande homem da história do desporto e do jornalismo paraense, o mestre Edir Proença: ‘Opinião não se discute.’ Nós, seus leitores – falo aqui no plural sem medo de errar -,  também nos sentimos honrados com esse primeiro milhão de acessos. Valeu, amigo GN, e continue assim, ‘sempre no ataque e jogando limpo’. E vamos ao segundo milhão!

PENSAMENTO do dia:

“Posso não concordar com uma só palavra do que dizes, mas lutarei até o fim pelo direito de o fazeres.”
(Jean-Marie Arouet, mais conhecido na história como Voltaire)

LOUVADO seja Nosso Senhor Jesus Cristo! (Do blog do Dj Leão, em 22fev2011 – http://blogdodjleao.blogspot.com)

Coluna: Givanildo, Bala e Potiguar

O Paissandu oficialmente não toca no assunto, seus dirigentes evitam confirmar, mas é fato que Givanildo Oliveira voltou a ser sondado pelo clube. Cabe lembrar que, no começo do ano, quando Róbson ainda era o superintendente de futebol, o treinador pernambucano praticamente fechou acordo, mas tanto ele quanto Robgol foram surpreendidos pela notícia da contratação de Sérgio Cosme pela diretoria. Constrangido pela desautorização pública, Robgol pediu o boné, não sem antes ser cobrado por um irritadíssimo Givanildo.
Desta vez, a negociação envolve outros dirigentes e chega a surpreender em função da posição de liderança do Paissandu no campeonato. Tudo, porém, teve origem no revés diante do maior rival. O Re-Pa, como se vê, segue fazendo vítimas entre treinadores, mesmo que o time lidere a classificação.
As vaias ao técnico Sérgio Cosme, em plena goleada (5 a 2) sobre o Águia, na quarta-feira, chamaram atenção pelo aspecto inusitado. Um grupelho de torcedores se concentrou junto ao banco de reservas para cornetar o treinador, que debochou simulando reger o coro de “burro, burro”, atiçando a fúria dos manifestantes. Experiente, Cosme deu a entender depois que o protesto tinha sido encomendado para forçar sua saída. Como se diz lá em Baião, mirando na paca, ele pode ter alvejado a capivara.
Mais estranha que a troca de comando a essa altura é a possibilidade de cessão de Tiago Potiguar ao Sport-PE, que, em troca, emprestaria o atacante Carlinhos Bala como parte do negócio. Sob todos os pontos de vista, se sacramentada a transação, é um péssimo negócio para o Paissandu.
Potiguar, apesar das contínuas lesões, é um atleta de 26 anos no melhor momento da carreira. O veterano Bala, ao contrário, já rodou por vários clubes e está na chamada curva descendente. Pode ser até um reforço para compor elenco, mas não tem características para desempenhar as funções que Potiguar tem hoje no time. De mais a mais, é jogador que pode garantir bom retorno financeiro ao Paissandu.
 
 
Seleção da sexta rodada do Campeonato Paraense: Adriano (TUN); Sidny (PSC), Paulo Sérgio (CR), Rafael Morisco (CR) e Carlinhos Maraú (TUN); San (CR), Billy (PSC), Robinho (CAM) e Tiago Potiguar (PSC); Rafael Oliveira (PSC) e Leandro Cearense (CAM).
 
 
Aos amigos internautas, todos os meus agradecimentos pela grande vitória do blog, que rompeu no final da noite de ontem a barreira de 1 milhão de acessos, marca expressiva para um blog regional que se consolida como nova janela de comunicação entre este escriba baionense e o leitor-torcedor, a partir da força do portal DOL. Obrigado aos baluartes e parceiros de viagem diária. E estamos apenas no começo.

(Coluna publicada na edição do Bola/DIÁRIO desta terça-feira, 22)