19 comentários em “Perguntinha do dia (2)

  1. Não.

    Os jogadores mais jovens tem que entrar no decorrer da partida, ou melhor quando o jogo estar definido.

    A situação do Remo não permite isso, é muita cobrança para esses garotos.

    Curtir

  2. Concordo com vc, amigo Rodrigo. Deixar Fininho no banco, por não ter capacidade de treinar um time sem uma referência de área, é coisa de incompetente. Vale lembrar ao Comeli, que o Águia não tem, também, um homem de referência e, o Galvão não precisou trocar um dos atacantes, por um centro avante nato das categorias de base. Competência, é isso.

    Curtir

  3. Este rapaz, é muito leve. Pra jogar naquele campo tem que ser pesado (tipo o JA RI) ou o auxiliar do técnico (pesadão) que talvez dê pra romper barro.

    Curtir

  4. Eu também não concordo pelas circunstâncias do jogo em que talvez o garoto não se sobresaia bem e o Remo como um clube de grande torcida faça muitas cobranças e pode queimar o garoto o sensato seria colocar no decorrer das partidas para ir pegando experiência, mas o técnico é quem deve saber qual o melhor momento uma vez que está diariamente e se achar que ele tem condições psicológicas que o faça, uma vez que a idade não será impecilho ou disculpa

    Curtir

  5. E aproveitando o momento e saindo um pouco do roteiro do post há alguns dias atrá eu publiquei aqui que o Tiago teria levado um garoto aqui de C. Novos para a base do Papão, procurei obter informações e a que obtive foi que na realidade ele tentou só que os pais do garoto não concordaram já que o mesmo só tinha 14 anos, mas o nome dele é Clismam e o seu Primo que também joga muito é Túlio e acredito que se eles tiverem uma base conseguirão êxito no futebol

    Curtir

  6. O grande erro dos técnicos é esse. Ninguém queima ninguém. O que é necessário é dar cancha a esses jovens, sem cobrança, pois lá na frente, eles vão responder. Ninguém aparece se não jogar. Vão esperar que o atleta chegue aos 23 anos para usá-lo ou mandá-lo embora?. Isso é burrice. Se oclube do Remo tivesse colocado a sua prata de casa esses dois anos, agora teríamos um time competitivo. O dinheiro que gastamos daria para liquidar as dívidas e teríamos um time pronto. E o pior; Não ganhamos um turno, mas os que contrataram jogadores sim, esses ganharam os seus trocados e que trocados. E a história continua a mesma, mudaram os personagens, ou presidente e diretores.

    Curtir

  7. O grande problema, amigos Antônio e Luiz, é que nós sabemos como são tratados esses garotos da base, aqui em Belém. Sabemos que eles não são preparados psicologicamente para enfrentar a ira de uma torcida, num gol perdido, num passe errado,… . Aí, chega um técnico de fora e, pronto, como num passe de mágica, eles já aprenderam, tudo isso? Penso eu, que o garoto tem que ser colocado aos poucos e, não ficar totalmente sem jogar. Fico imaginando se o Moisés(ex-Paysandu) estivesse sido contratado pelo Remo e, ficasse esse tempo todo, só entrando de vez em quando. Imaginem. Lá, todos já sabem do seu potencial, mas o garoto está sendo preparado, já que, aqui, não foi, como nenhum desses garotos, é. A mesma coisa fizeram com o Giovani, Ganso,….. , para depois pensar em ter luvro sobre eles. É assim que se faz, na minha opinião.

    Curtir

  8. Claudio…esse assunto já deu até discussão ao vivo em um programa entre dois colegas de radio..rrsrsrs…base x experiencia…

    Curtir

  9. Como ainda não tive a oportunidade de vê-lo jogar não tenho meios para opinar com propriedade. Mas, nas atuais circunstâncias, se há algum potencial no jogador, quer me parecer que colocá-lo de cara constitui um risco maior de queimá-lo do que fazê-lo despontar.

    Curtir

  10. Com ele ou sem ele tanto faz.
    depois da peia é só inventar mais uma desculpa esfarrapada, coisa que os remosos estão habituados a fazer desde o mestre Giba jibóia.

    E as desculpas esse ano já começaram.

    No primeiro jogo disseram que o remo ganhou pq mostrou um time forte, rápido e com muito preparo físico. Jogadores cuja disposição e força foi demonstrada até o final.

    Foi só tomar a primeira lapada que os chorões de plantão disseram que o remo por ser um time leve e de toque de bola refinado foi muito prejudicado pelas condições pesadas do campo.

    Mas é muita cara de pau mesmo.

    Curtir

  11. Trata-se de coerência, dizer que o campo do bacurau, não interferiu na dinâmica do jogo é assumir que não entende o mínimo de futebol. Mas, eu como muitos, entendo que o Mais Querido, não rendeu o esperado.
    Para os céticos, isso beirou o caos, a mim, foi apenas um jogo em que o Leão Azul deixou escapar 2 pontos!
    Hoje, o cenário é outro e, o bom resultado vai acontecer, apesar das exigências que o time do Águia vai aplicar no fronte.
    Às desculpas ficará por conta de vocês bicolores, após o próximo jogo do Paysandu. A julgar, não pelos resultados, mas pelos jogos fracos praticados pelo Paysandu, a hora do Cho-rô-rô, está chegando.

    Curtir

  12. Berlli,

    A minha participação no BloG, independe se o Mais Querido ganha ou não.

    Pelo visto, a sua, se pauta na vitória do Ôgro, é isso mesmo ?

    Curtir

  13. QUALQUER ENQUETE FEITA NO DIARIO DO PARÁ SERÁ MAL RESOLVIDA PORQUE A TORCIDINHA DA LEOA VOTA MIL VEZES POR PA´GINA….DEPOIS SE AUTO-PROCLAMAM EM MAIOR NÚMERO.O que tem a ver isso com o tópico?TD….as sarnentinhas azuletes e fedidas gsotam de serem e de se enganarem….KKKKKKKKKKKKK

    Curtir

  14. Com o jogo de ontem, está provado que esse será “o cara” no campeonato. A idade, nos dias de hoje, é coisa do passado. Ele deve ser o titular para pegar mais cancha e que não deixe nada subir à cabeça.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s