A frase do dia

“Não está correto passar de uma família para outra. Não será uma traição? Se eu estivesse nessa situação, nunca o faria, certamente. Estive muitos anos no Milan e era feliz. Creio que até os responsáveis da Inter tem esta forma de pensar”.

De Marco Van Basten sobre Leonardo, que assumiu o comando técnico da Internazionale depois de ser ídolo do Milan

26 comentários em “A frase do dia

  1. Admiro por sua lealdade, mais tem como deixar de se ganhar dinheiro, mesmo que seja no arqui-rival. Para mim, se o Marco Van Basten pensa realmente assim, jamais será um grande treinador ou conseguira encher seus cofres de dinheiro.
    Acho que quando o ex-jogador de futebol, pendura as chuteiras e, começa a escalada como treinador. Ele não deve pensar pequeno, assim como o Holandes pensa, caso contrário sumira do mapa. Minha opnião!

    Curtir

  2. Quanta infelicidade do Van Basten. Poderia dar uma passadinha aqui pelo Brasil e, aprender com o Givanildo, de como cair no agrado de duas torcidas rivais. Profissionalismo, é isso. Vou te contar.

    Curtir

  3. Leonardo não é milanês, não é italiano, nem ao menos é europeu. Então, não pode ter com o Milan a mesma identificação que tem um Paolo Maldini, filho de ídolo e nascido e criado dentro do rosso nero italiano.
    Além disso, começou sua carreira e atuou por muito tempo no time de maior torcida do Brasil, transferindo-se depois para outro gigante do futebol brasileiro virando igualmente ídolo.
    Agora, já maduro, Leonardo certamente terá forçosamente de ser mais profissional do que sentimental, principalmente porque a diretoria do Milan o demitiu em um momento que seu trabalho começava a apresentar resultados. Quem assistiu a última partida do Milan sob o comando de Leonardo, e o Gerson postou algo a respeito, pode constatar que torcida e atletas o festejaram, mas a diretoria deu de ombros para sua competência. Paciência!

    Curtir

  4. O grande problema, amigo Jorge Paz, é que essa festa toda, as vezes se dá, pelo fato de o Treinador ser carismático e, cair no agrado de muita gente. Agora, “lá por trás”, a verdade sobre essa dita competência dele, ninguem esconde, por isso foi demitido. O bom Treinador tem que ser analisado em um todo e, não em uma ou outra vitória. É a minha opinião.
    – Aliás, o Charles Guerreiro, que era muito sondado, na época do Paysandu, já está empregado? Cadê o Aguinaldo, campeão 100%? Vou te contar.

    Curtir

  5. Tem razão, meu caro Cláudio. Só o tempo dirá se o verdadeiro treinador Leonardo é aquele da 1ª fase, que levou peia de todo mundo, ou aquele das últimas rodadas do campeonato passado que venceu várias partidas seguidas e chegou perto da Inter.

    Curtir

  6. E Cláudio, sinceramente vou concordar com o Berlli! Você deve está com febre, mais o problema e, que essa sua febre parece conviver com você todos os dias. Pois não acredito que, você seja eternamente do contra em tudo, pra você sempre e o que você pensa e/ou que você quer né.
    Amigo não consigo entender sua antipatia por treinadores dessa nova safra. E como em outro dia que postei em relação renovação! Assim como e interessante ter uma nova safra de jogadores e, interessante ter uma nova safra de treinadores.
    Outra coisa, já pensou se os novos jogadores em ínicio de carreira, em suas primeiras partidas não conseguissem desempenhar um bom papel dentro de campo, os mesmo deveriam parar, assim como os treinadores que você sempre inciste que os mesmo não tem vocação para a função.

    Cláudio e minha opnião, fique comentando a coluna do Manoel Alves da RBA, pois lá e que se fala de amadorismo, ou mundo peladeiro.

    Curtir

  7. Concordo inteiramente, caro Jorge. Leonardo é um profissional e assim foi tratado pelo Milan quando não rendeu o esperado no comando técnico. Fracassou, foi demitido. Agora, com a oferta da Inter, não vejo qualquer conflito ético em aceitar. Por outro lado, vejo na frase do Van Basten uma pontinha de despeito por ver o Leonardo emplacar o comando do campeão europeu, enquanto o holandês não conseguiu decolar como técnico de ponta.

    Curtir

  8. Ainda dizem que o futebol europeu é o mais profissional do globo terrestre; esse van basten é de um amadorismo infantil.
    Aliás, não sei se o chamo Van Basten, ou VAI BESTA!!!

    Curtir

  9. Eu não precisarei desse tempo, amigo Jorge. Agora, um time da grandeza do Milan pensar que foi uma maravilha porque chegou perto da Inter. Te dizer. Aliás, se a Inter chegar, apenas perto do Milan, ele será demitido, de novo. É a minha opinião.

    Curtir

  10. Amigo André, o Paulo Roberto, o Zaluar, o Bagé, o Edson Boaro, o Jorginho,… todos são dessa que vc considera, nova safra. Entenda algumas coisas:
    1- Existem técnicos da nova e da velha Safras, bons e ruins;
    2- Se vc não conseguir identificar os ruins, pense no quanto sofrerão as torcidas de Remo e Paysandu;
    3- Sinceramente, mas não troco Givanildo, Giba, Edson Gaúcho, Barbieri, Roberval Davino, Ademir Fonseca (alguns da velha Safra), por Charles Guerreiro, Samuel Cândido, Lucena, Todos, acima citados( da nova Safra).
    – Uma pergunta ao amigo: Tivesse vc a incubência de contratar um técnico para a Inter, desde que fosse brasileiro, quem vc contrataria?
    – Luxemburgo
    – Leonardo
    – Dorival Júnior
    – Felipão
    Me responda, sinceramente.ok?

    Curtir

  11. Caro Cláudio, já que o André não respondeu tomo a iniciativa de faze-lo e digo que sinceramente escolheria o Leonardo.
    Felipão foi muito mal no Chelsea, Luxemburgo idem no Real Madri, Dorival Jr. nunca foi testado e jogador de futebol, aqui e alhures, considera-se estrela intocável, vide o relacionamento entre Felipão e os jogadores do time inglês, marcado pelo boicote.
    Só sobra o Leonardo, tolerado porque já convive algum tempo naquele mundo e fala vários idiomas. Se o cara chama pelota de “buela” certamente não será levado a sério.

    Curtir

  12. O Leonardo! Pelo simples fato, do mesmo ser conhecedor do futebol Italiano, falar a lingua dos boleiros e porque, sabe quais foram os erros que acarretaram em sua demisão do Milan.
    E simples amigo, quem vive de passado e museu! Essas múmias, que você teima sempre em enaltecer, já não conseguem produzir mais nada dentro do futebol. Pegue os ultimos números do Givanildo e se delicie com o seu fraco desempenho mano.

    Salve Charles Guerreiro, Andrade, Leonardo, todos Flamenguistas……….

    Curtir

  13. Ei Cláudio, respeito sua opnião. Mais ponha uma coisa na sua cabeça amigo! Você não e hunanimidade em seus comentários e, muito menos em conhecimentos futebolisticos, apenas e um internauta que treina um time de futebol pelada, que adora jogadores de caracteristicas de peladeiro ex: Landu e, acha que o dono da verdade!!! Te dizer em….

    Curtir

  14. Outra coisa você sempre teimar, que Givanildo e a ultima palavra em treinadar de futebol, para os clubes de Belém! Amigo ele e parece carro velho, com kilometragem alta e bastante rodada totalmente ultrapassado no mercado.
    Veja o exemplo de Carlos Alberto Parreira e Zagalo, ambos treinadores campeões mundiais com a nossa seleção. Porém realistas com o mercado da bola, ou seja sabem que seus conhecimentos se encontram ultrapassadissimos que resolveram parar de treinar clubes de futebol. Amigo quando se tem personalidade e auto-analise e, bastante humildade para reconhecer suas limitações, as pessoas sensatas deixam suas profissões para dar a vez a quem está em uma evidência ou em uma crescente, coisa que não e o caso de Givanildo, Giba, Barbieri, entre outros ex-treinadores em atividade.

    Curtir

  15. Cláudio deixe de ser burro, em não analizar os fatos que acomenteram a demissão do Leonardo no MIlan. A Inter de Milão, conta com o melhor elenco da Italia mano, isso já à uns 5 anos, e vem ganhando quase tudo que disputa. O Leonardo, quando assumiu o Milan, recebeu um time de veteranos e, jogadores em péssima faze, quando o campeonato estava chegando ao termino, foi que o time conseguiu dar uma engrenada, mais já era tarde, pois o elenco era bom, porém envelhecido demais, contra um elenco melhor e muito mais jovem, que era o de sua arqui rival Inter de Milão.
    Uma coisa e, você treinar uma legião de craques, todos em otima fase em plena forma, outra e você comandar um bom elenco, composto por alguns craques, porém em fim de carreira. Existe muita diferença entre essa comparação, só você que não consegue dissernir a mesma e, inciste em teimar que “PAU e PEDRA” te dizer. Agora já sei porque você, idolatra o Givanildo Oliveira, pois o mesmo e tão turrão quanto você. Te doido sai pra lá.
    Tu tens que treinar e galo de briga, pois esse animal e tão teimoso quanto você.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s