Até Datafolha acha que Dilma leva no 1º turno

A candidata do PT à presidência da República, Dilma Rousseff, aparece na liderança da corrida presidencial com 17 pontos de diferença para seu principal adversário, José Serra (PSDB), e venceria no primeiro turno se as eleições fossem hoje, segundo pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo neste sábado (21). A petista tem 47% das intenções de voto contra 30% de Serra.

De acordo com o levantamento, a candidata do PV ao Palácio do Planalto, Marina Silva, registra 9%. Os outros candidatos não pontuaram. A margem de erro de é dois pontos percentuais. Os votos brancos e nulos somam 4%. Enquanto 8% dos entrevistados não souberam ou não responderam.

Encomendada pela Folha de S. Paulo, a pesquisa foi realizada no dia 20 de agosto, com 2750 entrevistados em todo País, e registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 16 de agosto de 2010, sob o número 24460/2010.

27 comentários em “Até Datafolha acha que Dilma leva no 1º turno

  1. A queda do Serra (o “não” arrogante) ocorre também no Sul. Deve ser por causa dos comentários favorável do Berlli!
    Falando sério: como as metodologias distintas de pesquisas estão coincidindo, não tenho mais o direito de ter dúvidas. É dilma lá.
    A batalha agora é fazer uma bancada federal (Câmara e Senado) de perfil mais afinado com os reais interesses do Brasil.

    1. A arrogante ainda não foi escaveirada. A atual “com vi sente” ainda subirá mais uns degraus para que a queda seja mais sentida.

  2. Um “poste guerrilheiro” ameaça converter Serra (ou Zé?) no “mais preparado” ex-futuro presidente que o Brasil já teve.
    Constatação inevitável: O Brasil evoluiu, já se dispõe a votar em “subversivo”. Os que subvertem a ordem burguesa estabelecida, já se elegem. Devemos isso também ao Lula.

  3. A julgar pelas postagens aqui exibidas, em outrubro só teremos eleições presidenciais. Nossos blogueiros dão a impressão de desisteresse pelo pleito paraense o que leva-me pensar que os quadro politicos locais não oferecem valores que mereçam abordagens.
    Não quero admitir que o cuidado de não ferir suscetibilidade seja o responsável pelo descaso.
    Entendo que a distancia que nos separa do Palácio do Planalto encoraja a todos.. Aqui, o P. dos Despachos fica perto de todos e nem todos sentem-se à vontade para ensaiar opiniões.

    1. Isso mesmo Tavernard!

      As indicações para o Palácio dios Despachos são totalmente fora dos anseios do Povo Paraense.

      Apesar de morar em Maceió , voto em Belém, sempro vou aí pro rumo do Guajará, e não gosto de nada do que vejo.
      Muito fisiologismo, muita alienação, muito descaso e despreparo tanto no executivo quanto no legislativo, e até mesmo no judiciário paranese qualhado de corporativismo que, até aqui nas Alagoas, é motivo de chacota.

      Viajo bastante por esse Brasilzão, e é gritante a diferença quando colocamos na mesa os investimentos feitos, e, acredite de quiser, o amor e a sensação de gratificação do povo com alguns de seus candidatos e parlamentares.

      Porque no Pará não temos essa sensação?

      Minha resposta: Porque nada que é feito no solo paroára visa o bem comum do nosso sofrido povo, que já foi muito orgulhoso de ser o que é, e hoje em dia só faz torcer pra que alguma coisa dê certo! Só que nada dá!
      Tem muito malandro no Pará! Vi uma reportagem sobre grilagem de terra, fiquei abismado! Tinha fazenda com área maior que 50% do território nacional! Só pode ser brincadeira, e de muito mal gosto!

      Porque não há investimentos pesados na RMB já que a maioria da população mora nela?
      A educação está em frangalhos, a saúde nem se fala, e a nossa governadora diz que estátudo bem!
      O candidato do PSDB é o mesmo que existia anterior, que, por resultados as claras, afundou o estado!
      E agora? PSDB de novo? Ana Jujú de novo??
      Assim ninguém aguenta!!
      Alguns aqui acham que sou petista. Não sou! não gostoda Ana Jujú,.Sou só um pobre papa-xibé querendo retornar, que sonha com o peixinho frito do V-O-P, que sonha com uma Cerpa Gelada (melhor remédio pra memória, pois vc pega uma caganeira que nunca mais esquece!.rsrsr!); que sonha com um açaí que peste (sem granola!); que sonha com um Pará lindo!
      Mas, enquanto isso ainda não é possível, vou pro Pará matar minha saudade!

      Saudações bicolores!! (essa saudade é a maior)!!..rsrsr!

    2. Luiz Antonio! Se tivermos que identificar os responsáveis pelas mazelas que vc tão bem aponta, adianto: as nossas “elites” em todos os segmentos – talvez, dentre as subnacionais, a mais tacalha.
      Um exemplo: sobre a RMB. Na sua instituição exigiu-se a criação de um Conhelho Metropolitano. Até hoje isso não foi providenciado. Sabe por que? Porque o mundo dessa gente gira em torno de Nazaré – e o saguão do Val-de-Câes nos vôos para o Rio!
      Sobre terras urbanas: quando o Plano Diretor vai tratar do enclave militar?
      Para além da disputa sobre nomes locais, prcisamos discurir propostas para o desenvolvimento do Estado

    3. Caro Tavernard. A política paraense só no arrastão. É a pior oferta de todos os estados brasileiros. Sinto muito é dizer isso.

      1. Égua!!! Nunca pensei que iria concordar contigo Berlli!

        A propósito Berlli, não estou muito otimista hoje.
        Acho que vai dar 3×0 pro meu papão em cima do fortaleza!

  4. Apesar de votar em partidos de oposição ao governo atual, tenho que convir que a estratégia de Presidenteestá dando certo. Se ele indicasse um poste para presidente o povo votava de olhos fechados. A grande sacada do Lula é essa tal de bolsa esmola. Faz o seguinte, tira o bolso esmola da jogada e faz políticas para o povo trabalhar e depois ve o resultado das eleições.
    Eleição dando dinheiro para o povo até o Tobby la de casa ganha eleição.

  5. Assim como a Dilma do Lula devemos apoiar Ana Júlia do LULA.
    Afinal de contas o Lula quer o melhor para o Brasil e para o Pará.
    Não é isso?

    1. Porque apoiar a Jujú?? só porque apoiamos a Dilma?

      Negativo! Ela mesma já mostrou que não presta como governadora!
      pra mim, ela é apenas uma deslumbrada com o poder!

  6. Quanto mais Dilma cresce e se aproxima da vitória no primeiro turno, mais dúvidas surgem sobre seu eventual governo.
    Sabe-se muito sobre Serra -o que ele fez e o que não fez, o que ele diz e o que de fato pensa, as qualidades de homem público e as idiossincrasias pessoais, seus amigos e seus desafetos. E de Dilma? Sabe-se muito pouco de Dilma Rousseff.Ela virou a ministra-forte e evoluiu para ser candidata do PT por instinto e capricho de Lula. Rejuvenesceu, coloriu os cabelos, maquiou o rosto, trocou o guarda-roupa. Foi treinada, enfrentou bem entrevistas ao vivo e debates. Mas o que está por baixo de tudo isso?Cabe perguntar o que vem por aí caso Dilma seja a primeira mulher a subir a rampa do Planalto, com o PT encastelado na máquina, no BB, na CEF, na Petrobras, no BNDES; o PMDB de Sarney, Jader, Renan; o vice Michel Temer, pronto para tudo; a fila, do PCdoB ao PR.
    Dilma protagonizou histórias constrangedoras de gritos e destratos a ministros, assessores e presidentes de estatais. Tampouco é popular na arraia-miúda do Planalto. Há controvérsias se um temperamento assim, dissimulado pelos sorrisos de campanha, será suficiente ou, ao contrário, adequado para equilibrar a autoridade da presidenta e a ganância dos “aliados”.Uma das especialidades de Lula é driblar o próprio time e, quando vem gol contra, ele “não sabia, nunca ouviu falar”. Dilma seguiu o script nos casos da Receita, do “banco de dados” da Casa Civil contra FHC, do dossiê da sua campanha contra Serra, da quebra de sigilo de dirigente do PSDB. Mas, como chefe suprema, vai colar, como sempre colaram todas as versões de Lula para tudo?
    Por fim, quem vai ser presidente? Ela ou Lula? Sem respostas, não dá para apostar como será Dilma ao trocar o personagem de candidata pelo de “mãe dos brasileiros”. Simplesmente porque não se sabe quem é a própria Dilma.

    1. Não sei onde vc viveu esse tempo todo. Deveria acompanhar melhor os fatos da história do Brasil. Assim saberia quem são os militantes da esquerda brasileira – só assistindo a Globo não dá.
      Vc me lembra a Regina Duarte. Em 2002, gravou depoimento para o programa do PSDB dizendo que conhecia o Serra e não conhecia o Lula!

    2. Quem era Dilma antes de LULA? Nem seus mais ferrenhos admiradores sabem. Alguns citarão o que já sabemos de um passado distante cuja bandidagem deu-lhe fama. Porque no Brasil é assim. O brasileiro gosta de votar em quem mais engana.

      1. O brasileiro gosta de votar em quem mais engana.

        Verdade!!!

        O Serra por exemplo, não teminou nenhum mandato!

        Se ganhasse a eleição pra presidente, deixaria no terceiro mês pra se candidatar a presidente interplanetário!

        Aliás, sabe qua la sua frase mais famosa??…
        “FIAT LUX!!!.. Isso mesmo, Deus apenas o copiou!..rsrs!

  7. Prurem no YouTube o cidadão com o nome de “Elidi Fonseca”. Ele e candidato politico pelo PPS.
    O cara é um tremendo lunatico!

  8. Correção:

    Procurem no YouTube o cidadão com o nome de “Elidi Fonseca”. Ele e candidato politico pelo PPS, ele e, do município de Oriximina, terra do Guilherme Guerreiro.

  9. Estou feliz com esse resultado, Na presidencia o povo do Brasil, segue no rumo certo, o Brasil está sendo passado a limpo, basta agora o Eleitor nos Estados votarem ficha limpa, e o Brasil sera moralizado

  10. “O POVO NO PODER INFORMA”: Num instante em que as pesquisas borrifam na candidatura de Dilma Rousseff o perfume da perspectiva de poder, o PMDB aguça o faro.Os votos do primeiro turno só serão contados daqui a 42 dias. Mas a tribo dos pemedebê, por precavida, já esboça a conta do seu apoio.A legenda do vice Michel Temer não faz por menos. Quer dividir o poder com o PT na base do “meio a meio”. O PMDB considera ter atingido novo patamar.Já não se vê como mero “convidado” à festa do governo. Enxerga-se como um dos “donos da casa”.
    Sob Lula, noves fora o comando do Legislativo, o PMDB controla meia dúzia de ministérios. Gere um pedaço do orçamento que supera os R$ 100 bilhões.
    Numa eventual administração Dilma, a agremiação de Temer quer mais. Muito mais. Almeja coisas assim:
    1. Indicação de um dos chamados “ministros da casa”, com assento no Planalto e no núcleo político que vai assessorar a presidente.
    2. Acomodação do mandachuva do BC, Henrique Meirelles, numa das pastas que dão as cartas na economia: Fazenda ou Planejamento.
    3. Definição da cota a que o partido fará jus na Esplanada. Quer receber os ministérios de “porteira fechada”, como se diz.
    4. Manutenção dos cargos que já controla nas estatais e novas nomeações para as vedetes petroleiras: a velha e boa Petrobras e a recém-nascida Petro-Sal.
    5. Inclusão do partido no rateio dos postos de mando das agências reguladoras.
    De resto, dá-se de barato que os morubixabas José Sarney e Renan Calheiros conservarão sob Dilma a influência e os cargos amealhados sob Lula.
    Fala-se, por exempo, em reconduzir Edison Lobão, índio da etnia maranhense dos Sarney, ao comando da pasta das Minas e Energia.
    Vendida em formato de videoclipe na propaganda eleitoral, Dilma diz que vai “continuar e aperfeiçoar” Lula.
    O itinerário da continuação ainda não está claro. Mas já se sabe que o aperfeiçoamento deve incluir mais PMDB ao volante.
    Taí a a verdadeira elite que o PT tanto prega….. povo sofredor esse + quatro anos…..

Deixe uma resposta