Giba vai manter a mesma escalação

Com base nas declarações do técnico Giba, o Remo deve ter contra o Cristal-AP praticamente a mesma equipe da vitória sobre o América-AM. Adriano; Lima, Ênio, Pedro Paulo e Marlon; Danilo, Júlio Bastos, Gilsinho (foto) e Canindé; Zé Carlos e Vélber. Héliton e Frontini, que fizeram excelentes treinos durante a semana, devem compor o banco de reservas, juntamente com o meia Gian. Zé Carlos sentiu uma lesão no último treinamento e está em avaliação, podendo ser vetado para o jogo. Em caso de vitória, o Remo praticamente assegura a classificação à próxima fase do Brasileiro da Série D.

7 comentários em “Giba vai manter a mesma escalação

  1. Gostaria que os amigos tentassem perceber, que voltou a cisma da Imprensa, com bons técnicos de fora, que aqui vem trabalhar, em Remo e Paysandu. O que fizeram com Edson Gaúcho, estão querendo fazer com o Giba. Procurem perceber. Peço ao torcedor do Remo, que tentem se lembrar o que diziam, essas mesmas pessoas sobre o Edson Gaúcho e, o que dizem, agora, de Giba. Engraçado, que eles dizem que falam essas coisas, mas porque querem o bem de Remo e Paysandu. Ei, espera lá. QUERER O BEM DE REMO E PAYSANDU, TODOS QUEREMOS. AGORA SABER O QUE É BOM PARA REMO E PAYSANDU, POUCA GENTE SABE E, DENTRE ESSES POUCOS, SINCERAMENTE, NÃO INCLUO GRANDE PARTE DA IMPRENSA, que como já falei, está levando Remo e Paysandu ao fundo do poço, uma vez que não querem nem saber se esses times estão no caminho certo, querem saber sim, se os técnicos que estão dirigindo essas equipes, farão tudo que eles pedirem(como, por exemplo, escalar determinados jogadores). Se fizerem, serão elogiados até quando errarem e, se errarem demais, não tem com que se preocupar, pois, os JOGADORES, serão os culpados, nunca eles. E os times? Os times que se lixem. SINCERAMENTE, FAÇO UM APELO AO GUILHERME GUERREIRO, QUE DÊ UM BASTA AOS MAUS PROFISSIONAIS DE IMPRENSA, QUE TRABALHAM SOB SUA COORDENAÇÃO, SOB PENA DE NÃO PARAREM DE FAZER DUAS NAÇÕES, COMO SÃO REMO E PAYSANDU SOFREREM, COM SUAS “DICAS” SOBRE FUTEBOL, SEM NO ENTANTO ENTENDEREM DO MESMO. PELO AMOR DE DEUS, ALGUEM TEM QUE DAR UM BASTA NISSO, OU VIVEREMOS SOFRENDO SEMPRE. VALE LEMBRAR, QUE O FATO DO TORCEDOR PARAENSE, SER APAIXONADO POR FUTEBOL, É QUE FAZ COM QUE ELE PERMANEÇA DE PÉ. Desculpe Gerson, pelo desabafo, mas estou cansado com tanta Incompetência e, no final, quem sofre, somos nós, torcedores. É a minha opinião.

  2. Como não sou dono da verdade e respeito profundamente o estabelecimento do contraditório, não farei nenhum apelo dramático pela imposição da lei do silêncio. Só gostaria que quem pudesse informasse se o Giba, para amenizar o calor que abateu o Canindé, recomendou uma “loura gelada”(com moderação, claro) a fim de que suporte o “luar” das quatro.

  3. Como todo torcedor é técnico, diz um ditado, é compreensível a angustia do Cláudio, mas não é de hoje a forma de trabalhar da imprensa paraense e em todo o Brasil, basta lembrar Dunga e as quedas de inúmeros treinadores quando os clunes estão caindo pelas tabelas. Vejo que Giba pouco ou nad fez até este momento e não foi ontem que aquichegou. São 5 meses e no ultimo jogo mostrou está mais perdido que cego em tiroteio, culpando o Sol se desde muito tempo jogos estão sendo realizado neste horário sem maiores alardes, mas como tem fragilidade para rebater críticas, tentar justificar com abobrinhas. Sorte que o jogo será em Belém e o adversário frágil, mas lembro que o mequinha não deu água gelada, portanto não pensem que a parada está definida.

  4. Felipão disse em alto e bom tom que está de saco cheio de perder, sem recorrer a desculpas esfarrapadas. Pediu auxílio a uma psicóloga para fazer uma leitura dos jogadores do Palmeiras para a partir daí tomar outra postura. Não seria o caso do Giba recorrer a um meteorológico como auxíliar?

  5. Concordo com o Claúdio quanto à perseguição ao Gaúcho.
    O cara veio pra cá, pegou uma equipe limitadíssima (nem se compara com a de hoje), ganhou o Parazinho com os pés nas costas e era líder da série C quando foi mandado embora.
    Para se ter uma idéia da fragilidade do plantel, o Zeziel era um dos melhores jogadores do elenco.
    Apesar disso, foi implacavelemente perseguido pela imprensa que a toda hora tentava tumultuar o ambiente no Clube.
    Perseguiram, perseguiram até que conseguiram sua queda. veio então o Valtinho: esse sim era bom, dizia a imprensa local.
    Poois bem, depois q o valtinho entrou o Papão só ganhou um jogo na cagada e o resto foi só peia.
    Mas a imprensa só falava bem dele, e os que ousavam criticá-lo passaram a ser rotulados de “viúvas do Gaúcho”.
    Sabem qual era o problema do Gaúcho: não tratava bem a imprensa. Por isso foi perseguido.
    Esse caso mostra q boa parte da imprensa coloca seus anseios pessoais acima dos clubes e do profissionalismo.

    Por outro lado Cláudio, Comparar o trabalho do Gaúcho com o do Giba e forçar um pouco a barra, pois o Giba não ganhou nem um turnozinho do paraense.

  6. O pior de tudo isso, amigo Carlos, é que esse técnico que vc citou que só fez Cag…., já ganhou 2 turnos desses a que vc se referiu. Não é interessante? Te dizer.

Deixe uma resposta