A mentira de Jorginho

Por Luís Augusto Simon/Revista ESPN

Jorginho, auxiliar-técnico de Dunga na fracassada campanha do Brasil na África do Sul, cometeu um erro histórico em sua entrevista ao “Estado de S. Paulo”. Ao defender a troca de Jairo dos Santos pelo desconhecido Marcelo Cabo como observador técnico, colocou em dúvida a excelência do trabalho feito pelo substituído. “Precisávamos de alguém para discutir as partidas, que tivesse uma excelente visão de jogo. O Jairo fazia relatório de 50 páginas. O Dunga me dizia: ‘Não aguento mais esse relatório enorme. Não dá’. Soube que antigos treinadores da seleção jogavam o relatório dele fora”, afirmou.

Pelo menos em relação à Parreira e Zagallo, Jorginho está muito errado. Eu posso dar meu testemunho. Em 17 de novembro de 2003, o Brasil iria enfrentar o Uruguai, em Curitiba, pelas Eliminatórias da Copa de 2006. O técnico do Uruguai era Juan Ramón Carrasco, que estava modernizando o futebol de seu país com um esquema muito ofensivo. Jogava no 3-1-3-3. Um goleiro (Munúa), três zagueiros (Bizera, Lopes e Lago), um volante apenas (Sosa), três armadores (Romero, Abeijón e Liguera) e três atacantes (Hornos, Zalayeta e Forlán). O esquema era novo e causava preocupação.

E estava bem decifrado no relatório que Jairo dos Santos fez. Quem me disse isso foi o próprio Parreira, no quarto de Zagallo, onde eu entrevistava o então coordenador técnico da Seleção. A entrevista terminou com a chegada de Parreira. Eu perguntei ao técnico brasileiro como ele encarava o novo estilo uruguaio. E ele respondeu com uma análise acurada, ainda que rápida. Explicou tudo o que poderia acontecer. E deu todo o crédito a Dos Santos. “Está tudo aqui”, disse, mostrando o relatório.

Não estou julgando as críticas a Jorginho. Mas ele errou em sua defesa.

4 comentários em “A mentira de Jorginho

  1. Esses dois devem ser esquecidos. Como perderam a visibilidade sempre falarão algo para serem notícia. O que passou passou e esse tempo perdido jamais será recuperado, portando vamos em frente que o futuro nos espera.

  2. Vamos em frente, que agora vem esse tal de Mano, igual o que querem impor lá em Brasilia, com essa tal de Dilma. Resumindo vai ficar tudo como está. Desde quando esse tal de Mano fez renovação algum dia.

  3. É por isso que não curto as pessoas que pregam a Bíblia, falando coisas absurdas para as outras, tipo se você não procurar o caminho de Deus, você estara perdido, no entanto essa hipocrisia desses fanáticos sempre cai por terra, como essa bola fora do Jorginho, te contar.

Deixe uma resposta