Nenhum brasileiro na lista dos 10 melhores

Saiu a lista dos 10 concorrentes ao prêmio de Bola de Ouro do torneio. Justificadamente, nenhum brasileiro foi incluído. A seleção que mais pôs candidatos foi a Espanha, com três nomes, seguida por Holanda e Alemanha, com dois cada um. Os artilheiros da Copa, o espanhol David Villa e o holandês Wesley Sneijder (ambos com cinco gols), aparecem como nomes mais fortes, pois comandam as finalistas do Mundial. A Espanha ainda concorre com Andres Iniesta e Xavi. Já a Holanda tem também o atacante Arjen Robben (foto). A Alemanha, por sua vez, vai à disputa pelo terceiro lugar com dois indicados: Bastian Schweinsteiger e Mesut Özil. A outra seleção derrotada na semifinal também marca presença na lista: o uruguaio Diego Forlán se coloca entre os dez.
A Argentina conseguiu emplacar pelo menos um nome, apesar de ter sido eliminada nas quartas de final. Lionel Messi representa a equipe de Diego Maradona. Nesta Copa disputada na África do Sul, Gana tem o único concorrente do continente, com Asamoah Gyan. A lista foi preparada pelo grupo de estudos técnicos da Fifa e, a partir de agora, jornalistas credenciados votam até o fim da final de domingo.
A relação de nomes foi anunciada pelo secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, em evento com a presença do ex-goleiro Oliver Kahn, que ganhou o prêmio de forma polêmica em 2002, quando falhou feio na final contra o Brasil e foi ofuscado por Ronaldo e Rivaldo. A história mostra mesmo que nem sempre um jogador campeão é o escolhido. Na Copa 2006, Zidane ficou com a honraria, enquanto Ronaldo levou em 1998.

4 comentários em “Nenhum brasileiro na lista dos 10 melhores

  1. Depois da queda, verdadeiro coice de camelo africano!
    Por que será que nenhum brasileiro está na lista da FIFA?
    Sintoma de uma crise que tem apenas qutro anos para ser equacionada.
    E se não bastassem aeroportos, estádios, vias expressas, hotéis e tudo mais por construir e que efetivamente fará o show que Ricardo Teixeira (e Lula) prometeu, ontem, na festa do Brasil.

  2. Lembram da ‘cidade de lata’ na África, mostrada pela TV. É o que todos politiqueiros – os chamo assim – não políticos – sabem fazer bem; “varrer a sujeira prá baixo do tapete”. Sou contra a Copa 2.014 no Brasil. Gastam-se bilhões e bilhões, num evento desse porte, como agora, vêm as eleições – onde nós (obrigados a votar ou justificar) – somos meros participantes do processo. Gasta-se a dinheirama, enquanto a população sofre com fome, insegurança, falta de moradia etc…Enfim, é um contra-senso sem tamanho. Em 10.07.10, Marabá-PA.

Deixe uma resposta