Espanha e Holanda se enfrentam em final inédita

Foi um jogo feio no primeiro tempo. Apenas marcação e pegada forte, quase nenhum drible ou jogada individual mais inspirada. O melhor estava reservado para o segundo tempo, quando a Espanha pôs a bola no chão e conseguiu envolver a forte equipe alemã, através de incursões dos meias Iniesta e Xavi, principalmente este, autor de pelo menos onze grandes lançamentos na partida. De tanto pressionar, a Fúria acabou chegando ao gol, em sensacional cabeceio de Puyol escorando um tiro de canto.

O gol veio fazer justiça ao futebol mais vistoso e de toques da Fúria. Optando pelos contragolpes depois do gol, a equipe de Del Bosque teve três outras grandes de ampliar, nos pés de David Villa, Pedro e Xabi Alonso. A Alemanha, cujo futebol havia impressionado na goleada sobre os argentinos, não teve criatividade para reverter o placar negativo. Joachim Löw postou seu time excessivamente atrás no primeiro tempo e, quando resolveu atacar, não havia mais tempo, nem fôlego para isso.

Vitória merecida, que põe a Espanha pela primeira vez numa final de Copa do Mundo, para brigar com a Holanda por um título inédito. Será, sem dúvida, uma decisão empolgante, de times que valorizam o futebol de habilidade.

5 comentários em “Espanha e Holanda se enfrentam em final inédita

  1. Gerson, final merecida.Foram as melhores seleções que vi jogar nessa medíocre copa.A Espanha e a Holanda valorizam o toque de bola, e possuem craques que decidem qualquer parada.Chegaram a final, porque têm craques.Pra mim, quem ganhar vai ser merecido.Prefiro a Holanda, por causa de 74.
    Em relação ao time alemão.A Espanha mostrou o q ele é: mais uma retranca.Só isso.Viva o futebol dos drbles e do toque de bola.
    Achei mt bom, os big four(Brasil, Arg, Ita e Ale) terem ficado de fora.Não jogaram nada.

  2. A Argentina enganou a todos nós e aos alemãos. Os germanos pensavam que eram os donos da cocada preta após dançarem o tango, mas tourada é com os espanhóis.

  3. Meus comentários sobre a Fúria (meses antes da Copa) estão guardados. Mesmo após a derrota sobre a Suiça, sempre apontei a Espanha como grande favorita (não meramente favorita e sim a maior favorita) ao título.

Deixe uma resposta