Maradona imita Dunga e ataca imprensa argentina

Durou até muito tempo a lua-de-mel de Maradona com a imprensa argentina. O clima das coletivas do técnico é bem diferente daquele encontrado nas entrevistas de Dunga. Os dois têm personalidades opostas, agem de formas diferentes e, sobretudo, o argentino tem um quê de popstar que o brasileiro nunca fez questão de buscar. Mas em uma coisa, os dois se parecem: ambos gostam de lembrar as críticas da imprensa, mesmo quando suas seleções estão em bom momento. Neste sábado, em entrevista em Pretória, Maradona sorriu, abraçou um amigo e mandou beijos. Mas também falou grosso. Questionado sobre o bom momento atual vivido por sua equipe, o argentino aproveitou a chance para atacar a imprensa. “Estamos muito bem, mesmo. Não é fácil de não ser ninguém em seu país e depois ganhar três jogos. Agora tenho de passar pela concentração e ver as mesmas pessoas que diziam que éramos um desastre, a pior seleção de todas, agora falarem que somos excelentes”, afirmou o treinador.

3 comentários em “Maradona imita Dunga e ataca imprensa argentina

  1. Sem querer polemizar, numa primeira aproximação, com todo o respeito, não considero que os termos aspeados no post constituem ATAQUE. Pra mim, no máximo, é a crítica da crítica. Mas, como não assisti à coletiva do Maradona, fico a pensar que a conotação agressiva – que segundo vi e ouvi n’alguns noticiários, também foi percebida por vários outros veículos que fazem a cobertura da Copa – possa ter resultado d’algum tom verbal desrespeitoso empregado na resposta. Vou ver se consigo a recuperar a entrevista na internet e checar.

    1. Talvez você tenha razão, Antonio. Não estava em prétória e também me baseei nos informes das agências. Vamos dar um desconto, então. Talvez Dieguito tenha sido apenas irônico, o que é um direito seu.

Deixe uma resposta