Fifa acaba com a farra da paradinha

Os membros da Fifa se reuniram e aprovaram nesta terça-feira mudanças nas regras do futebol. A partir da Copa do Mundo da África do Sul, estão proibidas as ‘paradinhas’ em cobranças de pênaltis. Além disso, o quarto árbitro terá poderes similares aos auxiliares. Segundo o secretário geral da Fifa, Jerome Valcke, os jogadores que realizarem as ‘paradinhas’ na África do Sul correm o risco de tomar um cartão amarelo. Além disso, caso a cobrança se converta em gol, o atleta terá que bater o pênalti novamente.

Segundo o comunicado oficial, as mudanças serão permanentes e foram estimuladas por ‘preocupações na América do Sul, onde os jogadores param para ver o lado em que o goleiro irá pular’. “Diminuir o ritmo durante a corrida para a bola com objetivo de confundir o goleiro é permitido, mas fazer a ‘paradinha’ depois de ter chegado é bola é agora considerado uma infração e o jogador deverá ser advertido”, afirmou o comunicado. Assim, o jogador pode até parar antes de chegar à bola, mas não pode mais fingir o chute.

Além disso, o quarto árbitro terá agora poderes de auxiliares, podendo ajudar o juíz principal a administrar a partida. “Agora o quarto árbitro terá os mesmos poderes dos bandeirinhas”, afirmou Valcke. (Da ESPN)

13 comentários em “Fifa acaba com a farra da paradinha

  1. A “paradinha” que os boleiros chamam de “recurso técnico” do jogador, é uma irregularidade disfarçada que precisava sim ser coibida. Se é tiro livre direto e o cobrador para antes da cobrança, no mínimo, quem tiver fora da grande área tem o direito de entrar, tomar a bola continuar o jogo, inclusive o goleiro. Da mesma forma que em uma cobrança de falta, se o jogador “espirrar o taco”, se ferrou. Parabéns à FIFA por acabar com essa “malandragem”.

  2. Permita-me discorda de vc Deputado, a bola só entra em jogo após ser tocada pelo cobrador e esta ter rolado um percurso equivalente a sua circunferência, logo, poderia-se fazer a paradinha. Mas concordo que é covardia com os goleiros.

  3. Paradinha só faz sentido se o goleiro puder se adiantar, mas como as regras só punem os goleiros, a tal paradinha tornou-se uma corvardia.

  4. A paradinha, ao que tudo indica, é ponto pacífico com todo mundo contra. Preocupante é o aumento dos poderes do quarto árbitro. Se esses poderes não vierem junto com mais responsabilização, poderemos ter interferência indevida.
    Em geral, esse quarto árbitro é da casa do mandante, quando se trata de jogo interestedadual. Ora, se de repente ele resolve enxergar aquilo que nem juiz nem bandeira viram, um agarrão na grande área, por exemplo, pode decidir o jogo e não ser importunado.

  5. O Socrates fazia uma paradinha bacana,o que rola agora é paradona.Mais o goleiro do Ceará tem uma boa tática,ele ficou parado no meio do gol e o Neymar acabou se atrapalhando.

  6. Tudo bem que acabem com a “parada”, mas ao goleiro seja apenas permitido o movimento lateral tendo como limite a linha do goal, como era no principio e que volte para o sempre.

Deixe uma resposta