O drama do Campinense

Por Wênia Bandeira – Agora Esportes
 
Campina Grande, PB – Parece que as más notícias não vão parar de chegar para o Campinense Clube. As dívidas trabalhistas viraram uma avalanche gigantesca que toma maiores proporções a cada dia. Agora, os jogadores sequer tem onde dormir ou o que vestir. Após o cumprimento de uma ordem judicial feita na tarde desta quinta-feira (29), do Estádio Renato Cunha Lima só sobrou o gramado.
 
Dois montantes fixados em R$ 704.993.25 e 1.0006,267.87 foram requeridos em nome de Gustavo Ratunde de Carvalho e outros, e Rinaldo Fernandes e outros, respectivamente. O despacho foi assinado pelo juiz Claudio Pedrosa Nunes. Do Renatão foram levados equipamentos, troféus, material esportivo, móveis e tudo o que se viu pela frente. Em razão do acontecido, o treino da tarde foi cancelado e os atletas devem dormir num hotel de Campina Grande, já que camas e colchões foram levados.
 
Os objetos lotaram dois caminhões baú e devem ser leiloados para se transformarem em dinheiro. Com a ação, os torcedores que estavam presentes ao estádio se emocionaram e acompanharam tudo com lágrimas nos olhos. O Campinense já teve por várias vezes as rendas dos jogos bloqueadas para pagamentos de dívidas trabalhistas. Não se sabe ao certo quanto o clube ainda teria a pagar ou como o débito será sanado.
 
Disputando o quadrangular final do Campeonato Paraibano 2010, o rubro-negro tem em seu calendário para este ano as disputas do Campeonato Brasileiro da Série C. No entanto, o Presidente da equipe, Saulo Minah, já declarou que será muito difícil continuar com as portas abertas desta forma.

6 comentários em “O drama do Campinense

  1. Que sirva de alerta para os nossos clubes. O Remo enfatiza que vendeu o Baenas,
    mas de real nada executado e as dívidas com juros a galopes diários, na hora do acerto de contas do sorvete, só pode restar o cascalho.

    Curtir

  2. Oh Otávio, vc deve estar se referindo à gente tipo Caxiado. Esse pessoal compõe brilhatemente a bandinha do Titanic. A turma mais crítica da mídia não tem espaço – poucos querem ouvir (ou ler) sobre os fatos objetivos.

    Curtir

  3. Parece que a razão da derrocada do Campinense foi aquela passagem relâmpago pela série B. E ainda têm times que acham que a volta para a segunda divisão é a solução para os seus problemas e não percebem que o formato atual da competição só favorece aos grandes que são rebaixados e aos pequenos clube-empresa de São Paulo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s