Virou moda: empresa quer comprar a sede do Papão

Seria uma repetição, na seara alviceleste, do projeto de venda do estádio Evandro Almeida? Informações divulgadas na noite desta segunda-feira indicam que há uma empresa do ramo imobiliário interessada em adquirir a sede social do Paissandu, localizada na avenida Nazaré. A proposta oficial seria de R$ 6 milhões, sendo que o clube receberia uma entrada de R$ 3 milhões e o restante em 24 parcelas mensais. A oferta, se for levada adiante, deve abrir o mesmo debate que envolveu o processo de negociação do Baenão entre a diretoria do Remo e o consórcio Agra e Leal Moreira. Vale lembrar que a sede do Paissandu sempre foi alvo da cobiça de um determinado grupo de comunicação da cidade. 

A sede do Remo, também em Nazaré, esteve a pique de ser negociada há dois anos durante a gestão do então presidente Raimundo Ribeiro. Somente a reação de grandes beneméritos impediu naquela ocasião que a transação se consumasse. Detalhe: a então proposta foi apresentada ao clube pelo atual presidente, Amaro Klautau.

19 comentários em “Virou moda: empresa quer comprar a sede do Papão

  1. Há poucos dias, previ o óbvio aqui: vendido o Baenão, haveria uma pressão sobre o Paysandu também. Não demorou nem dez dias.

    Se a negociação remista já é constestada por ser desvantajosa ao clube, imagine-se esta venda da sede bicolor. Com os míseros seis milhões oferecidos, o Paysandu talvez nem pague suas dívidas trabalhistas (mas não vamos esquecer que LOP tem 1 milhão no clube, Louro tem 300 mil, Ricardo Rezende tem mais que os dois juntos, e muitos outros abnegados que estão só à espera).

    No mesmo programa onde foi anunciada esta proposta, a meu ver baixíssima, ouvi da própria boca de LOP que por ele, o clube vende, sim, o patrimônio. O bicolor ficará sem dinheiro e sem sede. Não consegue nem aprender com os erros do rival azulino. Ou, pensando melhor, será que, como o rival, não estaria igualmente sedento para vender um patrimônio?

    Será por isso que o Paysandu já está com quase 50 atletas no elenco e não para de contratar? Não podemos esquecer as dezenas de jogadores do Nazareno, nem o elenco inteiro da terceirona que foi embora ainda com dois meses por receber… Por que o Paysandu tem aumentado tanto sua dívida trabalhista nos últimos meses? Parece algo deliberado, muito semelhante à estratégia remista…

    Vou iniciar uma teoria conspiratória, que talvez não seja tão fantasiosa assim: Remo e Paysandu rezam na mesma cartilha. Estão se atolando em dívidas de propósito com a intenção de dilapidar seus patrimônios. A especulação imobiliária, assim como varreu os campos de várzea, planeja tirar Remo e Paysandu do centro da cidade. E conta com o apoio de certos segmentos, empenhados em convencer os torcedores de que a venda é a solução…

    Curtir

  2. É, Cleiton, mas a informação surgiu ontem e a diretoria do Paissandu ainda não se manifestou a respeito. Acho improvável que os associados e conselheiros do clube apoiem uma maluquice desse tipo.

    Curtir

  3. Gerson, num passado bem recente houve velado interesse de grupos empresariais locais na compra da sede bicolor.É por isso que respeito a Historia.

    Curtir

  4. Ouvir ontem em entrevista na CLUB LOP dizer um Não, nem pensar. Bem, o cara não é confiável pelos seus contraditórios por isso galera, vamos nos preparar para entrar neste caso. A nação bicolor não pode ficar passiva nesta questão.

    Curtir

  5. Você tem toda razão, amigo Tavernard. A diferença é que a comunidade alviceleste sempre repudiou todos os projetos de venda.

    Curtir

  6. LOP talvez tenha expressado, com esse NÃO categórico, o pensamento reinante no clube. Essa preocupação em preservar o patrimônio do clube é um traço admirável de todos os dirigentes e conselheiros do Paissandu, agora e sempre.

    Curtir

  7. Vai vender!!..

    É só questão de tempo!!

    Os caras querem é dinheiro, pouco se importando com o clube!!

    Basta ver a situação economicamente dramática de remo e Paysandu.

    Curtir

  8. A questao nao e vender ou nao vender. Isto se discute. O que nao se discute e o amadorismo dos clubes e de seus dirigentes. Quando a torcida obrigar que seus clubes e seus dirigentes se profissionalizem, nao havera mais essa discussao de vender ou nao vender.

    Curtir

  9. Gerson, continuo a dizer, que o Papão seguirá o Remo nessa de trocar o Estádio, por uma moderníssima Arena. Acredito que a Sede Social, não tem porque ser vendida, agora a Curuzu, essa sim.

    Curtir

  10. Duvido muito, amigo Cláudio. Nesse quesito, de apego às tradições (o que inclui, obviamente, o patrimônio), o torcedor e o quadro de conselheiros do Paissandu é muito mais engajado e consciente. Arrisco dizer que LOP jamais teria a pachorra de propor o desmanche dos bens do clube, como AK teve – apoiado por uma claque de beneméritos e fazendo a cabeça de grande parte da torcida com o discurso da modernidade.

    Curtir

  11. Agora há pouco estive em General Severiano, mas precisamente na sede do Botafogo para comprar a camisa do Nilton Santos e realizar um sonho de garoto na década de 60, de visitar a sede e o estádio de General Severiano, hoje transformado em CT. Essas coisas não podem deixar de existir. Quantos torcedores de Remo e Paysandu, espalhados pelo Brasil a fora também não nutrem um desejo semelhante ao meu e que, com o andar da carruagem jamais poderão realizá-los um dia. Por favor, vamos dizer NÃO a venda e dilapidação dos patrimônios de nossos clubes.

    Curtir

  12. Pode até ser, que os vendilhões estejam do lado inverso da Curuzu, mas a carência de grana, está por todos os lados e, principalmente dentro do sitio bicolor.
    É venda na certa. “Justificativas”, farão tempestades!

    Curtir

  13. Torcida que apenas gritará!
    Mas a decisão será dos pançudos, que aliás, taí, a única coisa em que são exímios: criar pança. Pena que essa habilidade esteja do outro lado, também.

    Curtir

  14. Gerson,
    Você pode continuar duvidando, porém, você não pode colocar a sua mão no fogo, sabes o que poderá acontecer.

    Curtir

  15. Ah, nisso você tem razão. Como diria o Anaice, diabo é quem duvida… mas é notório que, nesse departamento, os dirigentes do Paissandu são mais contidos.

    Curtir

  16. Agora os simpatizantes da leoa da juba de crioula farão commíicios para que a venda seja aceita pela comunidade papa títulos. Esforço em vão, porque aqui, neste caso, a galera é sem divisão.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s