Pulada de cerca pode custar caro a capitão inglês

Os tablóides ingleses estão vibrando com a história. A francesa Vanessa Perroncel, suposta amante do zagueiro John Terry, planeja vender sua história com o atual capitão da seleção inglesa a um jornal do país por aproximadamente 250 mil libras (mais de 741 mil reais ). Mãe do filho do lateral-esquerdo Wayne Bridge, companheiro de seleção e amigo de Terry, ela negocia a exclusividade dos detalhes da relação com o zagueiro do Chelsea com pelo menos seis publicações. Segundo o empresário de Perroncel, Max Clifford, a oferta mais lucrativa veio apenas 48 horas depois de os detalhes do caso virem à tona, na última sexta.

A situação de Terry, casado e com duas filhas, pode levá-lo a perder a braçadeira de capitão na Inglaterra. A federação de futebol local (FA, em inglês) divulgou nota afirmando que a decisão será do técnico italiano Fabio Capello. Preocupado com o efeito das revelações sobre seus seus contratos com firmas como Samsung, Umbro e Nationwide, que levam seu rendimento anual para mais de 11 milhões de euros, o beque tentou na Justiça impedir a publicação do livro, mas não obteve sucesso.

A aventura do capitão inglês com a namorada de seu companheiro de seleção foi manchete em todos os jornais este fim de semana. Terry, de 29 anos, tem fama de mulherengo e, segundo alguns jornais, traiu várias vezes sua atual esposa, Toni Poole, antes do casamento, em 2007. Ironicamente, ano passado ele ganhou o prêmio de “Pai do Ano”.

Já o vice-ministro de Esportes, Gerry Sutcliffe, disse que o caso de Terry com Perroncel “questiona o papel” do jogador como capitão, cargo de “mais responsabilidade”. Companheiros de Bridge no Manchester City manifestaram apoio ao jogador ao mostrarem camisas com a frase “Team Bridge” (“Time Bridge”, em português) por baixo do uniforme.

Segundo o The Sun, Terry e Vanessa ficaram juntos durante quatro meses, em encontros que geralmente ocorriam duas vezes por semana. O escândalo foi revelado na sexta-feira pela imprensa britânica, que especula até a possibilidade de Vanessa Perroncel ter feito um aborto. Quando soube do ocorrido, a esposa do jogador, Toni Poole, pegou as filhas que tem com Terry e viajou para Dubai. Agora, ela estuda pedir o divórcio, que certamente lhe renderá muito dinheiro. (Com informações da ESPN, Gazeta e Portal Terra)

12 comentários em “Pulada de cerca pode custar caro a capitão inglês

  1. Não esqueçam do velho ditado: amigos, negócios à parte. Que moral ? Tiram-lhe a braçadeira mas não a posição. Gerson, isso é um tipico caso de falsa moral ingleza.

    1. Caro Tavernard,
      De fato, a hipocrisia falou mais alto. Não vejo qualquer vinculação entre o fato de o capitão fornicar à vontade e as suas obrigações em campo…

    1. Matheus,
      Também tiro o chapéu pro cabra matador, principalmente aquele que consegue se livrar de uma boa marcação.

Deixe uma resposta