Parazão abre 2ª rodada sem fechar a 1ª

Num exemplo do nível de desorganização da competição – que já teve até ameaça de paralisação por via judicial -, a segunda rodada do Campeonato Paraense começa na tarde de hoje sem que a primeira tenha sido concluída. O Ananindeua joga como mandante contra o Águia de Marabá, a partir das 15h30, no estádio Baenão. 

Para os dois, o jogo é de recuperação. A Tartaruga tem ainda mais motivos para tentar se reabilitar, pois sofreu a maior goleada do campeonato (6 a 0 diante do Remo) na estreia. Por isso, o técnico Luís Oliveira resolveu radicalizar: mudou mais de meio-time. Max, Cléberton, Diego Maciel, Fabinho e Kanu foram as peças que sobreviveram ao terremoto da estreia. 

Já o Águia, que foi derrotado pelo Cametá no último domingo por 2 a 1, vai manter o mesmo time. O técnico João Galvão não viu motivos para mudanças drásticas.

Pela Rádio Clube, Guilherme Guerreiro narra a partida e este escriba comenta, a partir das 15h.

12 comentários em “Parazão abre 2ª rodada sem fechar a 1ª

  1. Gerson o que você achou da lista dos melhores clubes da história divulgado pela IFFHS?
    O paysandu realmente merecia está nela…
    saudações bicolores?

    Excelente trabalho.

  2. Dennis! Acho que o foco da dengue (campo) é o maior responsável, nenhum time se sente a vontade para jogar naquela ruína, exceto os pernilongos azulados, quem tiver com o espirito menos preparado leva a pior, caso do Águia.

    1. Jorge;
      O problema de predizer alguns fato, dá nisso. Fica difícil dar méritos a quem merece, já que irá contra o que foi dito. O jeito, então, é ficar pulando de galho em galho e tentar encontrar outras justificativas.
      O time do Leão este ano, é uma realidade diferente de 2009, isso é fato!

  3. Deu pra perceber, no jogo de hoje, que o Águia tem um bom elenco, mas parece travado, devido a preparação física, penso que na hora que engrenar, vai brigar pelo título. Gosto mais de um ataque, formado por um velocista e um homem de área, como sempre jogou o Águia. Quanto ao Ananin, é aquilo que sempre falei, o português Luiz Oliveira é um bom técnico, como já falei antes, foi audacioso e muito inteligentemente montou seu time
    contra o Remo, mas parece que os jogadores não fizeram o que ele pediu e deu no que deu, mas hoje, mais uma vez, mostrou sua competência. O Ananin que jogou hoje(com 6 mudanças, fora o banco), foi totalmente diferente daquele que enfrentou o Remo.

    1. Acho que o Águia tem o seu pior time dos últimos três anos, Cláudio. Precisará mudar bastante para brigar com Cametá e Independente. Soares está muito paradão e o meio-campo depende muito da criatividade do Tiago Marabá, que hoje jogou no ataque e não estava tão inspirado. O centroavante é meio moleirão. Bons são o Vítor Ferraz e o Daniel, volante.

  4. Isso é verdade, o time do Ananindeua de hj foi outro, com zaga titular voltando, Cleidir desde o inicio, Joaozinho aparecendo no ataque.

    Concordo com o Cláudio, o time do Águia é bom, principalmente as laterais.

    1. Mas tem problemas no setor de criação e a zaga bate cabeça, Maciel. E o Jales, a não ser que esteja mesmo travadão (fisicamente), como lembrou o Cláudio, pareceu muito lento.

  5. O time quando está travado, Gerson, passa essa imprensão, o que acontece é que uns se recuperam mais rapidamente que outros, em relação a esse travamento, por isso fica difícil imaginar que esse ou aquele jogador seja melhor do que o outro. Mas, é aquilo que sempre falo, quando se tem um bom técnico, vale ter paciência e, não se pode esquecer, que esse ano, diferentemente dos outros, o Águia vai jogar no Zinho Oliveira, inclusive contra Remo e Paysandu. Fiquei, hoje, imaginando, como seria o Balão nesse ataque do Águia, ao lado do Jales(esse, tá travadão)….

Deixe uma resposta