Tribuna do torcedor

Por Ricardo Von Grapp (ricovongrapp@hotmail.com)

Estou muitíssímo feliz com uma resolução que está sendo tomada pelos clubes, em questão Remo e Paissandu. Esta resolução de tirar setoristas de dentro dos clubes está me deixando confiante, fica claro que essas especulações de contratatações são meros boatos, atrapalha até mesmo os clubes em futuras contratações, todos os dias lemos nos jornais notícias que jogadores estão vindo para os times daqui, resumindo o jogador em questão acaba nem sendo sondado e nem proposta ele recebeu, fica provado que era tudo mentira.
Gerson, a esperança de dias melhores virão para nossos clubes, medidas como essas já deveriam ter sido tomadas a mais tempo, sempre toquei no assunto com amigos e alguns representantes da imprensa, até uma vez comentei com você em e-mail. Fica aqui meus parabéns pra esses representantes desses clubes, principalmente o meu glorioso e o mais querido Clube do Remo.
Gerson, tenha um Feliz Ano Novo com saúde, paz e muita prosperidade.

5 comentários em “Tribuna do torcedor

  1. Concordo sobre o benefício da retirada dos setoristas de dentro do clube. É por essas e outros que a verdade dos fatos não vem à tona com imparcialidade. Com essa convivência sem limites cria-se amizades e inimizades que refletem diretamente no noticiário. Só faltava as rádios fazerem rodízio dos noticiaristas para acabar com essa relação viciosa.

    Curtir

  2. Setorista apenas repete as mentiras que ouve dos dirigentes, esses, sim, os grandes culpados. Fazer um rodízio de setoristas não adianta. O melhor é acabar. Mas não quero a desgraça deles. Podem ser aproveitados como narradores, repórteres de campo, comentaristas, mestres de cerimônias antes dos jogos, apresentadores etc.

    Me parece que só existem setoristas em cinco estados brasileiros. Será coincidência? A profissão já se tornou ultrapassada com a chegada da internet e dos assessores de imprensa…

    Curtir

  3. Você acertou bem no alvo, Cleiton. Se há problema (e há) ele é maior na medida em que os dirigentes criam os factóides e utilizam os setoristas para divulgá-los. O mal maior é (bem) mais em cima.

    Curtir

  4. Ah, quanto à existência de setoristas, é uma realidade nacional. Não conheço nenhum grande Estado que não siga a prática, a começar por Rio, S. Paulo, Rio Grande do Sul, Minas, Paraná e Bahia.

    Curtir

  5. Sempre fui favoravel a reserva de mercado para jornalistas, mesmo antes da desnecessidade do diploma. Ocorre que a maioria nao e jornalista e muito menos diplomado. Jamais estudaram, por exemplo, etica jornalistica; entao como poderiam elaborar um noticiario seguindo padroes rigidos de qualidade? Estao mais preocupados com o factoide e em tirar leite de pedra, principalmente em periodos como esse de entressafra. Alias, sempre fui contra essa tendencia (ou realidade) globalizante de RP, jornalista e publicitario poderem fazer tudo. Cada macaco no seu galho; caso conrario, bastaria existir o curso de comunicacao, sem qualquer especialidade. Mas essa e uma discussao mais academica e espero que chegue aos ouvidos dos professores e profissionais para profunda reflexao. So acho que setorista e reportar e, se e reporter, deve sr jornalista. Nao tenho a verdade, mas apenas uma opiniao ja formada ha anos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s