Jobson admite, pela primeira vez, que usou droga

O atacante paraense Jobson enfim quebrou o silêncio e falou sobre o seu flagrante no caso de doping, no qual foi pego por uso de cocaína. Ele admitiu ter usado a droga antes do jogo contra o Coritiba, no dia 8 de novembro, pelo Brasileiro. Aos 21 anos, o ex-atleta do Botafogo no entanto negou que tenha usado a droga em uma nova oportunidade e ainda que seja um dependente químico. Outro exame, desta vez após o duelo contra o Palmeiras, também deu positivo para a substância.

“Usei uma vez em uma festa que eu estava empolgado com uma atriz, que não vou citar o nome. Estava fora desse jogo contra o Coritiba e usei, mas acabei sendo escalado”, afirmou Jobson em entrevista ao canal “SporTV”, no domingo. Destaque do Botafogo na competição nacional, principalmente na reta decisiva que culminou com a equipe conseguindo safar-se do rebaixamento, o atacante já era dado como contratação certa do Cruzeiro para 2010. O clube mineiro, que disputará a Libertadores da América, desistiu do negócio após o caso vir à tona.

Jobson tentou minimizar seu erro e fez um apelo para não ser banido do futebol, o que pode vir a acontecer caso seja comprovado que fez uso de cocaína duas vezes seguidas. “Não vou ser nem o primeiro e nem o último a errar. Todo mundo erra. Isso só me atrasou, porque eu estava acertando com o Cruzeiro”, disse. “É lógico que eu tenho que ser punido, mas não ser expulso do futebol, como estão falando. Isso para mim não existe, o que vou passar sem jogar futebol? Só sei jogar futebol”, encerrou. (Da ESPN)

O caminho para escapar do banimento pode até passar pela admissão do vício e o pedido de perdão, mas Jobson corre um risco maior ainda, que é o de achar que cocaína é droga social, para embalar festinhas inocentes. Alguém precisa recomendar um tratamento especializado para o garoto, para não cair novamente na armadilha, caso ainda volte a jogar futebol profissionalmente.

11 comentários em “Jobson admite, pela primeira vez, que usou droga

  1. é verdade Gerson…apesar de sabermos que ela é consumida em toda classe sociale não apenas em festinhas……em tempo : se ele falasse o nome da atriz quem sabe nao teria sua pena reduzida, rs……ou pelo menos saberíamos se foi válido o consumo, he he he …

    Curtir

  2. Minha dúvida é se havia mesmo atriz… esses boleiros modernos andam confundindo as bolas no meio das farras. Lembra do Ronaldo Fofômeno, que trocou gatas por lebres? Pois é…

    Curtir

  3. Ele riu quando admitiu quando usou uma unica vez, mas pelo periodo do flagra, deveri ter usado pelo menos duas vezes. Ele esta totalmente perdido. Vai ser dificil recupera-lo, ainda que nao seja viciado.

    Curtir

  4. O Fato é que ele ainda é um garoto e joga uma boa bola. Não pode ser tratado com descaso. Acho que em vez de crucificá-lo deveriam ajudá-lo a sair deste mundo perdido.

    Curtir

  5. Com certeza Bruno, apesar dele não ser primario…e qndo o cara é viciado fica mais complicado em ele proprio se ajudar…

    Curtir

  6. Eu penso mais no cara mesmo. Porque profissionalmente me parece um cara com muito pouco intelecto. Desde o jogo contra o SP que ele tirou a camisa e foi expulso, pareceu muito com o Landu.

    Muita gente tem futebol, mas educação e inteligência é importante. O trabalho que o Cruzeiro e o PSV fizeram com o Ronaldo fenômeno foi fundamental pra vida dele, e mesmo assim, depois de um tempo, ele se perdeu.

    Espero sinceramente que o Jobson se recupere e não use drogas. E que nesse tempo ele estude pra ver se evolui.

    Curtir

  7. Esse rapaz precisa de orientação, estou vendo ele totalmente perdido.Dizer que usou apenas 1 vez é subestimar a ciência! Ele precisa se declarar usuário e solicitar ajuda ao clube que detém os seus direitos federativos e com bom advogado conseguir apenas punição de 2 anos e não ser banido do esporte. Isso é doença e precisa de ajuda de profissionais, inclusive com internação enquanto estiver suspenso.

    Curtir

  8. Como atleta Jobson deve ser punido; como usuário deve ser tratado. O banimento, sem a tentativa de recuperá-lo para exercer sua profissão, constituir-se-á em pena excessiva que aplacará a ira dos hipócritas de plantão, mas não fará justiça a um ser humano de origem humilde que precisa ganhar o pão de cada dia.

    Curtir

  9. Atletas e ex-atletas que se submetem a tratamento em Centros de Recuperação para dependentes quimicos, aqui e no exterior, são muitos. O primeiro passo foi dado: admitir que fez. Agora e procurar o imediato tratamento. Em seis meses estará de volta. Acho que a justiça desportiva lhe será favorável mediante à decisão de submeter-se ao tratamento. Procurar o Centro Nova Vida do Luis Veiga, ou outros que existem aqui no Pará.

    Curtir

  10. Também não acho que o banimento seja o mais correto nesse caso. A pena será dura, sem sombras de dúvidas, e sinceramente, o Jóbson precisa ser orientado a tratar-se e quem sabe sair do mundo do futebol para exercer profissões mais adequadas a sua formação intelectual e moral. Estudar, talvez fosse o primeiro passo. Nesse tipo de caso, acho que o futebol não pode ser a única alternativa apresentada ao rapaz. Ainda em relação ao banimento, vamos lembrar que se Paulo Róssi fosse banido, após a copa de 1978, ele não voltaria na Copa de 1982 e aí o resto da história todo mundo já sabe…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s