Traffic e Belluzzo discutem futuro de Muricy

A crise política no Palameiras ganha novos contornos a cada dia e dá cada vez mais indícios de que irá sobrar para Muricy Ramalho. O novo capítulo é a manifestação da Traffic, parceira do clube, pró-Gilberto Cipullo e contra o técnico, segundo publica nesta quinta-feira a “Folha de S. Paulo”. Segundo a reportagem, o executivo da empresa, J. Hawilla, está irritado com o presidente Luiz Gonzaga Belluzzo e mandou recado à diretoria de que se Gilberto Cipullo for tirado do comando do futebol, ele também sai. Cipullo e Belluzzo almoçaram juntos na quarta. Belluzzo insiste que Muricy deve ser mantido.

Ainda segundo o periódico, o apoio de Hawilla dá mais força a Cipullo em sua cruzada para convencer Belluzzo de que o melhor a fazer é demitir Muricy. O empresário também não quer mais a sequência do treinador no Palestra Itália. O desgaste de Cipullo com Muricy vem desde o empate por 2 a 2 do Palmeiras com o Sport, no dia 11 de novembro, em casa. O cartola queria a demissão do técnico no mesmo dia.  Com o fim do Brasileiro e o fiasco do clube, que sequer vai à Libertadores, a pressão dos conselheiros sobre toda a cúpula do futebol aumentou, com maior força sobre Cipullo.

Na saida de Vanderlei Luxemburgo, Cipullo era totalmente contrário, mas viu o presidente Belluzzo tomar a decisão que melhor lhe pareceu e mandar o treinador embora. Agora, principalmente com o apoio da Traffic, a disputa parece pender para um final mais desejado por Cipullo. (Da ESPN)

Deixe uma resposta