Remo lança programa sócio-torcedor

Uma semana depois do rival, o Remo lança nesta quinta-feira o seu programa de sócio-torcedor. É o Programa Nação Azul, que promete oferecer mais que descontos e comodidade aos seus associados. Segundo seus criadores, “vem inaugurar um modelo de relacionamento entre o Remo e o seu torcedor, com transparência e proximidade. Um programa inovador que vai fortalecer nossa instituição e aumentar a notoriedade da nossa marca”.  

O texto segue nessa linha: “A hora é agora. Está nascendo um novo Remo, e você é o protagonista dessa conquista. Vamos nos unir num único ideal, numa só paixão. Seja sócio-torcedor do Leão!”. A Central de Atendimento do Programa Nação Azul funcionará na sede social do Clube do Remo, na avenida Nazaré, 962 – loja 01, das 9h às 19h, de segunda a sexta-feira e aos sábados de 9h às 13h. 

Planos oferecidos:

Vip (exclusivo para sócios-proprietários e remidos): acesso às cadeiras numeradas do Baenão e do Mangueirão. Entrada pelas catracas exclusivas do sócio-torcedor em todos os jogos com mando de campo do Remo. Descontos em produtos oficiais do clube e em empresas parceiras. Promoções exclusivas. Acesso à sede social. Mensalidade R$100,00.
 
Azul (exclusivo para sócios-proprietários e remidos): acesso às arquibancadas do Baenão e do Mangueirão. Entrada pelas catracas exclusivas do sócio-torcedor em todos os jogos com mando de campo do Remo. Descontos em produtos oficiais do clube e em empresas parceiras. Promoções exclusivas. Acesso à sede social. Mensalidade: R$ 50,00. 

Total: acesso às arquibancadas do Baenão e do Mangueirão. Entrada pelas catracas exclusivas do sócio-torcedor em todos os jogos com mando de campo do Remo. Descontos em produtos oficiais do clube e em empresas parceiras. Promoções exclusivas. Mensalidade: R$ 25,00 (Preço promocional de lançamento). 

Jogo Fácil: desconto de 50% na compra de ingressos para os jogos com mando de campo do Remo. Compra de jogos pela internet. Descontos em produtos oficiais do clube e em empresas parceiras. Promoções exclusivas. Mensalidade R$ 10,00.

Para todos os planos: taxa de adesão de R$30, incluso cartão personalizado, camisa exclusiva do programa e certificado de Sócio Torcedor do Remo. (Fonte: Assessoria de Comunicação do Remo)

19 comentários em “Remo lança programa sócio-torcedor

  1. Taí, Gerson, estarei lá dia 10, gostei, me parece uma coisa bem organizada. Espero poder constatar isso nesse dia. Parabéns ao nosso sempre atuante Orlando Frade. Organização, é isso.

    1. O problema (sempre há um) é a questão da gratuidade nos jogos em que o Remo for mandante, pois neste Parazão os clubes e a FPF decidiram que não existe clube mandante – aliás, em flagrante desrespeito às normas da Fifa!

  2. Desculpe, Gerson e Acácio, mas li o Regulamento do Campeonato Paraense de 2010 e, lá, diz que o mandante, será o clube colocado à esquerda da tabela. Tá bem claro lá.

  3. Cláudio, não digo em relação a onde vai ser mandado o jogo e sim que o mandante (o da esquerda) não terá toda a arrecadação para si.

    Desta forma, como poderá ele franquear a entrada dos sócios-torcedores se é dono de apenas um percentual do bolo?

    A não ser que o faça tão somente nas cadeiras, que me parece pertencerem ao clube, independente de cotas.

    1. Cláudio e Acácio,
      Quando disse que acabaram com o mando quero dizer que acabou a primazia do mandante sobre a renda. Agora, a bilheteria é dividida (60% para o vencedor, 40% para o perdedor; empate, meio a meio). E isso é um problema muito sério para o programa sócio-torcedor, que se baseia principalmente na facilidade de acesso aos jogos. Tomara que o clube arranje uma forma de compensar isso.

  4. De que adianta o remo garantir vaga na copa do brasil,se com o timeco que o presidente Amaro Klautau está montando o remo não passa da primeira fase.A atual diretoria não consegue contratar um jogador que realmente empolgue a torcida.De acordo com o que se fala na imprensa,é a falta de dinheiro e o fato do remo não ter um calendario que dificulta a contratação de jogadores de nome.

    Incluam tambem a falta de prestigio do treinador no cenário nacional.Se o remo tivesse um treinador de nome e bagagem seria muito mais facil convencer alguns jogadores a jogar em Belém.Tenho certeza que quando a diretoria entra em contato com um jogador rodado ele pergunta quem é o treinador do remo e tambem tenho certeza que boa parte desses atletas nunca ouviram falar em Sinomar Naves.

    Na série c de 2005 alguns atletas como Maurilio,Capitão,Carlinhos e outros,vieram muito mais pela influencia do Roberval Davino do que pela diretoria da epoca.Acho que mesmo que o remo perca o RexPa a atual diretoria vai manter o Sinomar,e ai no paraense quando eles quiserem mudar pode ser tarde demais.

  5. Penso que vcs estão equivocados, pois, se acessarem o regulamento do Campeonato Carioca, verão, que lá, também é 40% e 60% e, Flamengo e Vasco, possuem o Sócio Torcedor. Como disse o Dr. Hamilton Gualberto, o Remo terá que prestar conta, dos ingressos que foram vendidos e, deu até um exemplo: No Baenão, jogaram Remo e Cametá e, a renda foi x, o Público Pagante(que é o que interessa), foi de 7 Mil pessoas e, o Presente, de 25 mil Pessoas(esse, acrescido dos que entram sem pagar e mais os Sócios Torcedores do Remo). É muito simples, gente. Não tem porque fazer confusão.

  6. Aliás, Gerson, enquanto os grandes times brasileiros fazem os seus projetos de sócios torcedores, quase todos nos mesmos moldes, o São Raimundo de Santarém, resolveu lançar o seu, no que batizei de “PROJETO ENGANA TORCEDORES”. Pasme, Gerson, resumindo, o Torcedor vai pagar 10 Reais, mas, NÃO entrará de graça nos estádios, NÃO terá camisa, NÃO terá voz no clube, NÃO ganhará nada do clube, apenas terá descontos em lojas, credenciadas, mas o clube já avisa, que não se responsabilizará se as lojas não derem o desconto prometido. É por isso, Gerson, que o Inter vai alcançar 200 mil e, nossos clubes, não passarão de mil. O Inter é o único que realmente, até agora, trata os torcedores como clientes e, não pedindo esmolas aos mesmos. http://www.saoraimundotapajos.com.br

  7. Gérson,toda essa discussão acaba com a publicação do Regulamento do projeto deixando claro os direitos e deveres daqueles que aderirem ao projeto. Quanto ao campeonato carioca,somente nos clássicos, as semifinais e finais não tem mandante sobre a renda( é dividida), nos outros jogos o mandante tem 100% da renda. Vejam o regulamento do PST do Vasco ítem4 alínea “a” em http://www.ovascoemeu.com.br .Essa mesma crítica venho fazendo quanto ao Paysandu.

  8. Gerson, veja que é exatamente os jogos que o Vasco não tem 100%, que ele não pode oferecer ao seu sócio. No paraense são todos os jogos que Remo e Paysandu não são donos da renda, portanto não podem dar descontos.

  9. REGULAMENTO DO CAMPEONATO CARIOCA 2009
    -REGULAMENTO

    REGULAMENTO DO CAMPEONATO ESTADUAL DA PRIMEIRA DIVISÃO DE PROFISSIONAIS DO RIO DE JANEIRO – CAMPEONATO CARIOCA 2009.
    DAS ASSOCIAÇÕES.
    – DA TABELA, DO LOCAL DOS JOGOS E DO MANDO DE CAMPO

    Art. 9º – O número de mandos de campo de cada associação será determinado em função de critério técnico, considerada a classificação do campeonato Estadual do ano anterior.
    § 1º – Terão o mando de campo das partidas as associações colocadas à esquerda da tabela, com exceção dos Clássicos, semifinais e finais, que não terão mandante(que não é o caso daqui).
    DOS INGRESSOS E DAS DISPOSIÇÕES FINANCEIRAS

    Art. 15 – Os estádios deverão estar equipados com catracas que permitam a leitura e o controle eletrônico dos ingressos adquiridos pelos torcedores.
    Art. 16 – Os ingressos serão confeccionados por autorização da FERJ, na carga estabelecida pelos clubes detentores do mando de campo,
    Art. 17 – É vedado a qualquer associação, sob pena de multa de 10% até 100% do valor da capacidade plena do estádio, considerado o ingresso de maior valor, a ser imposta pela FERJ à associação que venha a colocar à venda ou se utilizar ingressos não autorizados pela FERJ.
    Art. 18 – Após lançamento e contabilização da receita e despesa no Boletim Financeiro da Partida, a renda líquida será dividida entre as respectivas associações participantes, na proporção de 60% para o vencedor e 40% para o perdedor. Havendo empate, 50% para cada um dos clubes.

  10. preciso de uma copia do meu contrato de adesão de socio torcedor (total) 025837.00 / 00002597-6. por mais que eu ame o meu clube não acho justo ter que pagar pelos meses que o remo não jogou, pelo menos foi isso que eu entendi quando fiz o plano. R$ 25,00 PARA ASSISTIR OS JOGOS DO REMO COM MANDO DE CAMPO DELE. DESDE MAIO QUE O REMO NÃO JOGA, PORTANTO TENHO QUE PAGAR APARTIR DE JANEIRO DE 2012. ENQUANTO O REMO JOGOU EM 2011 EU ESTIVE EM DIAS OBRIGADO,

Deixe uma resposta