Incidente marca festa do sócio torcedor Fiel

Uma manifestação do ex-presidente do Conselho Deliberativo e “primeiro ministro” do clube, Ricardo Rezende, acabou empanando o clima festivo do lançamento do projeto Sócio-Torcedor Fiel, pelo Paissandu. Em resposta às críticas de Rezende, o presidente Luiz Omar Pinheiro declarou que o Paissandu não tem donos, nem feudos. “O clube pertence ao torcedor e não vou ficar dando atenção a quem quer pegar carona, arranjar confusão e tumultuar o ambiente. Nossa luta é para fazer com que o Paissandu volte ao lugar de onde nunca deveria ter saído”, disse ao programa Cartaz Esportivo, da Rádio Clube, nesta sexta-feira.

8 comentários em “Incidente marca festa do sócio torcedor Fiel

  1. Esse cidadão gosta de aparecer. De tanto pregarem que ele é honesto e tudo mais ele se acha no direito de interromper de forma mal educada um evento significativo para o clube. Pq não questionou antes? tem gente que não pode vê microfone…..

    Curtir

  2. Essas picuinhas deveriam acabar, não leva a nada, por isso o Paysandu esta nesta situação, o Presidente, briga com todos, com a imprensa, com o deputado, agora com o Ricardo Rezende, só falta comigo, rsrs!, Pera la presidente, para com isso.

    Curtir

  3. Gerson, na minha opinião, esse projeto Sócio Torcedor do Paysandu, foi colocado às pressas, talvez com a finalidade de ser o 1º. Se vc comparar o Sócio Torcedor do Atlético Paranaense com esse do Paysandu, vai ver que o Papão não oferece tanta vantagem, para quem quizer pagar apenas R$ 30,00. Compare o do Atlético de R$ 35,00 com esse de R$ 30,00 daqui. Só espero que o do Remo, seja bem melhor. Gerson, faça uma comparação desses 3 sócios Torcedores: do Icasa, do Atlético-PR e do Papão. Tire suas conclusões. Quando nós torcedores, realmente, vamos ser tratados como clientes e, com respeito?

    Curtir

  4. Modelo de sócio-torcedor do Internacional vira exemplo para o futebol brasileiro
    Carlos Simon
    O modelo de sócio-torcedor do Internacional de Porto Alegre virou referência nacional. O clube já ultrapassou os 78 mil sócios – mais do que a capacidade do Beira-Rio – e sonha em chegar aos 100 mil no ano que vem, quando comemora seu centenário. O Colorado é o único grande clube brasileiro em que a bilheteria representa a maior fatia da receita mensal. Algo até comum na Europa, mas inédito num País dependente das verbas da televisão. “Temos R$ 2,4 milhões garantidos por mês só com o associado. É a mais importante entre nossas receitas, exceto quando negociamos um atleta de alta capacidade, como o Pato”, disse ao Paraná-Online o vice-presidente Administração do Inter, Décio Hartmann.

    O modelo ganhou impulso extraordinário em 2006, quando o clube conquistou a Libertadores e o Mundial de Clubes da Fifa. A diretoria se viu obrigada a fixar um limite de 38 mil adesões para o sócio pleno, aquele que tem lugar garantido no estádio em troca de uma mensalidade de R$ 45. Hoje, só há vagas para a modalidade “Sócio Campeão do Mundo”, em que o torcedor paga R$ 20 e ganha desconto de 50% no ingresso, modalidade em que se enquadra o torcedor Marcelo Vellinho Pinto, que mora em Curitiba, mas mantém a associação ao time gaúcho. Mas para assegurar o lugar no Beira-Rio é preciso reservar por telefone ou internet com pelo menos três dias de antecedência. Só depois disso, o clube sabe quantos ingressos poderá disponibilizar para a venda normal.

    Como o número de adesões superou a capacidade do estádio, o desafio do Inter é minimizar os espaços vazios. A diretoria já alinhavou campanha para incentivar o associado com lugar garantido a avisar quando não vem ao estádio. “Em troca, receberia como bônus produtos do clube ou desconto na mensalidade seguinte. A idéia é colocar à venda os ingressos”, disse Hartmann.

    O Inter foi o 2.º colocado em média de público no ano passado, com 18.335 pagantes por jogo. Este ano está em 5.º lugar, com número semelhante (18.918 por partida).
    Gerson, lá, a renda não é do mandante. Parece que por aqui, querem empurrar isso em nós torcedores. Veja que o que é 30,00 aqui, lá é 20,00 e, lá eles dizem o valor do desconto(50%) e, por aqui, só se ouve dizer que terá desconto. Porque será?

    Curtir

  5. O Inter ja tem 100.000 socios, mas nao da pra comparar a estrutura deles, basta uma visita as instalacoes do Beira-Rio (dentro e fora).

    Curtir

  6. Cláudio,
    Só para ficar no último item, do preço dos ingressos: em plena pindaíba dos dois rivais, os sábios dirigentes da dupla Re-Pa queriam cobrar R$ 20,00 no amistoso caça-níquel do dia 13. Alguém menos aloprado sugeriu R$ 15,00. Mas, obviamente, o valor mais razoável seria R$ 10,00. Por aí já se tem a dimensão da “sensibilidade” da cartolagem local.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s