Com gol roubado, França vai à Copa

Da ESPN

A seleção da França enfrentou um sofrimento inesperado nesta quarta-feira e, com a ajuda da arbitragem, precisou da prorrogação para arrancar um empate por 1 a 1 com a Irlanda e garantir sua classificação à Copa do Mundo da África do Sul, em 2010. Mesmo jogando em Paris, os franceses perderam por 1 a 0 no tempo regulamentar e só empataram no tempo extra, assegurando presença no Mundial.

No tempo regulamentar, a seleção irlandesa surpreendeu os donos da casa e abriu o placar aos 32 minutos de partida, com Robby Keane. A França se lançou desesperadamente ao ataque e perdeu ótimas oportunidades de gol no fim do jogo, mas não conseguiu evitar a prorrogação. No tempo extra, a polêmica ficou por conta do lance do gol marcado por Gallas, aos 13 minutos do primeiro tempo. O atacante Thierry Henry aproveitou cobrança de falta de Diarra para a grande área, ajeitou a bola com a mão e rolou para Gallas, que só desviou para empatar a partida por 1 a 1, decretando a classificação francesa.

Como botafoguense, acostumado a garfadas, fiquei com pena dos irlandeses. Égua, foi um assalto monumental, daqueles dignos de John Dillinger… Um dos maiores escândalos da história das Copas, sem dúvida.

5 comentários em “Com gol roubado, França vai à Copa

Deixe uma resposta