Bolívia quebra série invicta do Brasil

A Seleção Brasileira, já classificada para o Mundial de 2010, na África do Sul, sofreu neste domingo a sua segunda derrota nas Eliminatórias Sul-americanas. Jogando na altitude de La Paz, o Brasil caiu diante da Bolívia por 2 a 1. O técnico Dunga escalou uma ‘equipe mista’, com Diego Souza, Daniel Alves, Ramires e Adriano entre os titulares. E os jogadores acabaram decepcionando a torcida com atuações bem apagadas. No intervalo, Diego Souza e Adriano, inclusive, foram substituídos por Alex e Diego Tardelli. O atacante do Flamengo deixou o gramado com fortes dores no tornozelo.  

A Bolívia abriu o placar com um gol de cabeça de Olivares e ampliou com um belo tento de falta de Marcelo Moreno, no primeiro tempo. Nilmar diminuiu para o Brasil na segunda etapa. O atacante do Villarreal aproveitou bonita trama ofensiva e cabeceou para o fundo do gol. Essa foi a terceira vitória da Bolívia sobre o Brasil em jogos válidos pelas Eliminatórias. O time do técnico Dunga estava invicto havia 11 partidas na competição – perdeu para o Paraguai em Assunção.

As duas seleções encerram suas participações nas Eliminatórias na próxima quarta-feira. A Bolívia vai a Lima encarar o Peru, enquanto o Brasil recebe a Venezuela, em Campo Grande, às 19h.

3 comentários em “Bolívia quebra série invicta do Brasil

  1. Antes de mais nada, uma pelada de péssima qualidade. Júlio César falhou nos dois gols, apesar dos protestos ridículos do narrador global sobre a altitude.

    Depois da arrogância habitual antes do jogo, após o primeiro gol e a derrota evidente, veio à tona a desculpa que já estava na ponta da língua: a altitude. A partir daí tudo era a altitude. O chute errado do brasileiro, o chute certo da Bolívia.

    No gol de Nilmar, foi o zagueiro boliviano que atua no exterior e está desabituado à altitude, mas como explicar que Nilmar não tenha perdido o tempo da bola?

    No segundo tempo houve ainda mais uma desculpa: o sol. Júlio César não podia ver nada! Como será que ele faz no campeonato italiano? Não faz sol na Itália?

    1. Concordo, Cleiton. O goleiro foi responsável direto pelos dois gols; Daniel Alves não devia ter sido improvisado na meia; Josué, André Santos e Diego não entraram em campo. Ramires foi o menos pior, ao lado de Nilmar.

Deixe uma resposta