Olimpíada: Rio disputa com Madri

Chicago e Tóquio estão fora da briga para sediar os Jogos Olímpicos de 2016. Nas duas primeiras rodadas de votação, as representantes dos Estados Unidos e Japão foram descartadas, deixando o caminho aberto para que Rio de Janeiro ou Madri sedie a competição. A decisão final sai às 13h30 (horário de Brasília).

Foram 94 votos válidos dos 97 possíveis. Com o resultado parcial, o Comitê Olímpico Internacional (COI)reforça seu discurso de que a presença de chefes políticos na cerimônia de escolha, que acontece no Bella Center, em Copenhague, na Dinamarca, não teria influência no resultado final.

Isto porque com a eliminação de Chicago, de nada valeu o esforço da ida do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ao local do evento. Ele foi à capital dinamarquesa, discursou pela cidade de seu país durante sua apresentação e ficou por lá menos de cinco horas. Sua esposa, Michelle Obama, o acompanhou.

Obama não chegou a ver o descarte de Chicago, já que deixou Copenhague antes do anúncio. O mesmo se aplica ao primeiro-ministro japonês, Yukio Hatoyama, que fez lobby por Tóquio, mas deixou a cidade dinamarquesa antes que ela fosse eliminada.

Deixe uma resposta