As lambanças de Evandro Roman

Cenas de janeiro de 2008, pelo campeonato paranaense, mostram as “qualidades” de Evandro Rogério Roman. O jogo era Londrina x Engenheiro Beltrão. Um festival de erros de Roman, o soprador de apito que “operou” o Cruzeiro no Mineirão, nesta quarta-feira. Como fez em favor do Palmeiras, Roman naquela partida só errou em benefício do Londrina, que venceu por 2 a 1, com gol em impedimento e com dois pênaltis não marcados para o Engenheiro Beltrão. Na ocasião, Roman teve o luxuoso auxílio de dois bandeirinhas/cúmplices de braço engessado, sempre contra o Engenheiro.

Segundo Juca Kfouri, o árbitro está pedindo indenização de R$ 325 mil do autor das imagens, que tornou públicas suas proezas no estádio do Café. Deveria mesmo era ser condenado a pagar o dobro desse valor, mas, depois da absolvição de Edilson Pereira de Carvalho, não corre o menor risco. Soprador de apito amigo, por mais provas que existam, não vai para a cadeia.

Um comentário em “As lambanças de Evandro Roman

Deixe uma resposta