A gatunagem é universal

Por José Roberto Malia

Os brasileiros que atuam na Europa andam de cabelo em pé. É que os amigos do alheio descobriram um novo filão: roubar casa de jogador. Na Inglaterra, mais de 20 atletas já receberam a visita dos larápios nos últimos tempos. Na Itália, a situação também está braba. Patrick Vieira, da Inter, já contabilizou um prejuízo de R$ 2 milhões.

2 comentários em “A gatunagem é universal

  1. Gerson, tenho um amigo que passou uma temporada na Europa e retornou muito impressionado com a quantidade de trombadinhas, principalmente em cidades como Roma e Istambul. Segundo ele, é difícil chegar atualmente na Europa e não ficar decepcionado com garçons mal-educados , lixo espalhado pelas ruas e mendigos em profusão. Sinal dos tempos?…

  2. não é o post ideal mas Gerson leia essa :
    O tenista número um do mundo, Roger Federer, foi multado nesta quinta-feira em US$ 1,5 mil pela Associação de Tênis dos Estados Unidos, por reclamar de forma imprópria ao árbitro principal durante a final do US Open. Na partida perdida para o argentino Juan Martín Del Potro, Federer disse um palavrão ao protestar contra uma decisão do árbitro durante o jogo.
    A punição de Federer ainda é leve se comparada à multa aplicada à tenista Serena Williams, que pagou US$ 10,5 mil por ameaçar uma árbitra e jogar a raquete no chão durante jogo em que foi derrotada pela belga Kim Clijsters.
    Chris Widmaier, porta-voz do US Open, afirmou que foram pagos, no total, US$ 31,5 mil dólares em multas neste US Open.
    Outros multados no torneio foram a russa Vera Zvonareva e o austríaco Daniel Koellerer, com US$ 1,5 mil dólares cada, e o canadense Daniel Nestor, com US$ 5 mil, por fazer gestos obscenos durante uma partida de duplas.

    Como se vê, no tênis tambem tem reclamação contra a arbitragem, he he he

Deixe uma resposta